Foco e Escopo

ABET é um journal de turismo informado a partir das ciências sociais. Ao lado de perspectivas tradicionais associadas aos temas de turismo – como os estudos aplicados de management e economia do turismo – ABET dedica considerável atenção para perspectivas teóricas interpretativas e críticas, que visam problematizar noções taken for granted, abrindo assim espaço para diálogos multi, trans e interdisciplinares com vistas a produzir conhecimentos, não apenas do objeto turístico (algo ainda em construção) mas a partir dele, contribuindo, em última instância para a consolidação deste campo do conhecimento. 
 
Se bem que inicialmente a revista produziu edições generalistas, a partir de 2014 – quando houve uma mudança na sua periodicidade, dada em função do aumento da demanda e interesse pela revista, sobretudo do público internacional – a mesma passa a editar edições temáticas, chamadas dossiês, nucleadas em torno a problemáticas conceituais, práticas e mesmo escalas espaciais (locais, regionais, nacionais e até internacionais) distintas. A ideia central por trás dessa estratégia é permitir mais agilidade e celeridade ao processo de publicação, assim como ofertar ao público leitor panoramas do estado da arte da produção do conhecimento turístico, em distintos contextos e momentos.

A revista aceita artigos que abordem a temática Turismo em seus diferentes enfoques preferencialmente, mas não exclusivamente em interface com as ciências sociais. A título de ilustração as principais temáticas abordadas pela revista têm sido Políticas Públicas, Gestão Pública, Gestão Privada, Gestão Social, Sociologia, Antropologia, Planejamento Urbano, Geografia, entres outros.

São aceitos artigos de investigação científica, ensaios, relatos de caso, pensatas e resenhas, em qualquer um dos seguintes idiomas: português, inglês, espanhol ou francês, sendo o manuscrito publicado no idioma original de submissão.

MISSÃO
 
Publicização de conhecimento científico em turismo substantivo, independente do local de origem de sua produção e/ou orientação epistemológica e analítica, que esteja fundamentado numa perspectiva científica, com alto rigor e credibilidade e que possa contribuir para o avanço do conhecimento neste campo temático.

 
VISÃO
 
Ser um periódico reconhecido nacionalmente, por meio de sua indexação na base de periódicos do sistema Qualis/CAPES, e líder no cenário mineiro como principal referência enquanto base de dados confiável, de relevância ímpar na difusão de conhecimento científico em turismo, na perspectiva dos diferentes stakeholders – alunos, professores, pesquisadores e profissionais de mercado – (inclusive de áreas conexas).


OBJETIVO GERAL
 
Propagar e socializar o conhecimento científico, teórico-crítico e aplicado em turismo, em nível nacional e internacional.
 
De modo complementar, este periódico tem como preocupação o estímulo de estudantes, professores e investigadores nacionais e internacionais, interessados na área de Turismo e suas interfaces, a fomentar o debate e a produção de conhecimento turístico, contribuindo assim para o aprofundamento das questões clássicas assim como a exploração de novas temáticas; visando, em síntese, o aprimoramento técnico-científico e fornecendo informações substanciais para o desenvolvimento da atividade turística.
 
 
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
 
· Oferecer espaço público e plural para a discussão, debate, troca de ideias e produção do conhecimento científico em turismo, de forma embasada, rigorosa e científica;
· Divulgar os trabalhos de ensino, pesquisa e extensão desenvolvidos, em nível nacional e internacional, bem como por profissionais relacionados ao trade turístico, favorecendo, assim, o intercâmbio de teorias, perspectivas e estudos;
· Disponibilizar e manter um banco de dados referencial sobre conhecimento científico em turismo.
 

PÚBLICO ALVO
 
· Investigadores de Turismo nos âmbitos regional, nacional e internacional;
· Professores de Turismo nos âmbitos regional, nacional e internacional;
·   Discentes de pós-graduação e, eventualmente de graduação,  nos âmbitos regional, nacional e internacional;
·   Profissionais da área de Turismo;
·   Interessados neste campo do saber.
 
Diretrizes para Autoreshttps://drive.google.com/file/d/0B9HM4t0EenbiYWFoX1Z2ZFZkSVE/view?usp=sharing

Critérios de Avaliaçãohttps://drive.google.com/file/d/0B9HM4t0EenbiMXl2X2J1T2Fqb2s/view?usp=sharing


Custos da Revista

A revista Anais Brasileiros de Estudos Turísticos - ABET tem acesso aberto e livre de taxas para submissão (no article submission charges), processamento (no article processing charges), leitura e download dos artigos.

ABET é um periódico exclusivamente online e utiliza o Open Journal Systems (OJS 2.4.8.1), sistema de código livre gratuito para a administração e a publicação de revistas desenvolvido com suporte e distribuição pelo Public Knowledge Project sob a licença GNU General Public License. Sua periodicidade é quadrimestral, a revisão é cega por pares e recebe trabalhos originais e inéditos, que não estejam em avaliação em outros meios publicação.

 

Exemplares em meio físico

A ABET é um periódico exclusivamente online (Open Journal System) e não possui exemplares disponíveis em meio físico.


Editoria da Revista

ABET é editada no Departamento de Turismo da Universidade Federal de Juiz de Fora/UFJF, pelo Observatório Econômico e Social de Turismo, com o apoio do Grupo de Pesquisa Conhecimento, Organização e Turismo - COGITO/CNPq. Está localizado à rua José Lourenço Kelmer, Campus Universitário, Instituto de Ciências Humanas (ICH), bloco A, sala A-II- 08. Bairro São Pedro, Cidade de Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil. CEP: CEP.:36036-330. Tel.: +55(32) 8838-3750. E-mail: abet.ufjf@gmail.com 

Processo de Avaliação pelos Pares

ABET possui uma política institucional de avaliação orientada para a captação e seleção e artigos originais, frutos de pesquisa científica em turismo, assim como artigos de revisão teórica ou ensaios teóricos sobre categorias e temas de fronteira no sentido de promover e contribuir para o avanço do conhecimento cientifico em turismo, seja no plano empírico seja no plano teórico.
 
Fundamentalmente, a visão que orienta esta revista a de ser uma periódico de referencial nacional e internacional a respeito do estado da arte da produção científica do conhecimento turístico no Brasil, congregando para isso contribuições dos principais pesquisadores em turismo do país, seja diretamente através de seus artigos ou indiretamente por meio de sua participação no conselho editorial ou como pareceristas, zelando assim para a certificação e chancelamento da qualidade dos trabalhos e do conhecimento aportado pela revista.
 
Para levar a cabo esta missão de selecionar trabalhos de peso, frutos de pesquisa empírica ou teórica, ABET lança mão de um conjunto de procedimentos e mecanismos formais inseridos em seus processos de avaliação mais amplos, quais sejam:
 
1)   As decisões sobre uma submissão são feitas por meio do sistema eletrônico de editoração de revistas (SEER).
2)   O autor, mediante o cadastro prévio neste site-sistema, deve submeter arquivos respeitando as normas que constam nas diretrizes para autores, cujos principais critérios são: originalidade, ineditismo, adequação ao escopo ou temática da revista, e seguir as práticas de doble blind peer review.
3)   Os critérios mais específicos utilizados pelos pareceristas podem ser conferidos na seção: Diretrizes para avaliação.

Normalmente uma avaliação é concluída em até 90 dias. Os pareceristas envolvidos neste processo são acadêmicos doutores com expertise nas mais diferentes subáreas temáticas do turismo que contribuem de forma voluntária para avaliação de trabalhos designados pelo editor chefe. Este editor designa para cada artigo que esteja adequado ao escopo da revista, dois avaliadores que tenham perfil ou um currículo-expertise que facilite na avaliação do trabalho. Todo o processo de comunicação, decisão é efetuado pelo sistema SEER, sendo que em casos específicos podem ser utilizados e-mail, para comunicação entre autor-editor, na qual não haja prejuízo do blindig.

Diretrizes para Autoreshttps://drive.google.com/file/d/0B9HM4t0EenbiYWFoX1Z2ZFZkSVE/view?usp=sharing

Critérios de Avaliaçãohttps://drive.google.com/file/d/0B9HM4t0EenbiMXl2X2J1T2Fqb2s/view?usp=sharing

Periodicidade

Quadrimestral

Período das edições e data de publicação:

1. (Janeiro-Abril) - publicação até a 1ª quinzena de Maio;

2. (Maio-Agosto) - publicação até a 1ª quinzena de Setembro;

3. (Setembro-Dezembro) - publicação até a 1ª quinzena de Janeiro.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Política de Publicação

Alinhada às melhores práticas de publicação, nacionais e internacionais, ABET exige o cumprimento dos seguintes critérios para publicação regular* de artigos: 

1. O manuscrito submetido deve ser uma contribuição original e inédita amparada por alguma linha temática inserida no escopo da revista. Caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao Editor".

2. O artigo não pode ter sido publicado previamente em nenhum periódico ou livro. Aceitam-se, no entanto, artigos apresentados em anais de congressos.

3. O texto não pode estar em avaliação, simultaneamente, em outro periódico, seja nacional ou internacional.

4. Os artigos poderão ter, no máximo, 3 (três) coautores, além do autor principal, totalizando assim, no máximo, 4 (quatro) pessoas por manuscrito.

5. ABET se reserva ao direito de postergar a uma edição ou volume (ano) subsequente um artigo aprovado, caso os autores ou coautores de uma mesma instituição já tenham publicado algum artigo no ano corrente, de forma a não ultrapassar 20% (índice de concentração) de instituições origem dos autores, assegurando assim o cumprimento de critérios nacionais e internacionais de qualidade e classificação dos periódicos.

6. Do mesmo modo, a fim de evitar concentração de autoria, ABET publicará apenas 1 texto de um mesmo autor por ano. Caso o autor tenha outro manuscrito aprovado, o mesmo será postergado para o ano seguinte.

7. ABET não publicará artigos nos quais o editor chefe e/ou editores associados figurem como autores ou coautores.

8. ABET poderá publicar manuscritos de autores ou coautores do Conselho Editorial, de membros do Conselho Científico e pessoas da própria Universidade Federal de Juiz de Fora se, e somente se, estes não estiverem envolvidos nos processos de avaliação do próprio artigo.

9. A fim de evitar endogenia institucional, artigos da UFJF serão publicados, em no máximo 20% (4,8 artigos ao ano).

10. Mesmo que cumpram os demais requisitos, só serão aceitos em desk review, para prosseguir no processo editorial, os manuscritos que estejam livres de identificação dos autores. A identificação de autoria do trabalho deve ser removida do arquivo através da opção “Propriedades no Word”, garantindo desta forma o critério de sigilo da revista, caso submetido para avaliação por pares (ex.: artigos), conforme instruções disponíveis em Assegurando a Avaliação Cega por Pares. ATENÇÃO! Esta condição é essencial para que o texto inicie o processo editorial de avaliação. Caso não cumpra este requisito, o manuscrito será imediatamente retornado ao autor.

11. As informações relativas à autoria deverão ser preenchidas diretamente no sistema, na aba “metadados”.

12. Os arquivos para submissão devem estar em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF (desde que não ultrapassem 2MB). Artigos que, porventura, ultrapassarem este tamanho poderão ser enviados diretamente pelo e-mail da revista: abet.ufjf@gmail.com

13.  O texto deverá estar em espaço simples; usar fonte arial narrow de 11-pontos; empregar itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento, como anexos.

14. O texto deve utilizar o sistema brasileiro de citações e referências, conforme disposto pela Associação Brasileira de Normas Técnicas, ABNT (norma 6023). O detalhamento completo dos padrões de estilo e requisitos bibliográficos estão descritos em Diretrizes para Autores, na seção Sobre a Revista. ATENÇÃO! Esta condição é essencial para que o texto inicie o processo editorial de avaliação. Caso não cumpra este requisito, o manuscrito será imediatamente retornado ao autor.

15. Todos os endereços “URL” devem estar ativos.

16.  Os artigos devem cumprir todos os tramites do processo editorial (cf. Política de Avaliação).

17. Os autores devem concordar com os seguintes termos relativos aos Direitos Autorais: 

1. A Universidade Federal de Juiz de Fora, por meio do seu Observatório Econômico e Social do Turismo (OEST), aqui denominado como o editorial, conserva os direitos patrimoniais (direitos autorais) das obras publicadas.

© Observatório Econômico e Social do Turismo (OEST), Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), 2019.

2. As obras públicas nesta revista eletrônica encontram-se sob uma licença Creative Commons Atribuição Não Comercial / Sem Derivações/ 4.0 / Internacional (CC BY-NC-ND 4.0). Pode-se copiar, usar, difundir, transmitir e expor publicamente, desde que: i) seja citada a autoria e a fonte original de sua publicação (revista, editorial e URL da obra); ii) não seja utilizada para fins comerciais; iii) seja mencionada a existência e as especificações desta licença de uso.

Indexadores

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fluxograma do Processo de Avaliação

https://drive.google.com/file/d/0B9HM4t0EenbiVjdtXzJudkMyUFk/view?usp=sharing

Fonte: Reproduzido do Guia sobre Sistema Eletrônico de Editoração de Revista – SEER, do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT, 2011), disponibilizados no portal http://seer.ibict.br/

Tutorial para Autores

http://seer.ibict.br/images/stories/file/tutoriais/tutorial_de_submissao_de_artigos.pdf

 

Fonte: Reproduzido do Guia sobre Sistema Eletrônico de Editoração de Revista – SEER, do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT, 2011), disponibilizados no portal http://seer.ibict.br/

Tutorial para Avaliadores

http://seer.ibict.br/images/stories/file/tutoriais/tutorial_de_avaliacao_de_artigos.pdf

 

Fonte: Reproduzido do Guia sobre Sistema Eletrônico de Editoração de Revista – SEER, do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT, 2011), disponibilizados no portal http://seer.ibict.br/

QUALIS

 

ISSN

Título

Área de Avaliação

Classificação

2238-2925

ANAIS BRASILEIROS DE ESTUDOS TURÍSTICOS

INTERDISCIPLINAR

B2

2238-2925

ANAIS BRASILEIROS DE ESTUDOS TURÍSTICOS

ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO

B3

2238-2925

ANAIS BRASILEIROS DE ESTUDOS TURÍSTICOS

SOCIOLOGIA

B3

2238-2925

ANAIS BRASILEIROS DE ESTUDOS TURÍSTICOS

CIÊNCIAS AMBIENTAIS

B4

2238-2925

ANAIS BRASILEIROS DE ESTUDOS TURÍSTICOS

GEOGRAFIA

B5

2238-2925

ANAIS BRASILEIROS DE ESTUDOS TURÍSTICOS

ENGENHARIAS III

B5

Fonte: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/veiculoPublicacaoQualis/listaConsultaGeralPeriodicos.jsf

Consultado: 06/02/2019.

Template para Submissão

https://drive.google.com/open?id=146AZQO0zGOmeBUXnSCr4zzDzkcPYioMo

Sponsors

Os editores agradecem à Pró-Reitoria de Graduação/PROGRAD pela concessão de bolsistas indispensáveis na operacionlização da revista, à Pró-Reitoria de Pós-Graduação pela instituição do portal de periódicos.

Fontes de Apoio