Retrospectiva do mito: o Minotauro de ontem e de hoje

The myth's review: yesterday's and today's Minotaur

Autores

  • Amanda Naves Berchez Universidade Federal de Alfenas

DOI:

https://doi.org/10.34019/2318-3446.2018.v6.23241

Palavras-chave:

mitologia, minotauro, mito

Resumo

O trabalho visa a contribuir com uma reflexão pontual sobre as reescritas do mito do Minotauro em suas variantes antigas, por meio de autores como Plutarco e Apolodoro, e em autores modernos, como Jorge Luis Borges e Verônica Stigger. Além disso, houve a pretensão de se refletir como antigos e modernos trabalham com os fenômenos da transmissibilidade e da citação, fazendo com que a representação de Minotauro se fizesse presente ao advento da Contemporaneidade.

Abstract

Based on Benjamin’s concepts, the work aims to contribute with an accurate reflection related to the rewriting of the myth of Minotaur in its old variants, by authors like Plutarch and Apollodorus and modern authors, like Jorge L. Borges and Verônica Stigger. There is the intention of reflecting on how the phenomena of transmissibility and quotation had been worked, making the representation of Minotaur present to the advent of Contemporaneity, and the aspiration of meditating on the new readings of the myth of Minotaur and the possible meanings in new contexts.

Keywords: mythology; Minotaur; myth

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Naves Berchez, Universidade Federal de Alfenas

Graduada em Letras (licenciatura) pela Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG)

Referências

1) Artigos de periódicos
DIAS, Ângela Maria. Obsessões e desvarios na obra de Veronica Stigger. Revista Alea, v. 13, n. 1. Rio de Janeiro: Alea (Estudos Neolatinos), 2011.
2) Livros
ACHUGAR, Hugo. Planetas sem boca: Escritos efêmeros sobre arte, cultura e literatura. Trad. Lyslei Nascimento. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.
AGAMBEN, Giorgio. O homem sem conteúdo. Trad. Cláudio Oliveira. 2ª ed. Belo Horizonte: Editora Autêntica, 2012.
APOLODORO, Biblioteca. Trad. Margarita Rodríguez de Sepúlveda. Madrid: Editorial Gredos, 1985.
CATULO. O Livro de Catulo. Trad. João Ângelo Oliva Neto. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1996.
HESIOD. Catalogue of Women. Transl. Glenn W. Most. Cambridge: Harvard University Press, The Loeb Classical Library, 2007.
HOMERO. Ilíada. Trad. Carlos Alberto Nunes. 6ª ed. São Paulo: Ediouro, 2009.
PAUSANIAS. Descripción de Grecia. Trad. María Cruz Herrero Ingelmo. Madrid: Editorial Gredos, 1994.
PEYRONIE, André. Minotauro. In: BRUNEL, P. Dicionário de mitos literários. 4ª ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2005.
STIGGER, Veronica. O trágico e outras comédias. 2ª ed. Rio de Janeiro: 7Letras, 2007.
3) Capítulos de livros
BENJAMIN, Walter. Sobre o conceito de história. In: —. Obras completas. v. 1. São Paulo: Brasiliense, 1985.
BORGES, Jorge Luis. A casa de Asterion. In: —. O Aleph. Trad. Flávio José Cardoso. v. 6. Rio de Janeiro: Editora Globo, 1986.
BORGES, Jorge Luis. Kafka e seus precursores. In: —. Obras Completas. v. 2. São Paulo: Editora Globo, 1998.
BORNHEIM, Gerd. Conceito de Tradição. In — et al. Cultura brasileira: tradição/contradição. Rio de Janeiro: Jorge Zahar/Funarte, 1987.
PLUTARCO. Vida de Teseu. In: —. Vidas Paralelas: Teseu e Rómulo. Trad. Delfim F. Leão e Maria do Céu Fialho. 1ª ed. Coimbra: Coleção Autores Gregos e Latinos, Série Textos, 2008.
4) Documentos eletrônicos
FERREIRA, José Ribeiro. Labirinto e Minotauro (Mito de Ontem e de Hoje). Coimbra: Fluir Perene, 2008. Disponível em: http://goo.gl/m0RS4h. Acesso em: 18 jan. 2010.
HOMER. The Odyssey. Transl. Robert Fitzgerald. New York: Farrar, Straus and Giroux, 1998. Available at: http://goo.gl/r6TA8Y. Acesso em: 10 fev. 2014.
VIRGÍLIO. Eneida. Trad. Manuel Odorico Mendes. Campinas: EBooks Brasil, eBookLibris, 2005. Disponível em: http://goo.gl/GPWqzK. Acesso em: 20 fev. 2014.

Downloads

Publicado

2018-08-15

Como Citar

BERCHEZ, A. N. Retrospectiva do mito: o Minotauro de ontem e de hoje: The myth’s review: yesterday’s and today’s Minotaur. Rónai – Revista de Estudos Clássicos e Tradutórios, [S. l.], v. 6, n. 1, p. 17–27, 2018. DOI: 10.34019/2318-3446.2018.v6.23241. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ronai/article/view/23241. Acesso em: 28 out. 2021.

Edição

Seção

Artigos