Lugares Turísticos Instagramáveis: autenticidade via imagem na era da sociedade midiática

  • Alan Faber Nascimento UFVJM

Resumo

Este ensaio teórico tem como objetivo problematizar o atual desejo social pelas viagens turísticas. Retomando uma tradição crítica presente na sociologia do turismo que anteviu no fenômeno turístico a emergência de uma realidade social cada vez mais imagética e sígnica, a hipótese do trabalho sustenta que o desejo pelas viagens turísticas passou a se pautar pela mesma lógica que caracteriza o consumo na chamada sociedade midiática, a saber: uma prática social tautológica, quase mimética, digitalmente compartilhada, em que não há ideia de surpresa, e na qual o objetivo é, sobretudo, se reconhecer naquilo que os outros turistas estão postando nas redes sociais. É o que se infere de lugares que se transformaram em atrativos turísticos por influência da rede social do Instagram. Para fazer o ensaio, foram utilizadas fontes bibliográficas e dados secundários extraídos de portais eletrônicos de revistas e jornais. O ensaio tem orientação teórica baseada no materialismo histórico-dialético.

Biografia do Autor

Alan Faber Nascimento, UFVJM

Graduado em Turismo e mestre em Ciências Sociais (ênfase em Sociologia) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2007), doutor em Geografia pela Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho", campus Rio Claro (2011), e pós-doutorado em Estudos do Lazer pela Universidade Federal de Minas Gerais (2018). Atualmente é Professor Associado I do curso de Turismo da UFVJM e do mestrado em Estudos Rurais da UFVJM. Tem produção científica nos seguintes temas: Sociologia e História do Turismo; Sociologia do Lazer; Comunidades Tradicionais. Endereço: Rodovia MGT 367 n. 5000 Alto da Jacuba, Gabinete 82, CEP.: 39 100 000, Diamantina / MG, Brasil. [ alanfaber@uol.com.br ] Lattes iD: http://lattes.cnpq.br/0185442935600199 ; Orcid iD: ? https://orcid.org/0000-0002-4291-2177

Publicado
2020-12-12