Política educacional, formação docente e meritocracia no Brasil

Autores

  • Yáscara M N Koga Universidade Federal do Pampa
  • Evandro R Guindani Universidade Federal do Pampa
  • Marcello Ferreira Universidade de Brasília

Palavras-chave:

Política educacional, Políticas educacionais, Plano Nacional de Educação (PNE)

Resumo

ste texto resulta de uma pesquisa de doutorado e tem por objetivo discutir a relação entre meritocracia e o campo da educação, mais especificamente as políticas educacionais. Num primeiro momento, apresenta-se uma discussão acerca do conceito de mérito. Em seguida, o texto aborda a relação entre meritocracia e docência, priorizando a análise mais aprofundada da última década do século XX. Na terceira etapa, terá destaque a meritocracia no Plano Nacional de Educação (PNE).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BITTAR, M. Colégios e regras de estudo no sistema jesuítico de educação. Série Estudos: Periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação da UCDB, Campo Grande, n. 31, p. 225-244, jan./jun. 2011.
BOURDIEU, P. Os usos sociais da ciência: por uma sociologia clínica do campo científico. São Paulo: Unesp, 2004.
______. A Economia das trocas simbólicas. 6. ed. São Paulo: Perspectiva, 2005
BRASIL. MEC. Plano Nacional de Educação – 2014-2018. Disponível em: www. mec.gov.br Acesso em 20 out 2017
CAMPOS, R. F. A Reforma da formação inicial dos professores da educação básica nos anos de 1990: desvelando as tessituras da proposta governamental. 2002. 242 f. Tese (Doutorado em Educação)–Universidade Federal de Santa Catarina. 2002.
CHAUI, M. A universidade pública sob nova perspectiva.Rev. Bras. Educ., Rio de Janeiro, n. 24, dez. 2003.
______. Convite à Filosofia. 5. ed. São Paulo: Ática, 1996.
CUNHA, L. A. Educação e desenvolvimento social no Brasil. 4. ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1979.
DELORS, J. (Org.). Educação: um tesouro a descobrir. São Paulo: Cortez; Brasília: MEC/Unesco, 1998.
DUBET, F. Le déclin de l‘institution.Paris : Éditions du Seuil, 2002.
FORD, H. Os princípios da prosperidade. Rio de Janeiro: Brand, 1954.
MARTINS, A. S. A direita para o social. A educação da sociabilidade no Brasil contemporâneo. Juiz de Fora: UFRJ, 2009.
MASSON, G. Políticas de formação de professores: as influências do neopragmatismo da agenda pós-moderna. 2009. 245 f. Tese (Doutorado em Educação) Universidade Federal de Santa Catarina, 2009. Disponível em: <www. ppge.ufsc.br/bancodeteses>. Acesso em: 23 abr. 2017.
MARX, Karl. Miséria da Filosofia: Resposta à Filosofia da Miséria do Sr. Proudhon. São Paulo: Livraria Editora Ciências Humanas, 1982
MÉSZÁROS, I. O poder da ideologia. São Paulo: Boitempo, 2004.
OLIVEIRA, D. A. As reformas educacionais e suas repercussões sobre o trabalho docente. In: OLIVEIRA, D. A. (Org.) Reformas educacionais na América Latina e os trabalhadores docentes. Belo Horizonte: Autêntica, 2003. p. 13-35.
ROSSI. Wagner Gonçalves. Capitalismo e educação: contribuição ao estudo crítico da economia da educação capitalista. 2. ed. São Paulo: Moraes, 1980.
RUMMERT, S. M. Educação e identidade dos trabalhadores: as concepções do capital e do trabalho. São Paulo: Xamã; Niterói: Intertexto, 2000.
SAVIANI, D. O legado educacional do longo século XX brasileiro. In: SAVIANI et al. O legado educacional do século XX no Brasil. Campinas: Autores Associados, 2004. (Coleção Educação Contemporânea, p. 9-58).
SHIROMA, E; MORAES, M C. M; EVANGELISTA, O. Política educacional. 4. ed. Rio de Janeiro: Lamparina, 2007.
SCHNEIDER, M C. Certificação de professores: contradições de uma política. Tese (Doutorado em Educação)–Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2009. Disponível em: <www.ppge.ufsc.br/bancodeteses>. Acesso em: 23 abr. 2017.
SUNG, J. M. Desejo, mercado e religião. Petrópolis: Vozes, 1998.
TRICHES, J. Organizações Multilaterais e o curso de Pedagogia: a construção de um consenso em torno da formação de professores. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação)–Universidade Federal de Santa Catarina. 2010.
WEBER, M. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Martin Claret, 2001.

Downloads

Como Citar

Koga, Y. M. N. ., Guindani, E. R. ., & Ferreira, M. (2020). Política educacional, formação docente e meritocracia no Brasil. Pesquisa E Debate Em Educação, 7(2), 505–520. Recuperado de https://periodicos.ufjf.br/index.php/RPDE/article/view/31654

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)