Notícias

Volume 17 número 1 Dossiê Olhar o sol e a morte: reflexões das Ciências Sociais sobre a pandemia de Covid-19 no Brasil.

2022-05-31

O volume 17, número 1, da Revista Teoria e Cultura nos aspresenta as recentes pesquisas desenvolvidas sobre a pandemia de Covid-19, contribuindo para uma reflexão que se faz necessária, com destaque para a pluralidade de abordagens e métodos selecionados com esmero. Organizado por Marta Mendes (UFJF), Leonardo Soares (UFPA) e Lilian Chaves (UFRR), o dossiê “Olhar o sol e a morte: contribuições das Ciências Sociais sobre a pandemia de Covid-19 no Brasil” reflete nosso empenho pela atualidade de temas e reflexões que nos permitem lançar luz sobre o cenário nacional, marcado por uma crise político-sanitária cuja extensão e impacto urge investigar. Nesta edição contamos ainda com quatro artigos do fluxo contínuo, duas resenhas e um ensaio fotográfico! Boa leitura!

Saiba mais sobre Volume 17 número 1 Dossiê Olhar o sol e a morte: reflexões das Ciências Sociais sobre a pandemia de Covid-19 no Brasil.

Edição Atual

v. 17 n. 1 (2022): Olhar o sol e a morte: reflexões das Ciências Sociais sobre a pandemia de Covid-19 no Brasil
Edição número 1, Volume 17 da Revista Teoria e Cultura. Dossiê Olhar o sol e a morte: contribuições das Ciências Sociais sobre a pandemia de Covid-19 no Brasil.

Volume 17 número 1 2022

Olhar o sol e a morte: reflexões das Ciências Sociais sobre a pandemia de Covid-19 no Brasil.

Publicado: 2022-05-31

Edição completa

Nota Editorial

Dossiê

Sobre os autores

Ver Todas as Edições

Teoria e Cultura é uma publicação semestral do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal de Juiz de Fora, destinada à divulgação e disseminação de textos na área de Ciências Sociais (antropologia, ciência política e sociologia), estimulando o debate científico-acadêmico. O projeto editorial contempla artigos científicos, verbetes, ensaios, resenhas, entrevistas, fotografias e traduções de textos da área de ciências sociais. A revista publica predominantemente em português e é aberta a outras línguas, havendo justificativa editorial. A revista está classificada, de acordo com a atual avaliação da CAPES, como QUALIS B2 em Sociologia.