JOGOS DO FACEBOOK COMO AMBIÊNCIAS HÍBRIDAS FORMATIVAS NO ENSINO DE BIOLOGIA

  • Douglas Carvalho Amorim Universidade Federal de Alagoas
  • Luis Paulo Leopoldo Mercado Universidade Federal de Alagoas

Resumo

No contexto da cibercultura, em que as tecnologias digitais da informação e comunicação (TDIC) se apresentam como “salvadoras” ou “vilãs” na Educação, é necessária uma visão equilibrada em torno da abordagem delas em cenários educativos e os jogos digitais podem contribuir neste sentido. O estudo que deu origem a este artigo teve objetivo de investigar se os jogos do Facebook se configuram como ambiências híbridas formativas no processo de ensino e aprendizagem de Biologia. O estudo envolveu dois professores de Biologia e foi utilizada a entrevista semiestruturadas para a coleta de dados. Os dados coletados foram analisados utilizando a técnica análise do conteúdo. Os principais achados foram que existem jogos que se configuram como ambiências híbridas formativas sob mediação pedagógica dos professores.

Publicado
2020-05-03
Seção
Artigos