Cenário da Produção Científica na Área de Lazer no Brasil

  • Andréa Ventura Valdívia Universidade Anhembi Morumbi
  • Daniela Soares de Oliveira Universidade Anhembi Morumbi
  • Luiz Octávio de Lima Camargo Universidade Anhembi Morumbi
Palavras-chave: Lazer. Turismo. Estado da Arte. Hospitalidade

Resumo

O presente artigo aborda a metodologia denominada de estado da arte produzida por estudos sobre a pesquisa em lazer no Brasil. A pesquisa está fundamentada em metodologia utilizada por Rejowski (1996), Gomes (2004) e Borges (2011), as duas primeiras que investigaram a produção científica em turismo, lazer e, a terceira, em comensalidade em família. Atualmente existem dois estudos relevantes sobre a produção científica em lazer, sendo o primeiro uma dissertação de mestrado e o segundo uma tese de doutorado, que serão exemplificados através dos quais se pretende contextualizar o lazer enquanto objeto de estudo em nosso país e analisar o cenário da pesquisa existente hoje, sobre o tema. Após análise comparativa dos dois estudos, conclui-se que há significativo aumento na produção científica na área de lazer nos últimos 10 anos, chegando a 150% de acréscimo neste estudo. Percebe-se também a necessidade de atualização constante na produção do estado da arte para sanar o problema da dispersão de conhecimento dos estudos na área de Lazer no Brasil.

Biografia do Autor

Andréa Ventura Valdívia, Universidade Anhembi Morumbi
Mestre em Hospitalidade, docente da graduação e pós graduação da Universidade Anhembi Morumbi
Daniela Soares de Oliveira, Universidade Anhembi Morumbi
Mestranda em Hospitalidade pela Universidade Anhembi Morumbi – Brasil Graduada em Nutrição e Coordenadora do Curso de nutrição da Faculdade ranco Montoro
Luiz Octávio de Lima Camargo, Universidade Anhembi Morumbi
Doutor em Sciences de l`Education pela Univ.Sorbonne-Paris. Docente do Programa de Mestrado em Hospitalidade da Univ.Anhembi Morumbi.

Referências

BAVARESCO, I. P. 1991.Práticas de participação democrática em projeto de turismo social: interior na praia e redescobrindo o interior.São Paulo: ECA / USP, 359p. (Tese de Doutorado).

BRAGA, L.S. 2005. Uma civilização sem alma: educação e revolução passiva. Campinas. Universidade Estadual de Campinas (Dissertação de Mestrado)


BORGES, A. M. B.2011. Análise da produção bibliográfica sobre comensalidade em família:os artigos levantados na base de dados ISI WEB OF SCIENCE (1990-2011).São Paulo: Anhembi Morumbi. ( Dissertação de Mestrado).

CAMARGO, L. O. L. Os domínios da hospitalidade. In BUENO, M. S. ; DENCKER, A. F. M. (Orgs). Hospitalidade: Cenários e oportunidades. São Paulo:ThoMson,2004.


DUMAZEDIER, J. Questionamento teórico do lazer. São Paulo: Sesc, 1975.

DUMAZEDIER, J. Sociologia empírica do lazer. São Paulo: Perspectiva, 1999


FERREIRA, A. Lazer operário: um estudo de organização social das cidades.
Salvador: Livraria Progresso, 1959.

GOMES, C. M. 2004. Pesquisa científica em lazer no Brasil: bases documentais e teóricas. São Paulo: ECA/USP (Dissertação de mestrado)


GOMES, C. M.; REJOWSKI, M. Lazer enquanto objeto de estudo científico: teses defendidas no Brasil. Licere, Belo Horizonte, v. 8, n. 2, p. 9-28, 2005.

ISAYAMA, H.F ;SOUSA, A.P.T. Lazer e educação física: análise dos grupos de pesquisa em lazer cadastrados na plataforma LATTES do CNPQ.Buenos Aires:Revista Digital, Ano 11, nº 99, 2006.


LARANJEIRAS, R. Estado da Arte do Direito Agrário no Mundo Contemporâneo. Associação Brasileira do Direito Agrario: Maranhão,2003. Disponível em: http://www.abda.com.br/texto/RaymundoLaranjeira.pdf Acesso em: 02 de março de 2012.

MARCASSA, L. A invenção do lazer: educação, cultura e tempo livre na cidade de São Paulo (1888-1935). Goiânia: Faculdade de Educação/UFG, 2002.(Dissertação, Mestrado em Educação Brasileira).


MARCELLINO, N. C. Lazer e educação. Campinas: Papirus, 1990.

MEDEIROS, E. B. O lazer no planejamento urbano. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1975.
PEIXOTO, E. O serviço de recreação operária e a conformação da classe operária no Brasil - década de 40. In: VII Seminário de Estudos e Pesquisas, História, Trabalho e Educação, 2006.

REJOWSKI , M. Turismo e pesquisa científica: pensamento internacional x situação brasileira. Campinas (sá & Sá, 2003)as: Papirus, 1996.


Sá, K. O. (2003). Lazer, trabalho e Educação: pressupostos ontologicos dos estudos do lazer no Brasil. Dissertação de Mestrado em Educação . Salvador, Brasil: Universidade Federal da Bahia.

SANTINI, Rita de Cássia Giraldi. 1993. Imaginário dos homens de negócios numa viagem turística pelo espaço arquitetônico da hotelaria. São Paulo: ECA/ USP, 241 p. (Tese de Doutorado)


WERNECK, C. L. G.; STOPPA, E; ISAYAMA, H.F.(Org.). Lazer e Mercado. Campinas: Papirus, 2001
Publicado
2014-01-10
Seção
RESULTADOS DE PESQUISA EMPÍRICA / EMPIRICAL RESEARCH RESULTS / RESULTADOS DE INVESTIGACIÓN EMPÍRICA