Indicadores para o Desenvolvimento Sustentável do Turismo de Base Comunitária: Um Estudo de Caso da Comunidade do Quilombo do Campinho da Independência, Paraty, Rio de Janeiro.

  • Thaís Rosa Pinheiro Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Turismo de base comunitária, Indicadores, Quilombo

Resumo

O turismo de base comunitária se caracteriza pela participação da comunidade no desenvolvimento da atividade turística, contribui para a valorização da identidade local e preservação do território. É uma alternativa ao modelo de turismo tradicional, que quando voltado somente para o crescimento econômico, afeta os destinos receptores, excluindo a cultura local. Tem como proposta o conceito de desenvolvimento sustentável, que aplicado ao turismo contribui também para a geração de emprego e renda para as comunidades receptoras. Possui desafios socioeconômicos e ambientais que remetem a necessidade de propiciar melhores condições de vida a comunidade local. O objetivo geral deste artigo é, a partir de um estudo de caso, propor um conjunto de indicadores de sustentabilidade para monitoramento da atividade turística no quilombo do Campinho da Independência e ressalta a importância de incluir áreas quilombolas dentro do setor censitário do IBGE. Apresenta como metodologia um estudo bibliográfico que busca identificar um conjunto de indicadores para a atividade turística, incorporados dentro das dimensões da sustentabilidade com base nos Indicadores de Desenvolvimento Sustentável (IDS) e referencial teórico.

Biografia do Autor

Thaís Rosa Pinheiro, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Mestranda da Pós Graduaçao em Memória Social na UNIRIO e bolsista Capes.Formada em Biblioteconomia e Turismo, com Especializaçao em Economia, Turismo pela UFRJ e Cultura e Análise Ambiental e Gestao do Território pela ENCE/IBGE.

Referências

BARRETO, Margarita. Turismo e Legado Cultural. Campinas, SP: Papirus, 2000.
BARTHOLO, R. (2009). Utilização de sustentabilidade na análise de destinos turísticos. Disponível em: <[http://www.ivt-rj.net/ ivt/edt/upl/relatorio_geral_cnpq.pdf], (acessado em 08 de agosto de 2012).
BELLEN, Hans Michel van. Indicadores de sustentabilidade: uma análise comparativa. 2. ed. 3. reimp. Rio de Janeiro: FGV, 2006.
HANAI, F. Y. Sistemas de Indicadores de Sustentabilidade: uma aplicação ao contexto de desenvolvimento do turismo na região de Bueno Brandão, estado de Minas Gerais, Brasil. 2009. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Ciências da Engenharia Ambiental – Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) – Universidade de São Paulo (USP), São Carlos – SP, 2009.
IBGE. (2012). Indicadores de Desenvolvimento Sustentável. Disponível em<[http://www.ibge.gov.br/home/geociencias/re- cursosnaturais/ids/default_2012.shtm],> acessado em 15 de agosto de 2012.
IRVING, Marta de Azevedo, MENDONÇA, Teresa Cristina de Miranda. Realidades e desafios na construção de projetos turísticos de base comunitária. In: TREVISAN, Salvador D. P. Comunidades Sustentáveis: a partir do turismo com base local. Ilhéus: Editus, 2006.p. 86-101.
KRIPPENDORF, Jost. Sociologia do turismo: para uma nova compreensão do lazer das viagens. São Paulo: Aleph, 2001.
MEADOWS, D. (1998). Indicators and information systems for sustainable development: a report to the Balaton Group. Hartland: The Sustainability Institute.
MINISTÉRIO DO TURISMO. Cartilha “Turismo de Base Comunitária”. Ministério do turismo, Governo Federal e Instituto Casa Brasil de Cultural, 2009.
MINISTÉRIO DO TURISMO. Programas de Regionalização do Turismo, 2010. Disponível em: http://www.turismo.gov.br/turismo/programas_acoes/regionalizacao_turismo/estruturacao_segmentos/turismo_cultural.html.> Acesso em 20 ago 2012.
ORGANIZACIÓN MUNDIAL DE TURISMO. Indicadores de desarrollo sostenible para los destinos turísticos : guía práctica. Madrid: OMT, 2005, 545.
PLANO NACIONAL DE TURISMO 2003-2007 Acesso 2/02/2012.
PLANO NACIONAL DO TURISMO-UMA VIAGEM DE INCLUSAO 2007-2010< http://www.turismo.gov.br/export/sites/default/turismo/o_ministerio/plano_nacional/downloads_plano_nacional/PNT_2007_2010.pdf> Acesso 2/02/2012.
SANSOLO, D. G.; BURSZTYN, I. Turismo de base comunitária: potencialidade no espaço rural brasileiro. In: BARTHOLO, R.; SANSOLO, D. G.; BURSZTYN, I. (Orgs.). Turismo de base comunitária: diversidade de olhares e experiências brasileiras. Rio de Janeiro: Letra e Imagem, 2009.
SEPPIR, 2008 Disponível em: http://www.seppir.gov.br/noticias/ultimas_noticias/2008/06/avancos_campinhoindp. > Acesso em 7 nov 2012.
Publicado
2014-05-15
Seção
RESULTADOS DE PESQUISA EMPÍRICA / EMPIRICAL RESEARCH RESULTS / RESULTADOS DE INVESTIGACIÓN EMPÍRICA