As Mídias Sociais e os Influenciadores Digitais na Promoção de Destinos Turísticos

  • Bruna Laura Santos de Andrade IESF - UNICE
  • Dambergh da Mota FLATED
  • Hanuzia Pereira Ferreira UECE
  • André Riani Costa Perinotto UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI - Campus Parnaíba - Curso de Turismo; e UECE
Palavras-chave: Redes Sociais, Influenciadores Digitais, Marketing, Destinos Turísticos

Resumo

O objetivo do estudo foi analisar o papel do influenciador digital no processo de escolha do destino turístico pelos usuários de redes sociais. As mídias sociais e os influenciadores digitais se transformaram em estratégias de marketing para a promoção de destinos turísticos. As viagens são práticas comuns desses profissionais que, mesmo em geral não possuindo formação acadêmica ou atuação profissional na área de turismo, viajam em busca de conteúdo e cenários para suas publicações. Para subsidiar a base conceitual elaborou-se pesquisa exploratória e descritiva, e como procedimento técnico para coleta de dados realizou-se pesquisa de campo com aplicação de questionários quali-quantitativos. Verificou-se que sob a ótica dos consumidores digitais a influência daqueles profissionais em despertar o desejo de consumidores em conhecer novos destinos, pois as publicações são consideradas experiências de consumo e estes possuem, mesmo com posts patrocinados, um nível satisfatório de confiabilidade dos seguidores.

Biografia do Autor

Bruna Laura Santos de Andrade, IESF - UNICE
Mestre em Gestão de Negócios Turísticos pela Universidade Estadual do Ceará (2018), Especialista em Turismo e Hospitalidade pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (2014), Especialista em Marketing pela Universidade de Fortaleza (2011) e Bacharel em Turismo pela Universidade de Fortaleza (2008). Coordenadora Acadêmica e Docente do curso de Bacharelado em Turismo da UNICE Ensino Superior. Interesse nas áreas de Turismo e Marketing. Endereço de correspondência: Rua 33, 1347 - Bairro Vila Velha, Fortaleza / Ceará / Brasil. CEP: 60348-170. [ bruna.laura@uol.com.br ]
Dambergh da Mota, FLATED
Mestrando em Gestão de Negócios Turísticos pela Universidade Estadual do Ceará (Conclusão em 2019), Especialista em Psicopedagogia Institucional e Clínica pela Faculdade Latino Americana de Educação (2015), Graduado em Tecnologia em Hotelaria pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (2014). Coordenador Acadêmico e Docente do curso de Bacharelado em Turismo da Faculdade Latino Americana de Educação (FLATED). Interesse nas áreas de Turismo, Hotelaria e Eventos. Endereço de correspondência: Rua Quintino Cunha, 1027, Apto 302 – Bairro Jardim América, Fortaleza / Ceará / Brasil. CEP: 60416-104. [ dambergh.mota@gmail.com ]
Hanuzia Pereira Ferreira, UECE
Mestre em Políticas Públicas e Sociedade pela Universidade Estadual do Ceará- UECE (2015), Especialista em Tecnologias e Educação à Distância pelo Centro Universitário Paulista Barão de Mauá (2014), Graduada em Tecnologia em Gestão de Turismo pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará- IFCE (2011). Graduada em Licenciatura em Filosofia pela Universidade Estadual do Ceará- UECE (2013). Pesquisadora do Observatório Juventude, Educação Profissional e Trabalho- JEPTRA/UECE. Docente na Universidade Estadual do Ceará no curso de Especialização em Gestão Pública pelo Programa Nacional de Formação em Administração - PNAP/UECE. Interesse nas áreas de Políticas Públicas, Educação Profissional, Turismo e Hotelaria. Endereço de correspondência: Av. Santos Dumont, nº.6.400, Edifício Barlavento, Bloco C, Apto. 203. Bairro Cocó, Fortaleza/Ceará/Brasil, CEP. 60192-022. [ hanuzia@gmail.com ]
André Riani Costa Perinotto, UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ - UFPI - Campus Parnaíba - Curso de Turismo; e UECE
Doutor em Ciências da Comunicação (Processos Midiáticos) – Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) 2013. Mestre em Geografia (Organização do Espaço) pela Universidade Estadual Paulista (UNESP/Rio Claro) 2006. Especialista em Docência para Ensino Superior em Turismo e Hotelaria pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC/SP) 2004. Bacharel em Turismo, Graduação em Turismo pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP) 2002.  Professor - D. E. (Efetivo) – Curso de Turismo da Universidade Federal do Piauí (UFPI, Parnaíba). Professor Permanente do Mestrado em Gestão em Negócios Turísticos pela UECE. Possuí interesse nas áreas de Turismo e Comunicação; Mídias e Turismo; Turismo e Tecnologias (TICs). Endereço: Av. São Sebastião, 2819 (Reis Velloso). CEP: 64202-020 – Parnaíba – PI (BRASIL). [ perinotto@ufpi.edu.br ]

Referências

BOYD, D. M; ELLISON, N. B. Social Network Sites: Definition, History, and Scholarship. Journal of Computer-Mediated Communication, 13 (1), pp. 210-230. Recuperado em 21 novembro, 2016, de http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1083-6101.2007.00393.x/epdf 2007.
BRASIL, Código de Defesa do Consumidor - Lei 8078/90 | Lei nº 8.078, Brasília-BR, de 11 de setembro de 1990.
BRASIL, Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária, Brasília-BR, 2002.
BRASIL, Ministério do Turismo. Redes Sociais Ampliam a comunicação do Turismo. http://www.turismo.gov.br/ultimas-noticias/401-redes-sociais-ampliam-a- 2015
CACHO, A. N. B.; AZEVEDO, F. F. DE. O turismo no contexto da sociedade informacional. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, 4 (2), pp.31-48, 2010. Recuperado em 06 novembro, 2016, de https://www.rbtur.org.br/rbtur/article/viewFile/266/343.
CAMARGO, H. P.; SANTOS, R. J. DOS; GUTERRES, L. S. Antropologia no Ciberespaço: Buscando Compreender as Experiências de Deslocamento Humano. Revista Rosa dos Ventos - Revista do Programa de Pós-Graduação em Turismo da UCS, 4(IV), pp. 575–586. Recuperado em 07 novembro, 2016, de http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/rosadosventos/article/view/1667/pdf_87 2012.
CERUTTI, E. A vez dos digitalinfluencers. Recuperado em 09 novembro, 2016, de http://crismoraes.com.br/a-vez-dos-digital-influencers/ 2016.
CHEN, C. F.; TSAI, D. C. Howdestinationimageandevaluativefactorsaffectbehavorialintentions? Tourism Management, 28, pp. 1115-1122. Recuperado em 18 novembro, 2016, de http://www.academia.edu/1799715/How_destination_image_and_evaluative_factors_affect_behavioral_intentions 2007.
COOPER, C.; FLETCHER, J.; FYALL, A.; GIBERT, D.; EWANHILL, S. Turismo: princípios e práticas. Bookman. 2007.
CORIOLANO, L. N.; BARBOSA, L. M. Internet e redes: articulações do turismo comunitário. In L. N. Coriolano, e F. P. Vasconcelos (Orgs.). Turismo, território e conflitos imobiliários. (pp. 153-176). Fortaleza: EdUECE. 2012.
CORRÊA, C. H. W. Tam Linhas Aéreas no twitter: canal de comunicação ou rede social?. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, 4 (3), pp. 85-108. Recuperado em 08 novembro, 2016, de https://www.rbtur.org/rbtur/article/view/359/376 2010.
CRUZ, V. L.; MOTA, K. M.; PERINOTTO, A. R. C. Redes Sociais na Internet: Estratégia para divulgação das potencialidades turísticas do Piauí – Brasil. Revista Rosa dos Ventos - Revista do Programa de Pós-Graduação em Turismo da UCS, 4(I), pp. 77–88. Recuperado em 07 novembro, 2016, de http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/rosadosventos/article/view/1390/pdf_70 2012.
DANTAS, P. A. C.; ARRUDA, M. T. A. DE.; SANTIAGO, H. H. O.; MARTINS, M. C. D.; OLIVEIRA, M. F. S. A influência do marketing boca a boca na decisão de compra dos clientes de uma instituição de ensino. Anais EBA Maceió: Ano Civil da Publicação. Maceió, AL. Recuperado em 11 novembro, 2016, de http://ebamaceio.com.br/2015/anais/artigos/artigo1.pdf 2014.
DROPA, A. F. N. S.; TRZASKOS, L.; BAUM, J. A imagem fotográfica como recurso de valorização cultural e seu uso pelo turismo: um estudo de caso da Colônia Sutil. Anais... IIº Seminário de Ciências Sociais Aplicadas da Faculdade Estadual de Ciências e Letras de Campos Mourão. Recuperado em 18 novembro, 2016, de http://www.fecilcam.br/anais/vii_enppex/PDF/turismo/03-turismo.pdf 2011.
EMÍDIO, L. P. B; CELESTINO, I.; PERINOTTO, A. R. C. A imagem fotográfica e sua influência na escolha do destino turístico: um estudo em Barra Grande-PI. Revista de Investigación en Turismo y Desarrollo Local, 7(16). Recuperado em 03 novembro, 2016, de http://www.eumed.net/rev/turydes/16/barra-grande.pdf 2014.
FINK, ARLENE. The Survey handbook. Thousand Oaks, Sage, [The Survey Kit, v.1]. 1995.
FREITAS, L. A. DE; SILVEIRA, M. C. Z. Uso das mídias digitais como ferramenta para posicionamento e reposicionamento de marca. Revista Mídia e Contexto, I (1). Recuperado em 11 novembro, 2016, de http://www.faculdadespontagrossa.com.br/revistas/index.php/midiaecontexto/article/view/5/22 2014.
GÂNDARA, J. M.G. A Imagem dos Destinos Turísticos Urbanos. Revista Eletrônica de Turismo Cultural, 2007. Recuperado em 10 novembro, 2016, de http://www.eca.usp.br/turismocultural/aimagem.pdf.
GOLDSMITH, E. B. Social Influence and Sustainable Consumption. Tallahassee, FL, USA: Springer. 2015.
GUIMARÃES, S.; BORGES, M. P. (2008). E-turismo: internet e negócios do turismo. São Paulo: Cengage Learning.
KOTLER, P.; KARTAJAYA, H.; ESETIWAN, I. Marketing 3.0: as forças que estão definindo o novo marketing centrado no ser humano. Rio de Janeiro: Elsevier. 2010.
MANOSSO, F. C.; GÂNDARA, J. M. La Materialización de la Experiencia em el Espacio Urbano-Turístico através de lasFotografías Online: UnAnálisisenlaRed Social Instagram. Estudios y Perspectivas en Turismo, 25, pp. 279–303. Recuperado em 18 novembro, 2016, de http://www.scielo.org.ar/pdf/eypt/v25n3/v25n3a03.pdf 2016.
MATHIAS, Sergio Larruscaim; SAKAI, Celio. Utilização da Ferramenta Google Forms no Processo de Avaliação Institucional: Estudo de Caso nas Faculdades Magsul. Inep - 2013.
MORAES, L. A. DE; GÂNDARA, J. M. G.; CRUZ, G. P. DA. Turismo Midiatizado: O que é notícia nos destinos turísticos apresentados pelo Jornal Hoje, da Rede Globo. Conexão – Comunicação e Cultura, UCS, 14 (27), pp. 47-79. Recuperado em 10 novembro, 2016, de http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/conexao/article/view/2659/2154 2015.
MOTA, K. C. N.; ABREU, C. B. Transformando lugares em destinos turísticos. In L. N. Coriolano (Coord.). Turismo: gestão da cadeia produtiva, pp. 33-48. Fortaleza: Edições Demócrito Rocha. 2008.
PERINOTTO, A. R. C. Investigando a comunicação turística de Parnaíba/PI-Brasil: Internet e Redes Sociais, Descrição e Análise. Revista de Investigación en Turismo y Desarrollo Local, 6 (15), 2013. Recuperado em 03 novembro, 2016, de http://www.eumed.net/rev/turydes/15/parnaiba.pdf.
RECUERO, R. Redes sociais na internet. Porto Alegre: Sulina, Coleção Cibercultura. 2009.
RITZER, G. Hospitalidade e prossumerização. Revista Hospitalidade, XII (especial), pp. 12-41. Recuperado em 18 novembro, 2016, de https://www.revhosp.org/hospitalidade/article/viewFile/565/620 2015.
SERNOVITZ, A. Marketing boca a boca: como as empresas inteligentes levam as pessoas a falar delas. (C. G. Duarte, Trad.). São Paulo: Cultrix. (Obra original publicada em 2012). 2012.
TORRES, H. I. T. A relação entre a indústria das viagens e turismo em Portugal e o facebook: profissionalização da página do facebook da Amadeus Portugal. Dissertação de mestrado, Instituto Universitário de Lisboa, Lisboa, Portugal. Disponível: https://repositorio.iscte-iul.pt/bitstream/10071/5091/1/Tese.pdf 2012.
VASSOS, T. Marketing estratégico na internet. São Paulo: Makron Books do Brasil. 1998.
VERÍSSIMO, M.; MENEZES, N. Social media as a tool to enhance customer experience in hospitality industry. Revista Portuguesa de Marketing, 38 (34), pp. 23-30. Recuperado em 08 novembro, 2016, de https://www.researchgate.net/publication/303687602_Social_media_
Publicado
2018-09-30
Seção
ESTUDOS DE CASO / CASE STUDY / ANÁLISIS DE CASO