PEDAGOGIA HOSPITALAR: novos horizontes para o pedagogo.

  • Danielle Silva Pinheiro Wellichan Faculdade Anhanguera de Bauru
  • Cássia Aparecida Magna Oliveira Faculdade Anhanguera
Palavras-chave: Pedagogia Hospitalar. Classes hospitalares. Brinquedoteca. Pedagogo.

Resumo

O processo de internação hospitalar é algo inesperado para todos nós e para crianças e adolescente pode se tornar traumático, na medida que interrompe rotinas e atividades que proporcionam seu desenvolvimento diário. O afastamento da família e dos amigos pode despertar sentimentos dolorosos e até dificultar o processo de tratamento/cura. Ao interromper sua convivência na escola, seu desempenho escolar pode ser afetado também, comprometendo seu aprendizado e socialização. Diante disso, surge a preocupação do que pode ser feito no ambiente hospitalar para que esse período na vida deles seja o menos traumático possível. A pedagogia hospitalar pode contribuir para que direitos básicos, como a educação sejam respeitados, preservados e tenham sua continuidade. Mas para que isso aconteça, é preciso ampliar as discussões a respeito da pedagogia hospitalar, classe hospitalar e do profissional que a representa: o pedagogo.

Biografia do Autor

Danielle Silva Pinheiro Wellichan, Faculdade Anhanguera de Bauru
Educação - Faculdade Anhanguera de Bauru
Cássia Aparecida Magna Oliveira, Faculdade Anhanguera
Educação
Publicado
2017-12-28
Seção
Artigos