Pós-graduação em Lazer na América Latina: Tensões entre a Formação Profissional e o Mercado de Trabalho

  • Christianne Luce Gomes Universidade Federal de Minas Gerais / UFMG
  • Rodrigo Elizalde Grupo de pesquisa Otium/UFMG
  • Ana Carolina Ribeiro Grupo Otium/UFMG
Palavras-chave: Lazer, Formação, Mercado de trabalho

Resumo

Considerando os cursos de mestrado em Lazer/Tiempo Libre/Recreación desenvolvidos no contexto latino-americano, este artigo tem como objetivo discutir a relação entre formação e mercado de trabalho, bem como o papel das universidades neste processo. Embora o texto tenha sido fruto de uma pesquisa bibliográfica específica sobre o tema, a metodologia da pesquisa envolveu também a realização de entrevistas e de grupo focal. As análises empreendidas evidenciaram que a maioria dos cursos investigados tem enfoque profissional e procuram formar pessoas qualificadas para atender as demandas do mercado. Este aspecto foi priorizado na revisão bibliográfica apresentada neste texto, que levantou fundamentos para discutir as temáticas da formação, atuação e mercado de trabalho considerando o papel das instituições formativas na preparação de professores, pesquisadores e profissionais em nível de mestrado. Espera-se que esta pesquisa estimule a realização de estudos sobre a pós-graduação na América Latina na área do turismo, por exemplo, buscando conhecer as interfaces entre as propostas brasileiras e as existentes em outros países da região.

Biografia do Autor

Christianne Luce Gomes, Universidade Federal de Minas Gerais / UFMG
Doutora em Educação (2003) com Pós-Doutorado em Ciências Políticas e Sociais (2012); Mestre em Ciências do Esporte (1995); Especialista em Lazer (1994) e Licenciada em Educação Física (1992) pela Universidade Federal de Minas Gerais. É professora Associada da UFMG, onde ingressou em 1996. Leciona na Graduação (em Educação Física e em Turismo) e na Pós-graduação stricto sensu (Mestrado em Lazer) da UFMG, sendo membro do Colegiado desses cursos. Na Reitoria da UFMG, atuou como membro titular do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão-CEPE (2006-2009) e como membro titular da Câmara de Pós-Graduação (2005-2009). Representante da Área Interdisciplinar na Comissão CAPES/PROF da UFMG (2007-2010). Coordenou o Curso de Mestrado Acadêmico em Lazer/Interdisciplinar (2006-2009) e atualmente é subcoordenadora do Programa de Pós-graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer (2011-2013). É pesquisadora do Programa Pesquisador Mineiro da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (PPM) e da Rede Cedes do Ministério do Esporte. Membro do Conselho Científico e Diretor do Research Commitee 13 - Sociology of Leisure da Associação Internacional de Sociologia (ISA). Coordenadora da Divisão Científica Lazer e Entretenimento (DLE) do Seminário da ANPTUR - Assoc. Nac. de Pesquisa e Pós-graduação em Turismo (2008-2012); Coordenadora do GTT Lazer do CONBRACE/CBCE - Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte, associado a SBPC (2009-2011). Membro da Equipe Gestora e Coordenadora de Avaliação da Formação do Programa Esporte e Lazer da Cidade (PELC), do Ministério do Esporte (2010-2011). Membro da Comissão responsável pela elaboração do projeto de criação do Curso de Licenciatura em Educação Física: Esporte, Lazer e Meio Ambiente na América Latina, da Universidade Federal de Integração Latino-americana (UNILA). É coordenadora pedagógica do Centro de Estudos de Lazer e Recreação (CELAR) e líder do grupo de pesquisa "OTIUM - Lazer, Brasil & América Latina". Membro do Conselho Editorial/Parecerista de periódicos indexados nas áreas de Turismo, Educação Física e Educação. Tem experiência na área de Educação, com ênfase na abordagem Multi/Interdisciplinar, atuando com os temas: Lazer, turismo, educação, educação física, trabalho, formação profissional, políticas públicas, globalização, identidades, interculturalidade e América Latina, sendo esta última sua principal área de interesse na atualidade. Publicou vários livros e artigos sobre a temática do lazer. Suas primeiras publicações são assinadas como Christianne Werneck.
Rodrigo Elizalde, Grupo de pesquisa Otium/UFMG
Psicólogo; Mestre e Doutor em Educação, Pós-doutorando em Geografia na UFMG. Professor Substituto da UFMG.
Ana Carolina Ribeiro, Grupo Otium/UFMG
do curso de Turismo da UFMG, Graduada em Design de Produto pela UEMG. Foi bolsista Pibic/CNPQ e é membro do Grupo Otium: Lazer, Brasil & América Latina (UFMG/CNPq)

Referências

BRUNNER, J.J.; BALÁN, J.; COURARD, H.; COX, C.; DURHAM, E.; GARCÍA DE FANELLI, A.M.; KENT, R.; KLEIN, L.; LUCIO, R.; SAMPAIO, H.; SERRANO, M.; SCHWARTZMAN, S. Educación superior en America Latina: Una agenda de problemas, políticas y debates en el Umbral del año 2000. Proyecto de políticas comparadas de Educación Superior. Santa Fe de Bogotá: Universidad de Colombia, 1995.
CUNHA, L.A. Autonomia universitária: Teoria e prática. In: Universidad e investigación científica. Vessuri, H. Buenos Aires: CLACSO, 2006.
DEMO, P. Pesquisa e Construção de Conhecimento’: Metodologia científica no caminho de Habermas. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1994.
FERNANDES, V.L.C.; MONTENEGRO, G.M. Lazer e currículo: um olhar sobre o curso de educação física da universidade do estado do Pará entre 1999-2008. III Curso de Especialização em Lazer realizado pelo Curso de Educação Física da Universidade do Estado do Pará, Campus Belém, 2010.
FOLLARI, Roberto. Modificaciones epistemológicas actuales, oferta educativa y planificación curricular. Revista Educação. Porto Alegre, n.2 (56), p.171-183, mai./ago. 2005. Disponível em: . Acessado em 10 mai. 2011.
FOLLARI, Roberto. El curriculum y la doble lógica de inserción: Lo universitario y las prácticas profesionales. Revista Iberoamericana de educación superior (RIES). N. 2, V. 1, p.20-32, 2010. Disponível em: Acessado em: 05 jun. 2012.
GOMES, C.M; REJOWSKI, M. Lazer enquanto objeto de estudo científico: Teses defendidas no Brasil. Revista Licere, Belo Horizonte, v.8, p.9-28, 2005.
GOMES, C.L. Lazer e formação profissional: Saberes necessários para qualificar o processo formativo. In: FORTINI, J.L.M.; GOMES, C.L.; ELIZALDE, R. (Orgs.). Desafios e perspectivas da educação para o lazer = Desafíos y perspectivas de la educación para el ócio = Challenges and Propects of Education for leisure. Belo Horizonte: Editorial SESC/Otium, 2011. p.33-46.
GOMES, C.L. Estudos do Lazer e geopolítica do conhecimento. Revista Licere. Belo Horizonte, V.14, N.3, p.1-25, 2011a. Disponível em: . Acesso em 03/03/2012.
ISAYAMA, H.F. Recreação e Lazer como integrantes de currículos dos cursos de graduação em Educação Física. Campinas: Faculdade de Educação Física da Unicamp, 2002.
LAVILLE, C.; DIONNE, J. A construção do saber: manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas. Porto Alegre: Editora Artes Médicas Sul Ltda.; Belo Horizonte: Editora UFMG, 1999.
LIMA, M. C. Transdisciplinaridade e Construção do Conhecimento: O Desafio de uma Nova Acção Pedagógica. 2008. Disponível em http://www.webartigos.com/artigos/transdisciplinaridade-e-construcao-do-conhecimento-o-desafio-de-uma-nova-accao-pedagogica/7646/. Acessado em 24 de dezembro de 2011.
LÓPEZ SEGRERA, F. Escenarios Mundiales y Regionales de la Educación Superior. Revista Avaliação. Campinas/Sorocaba, V.2, N.3, 2007.
MORIN, E. Complexidade e transdisciplinaridade. Belo Horizonte: UFMG, 2001.
PAVIANI, J.; POZENATO, J.C. Universidade em Debate. Caxias do Sul: Universidade de Caxias do Sul, Coleção Ciclo, 1980.
SAVIANI, D. Saber escolar, currículo e didática: problemas de unidade conteúdo/método no processo pedagógico. Campinas: Autores Associados, 1994.
SILVA, T. T. Documentos de identidade - Uma introdução às teorias do currículo. Belo Horizonte: Autêntica, 1999.
SOARES, R. D. A concepção socialista da educação e os atuais paradigmas da qualificação para o trabalho: Notas introdutórias. Educação & Sociedade, ano XVIII, nº 58, 1997.
Publicado
2014-01-10
Seção
RESULTADOS DE PESQUISA EMPÍRICA / EMPIRICAL RESEARCH RESULTS / RESULTADOS DE INVESTIGACIÓN EMPÍRICA