INTERCULTURALIDADE NO BRASIL: ENTRE POLÍTICAS, EXCLUSÕES E RESISTÊNCIAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22195/2447-524620202532906

Resumo

Nesse artigo, analisamos o processo de construção de políticas voltadas à diversidade cultural no sistema educacional brasileiro. Parece-nos profícuo repensar a diversidade no contexto escolar à luz das potencialidades, desafios, obstáculos que todo educador enfrenta e precisa desenvolver para efetuar processos educativos que considerem e valorizem as diferenças culturais. Para possibilitar uma reflexão sobre o cenário etnocultural brasileiro, buscamos evocar o processo histórico que culminou em desigualdades ainda não solucionadas em relação à população indígena e negra; discutimos as políticas direcionadas às diferenças, direcionadas aos grupos que permanecem subalternizados desde o período colonial; e, apontamos alguns possíveis caminhos de superação das desigualdades não superadas, rumo a mudanças de paradigmas no que tange à gestão e valorização da diversidade etnocultural no sistema educacional brasileiro.

 

Biografia do Autor

Mylene Cristina Santiago, Universidade Federal Fluminense

Doutora em Educação UFRJ. Professora Adjunta do Departamento SSE, Faculdade de Educação/UFF.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Edição

Seção

Artigos