Do Estatuto Epistemológico da Filosofia da Educação: o embate entre reflexão e criação de conceitos

  • Antonio Joaquim Severino USP / UNINOVE
Palavras-chave: Filosofia da Educação, Reflexão, Criação de conceitos, Hermenêutica.

Resumo

Buscando clarear o estatuto da Filosofia da Educação, o ensaio aborda a crítica que a concepção da Filosofia de Educação como criação de conceitos endereça àquela que a vê como reflexão sobre os problemas educacionais. Defende a posição de acordo com a qual não ocorre incompatibilidade entre essas duas concepções, entendidas então como complementares, integrando uma perspectiva hermenêutica na busca do sentido da educação.

Biografia do Autor

Antonio Joaquim Severino, USP / UNINOVE
Professor aposentado de Filosofia da Educação na Faculdade de Educação da USP, na categoria de Professor Titular, MS-6. Licenciou-se em Filosofia na Universidade Católica de Louvain, Bélgica, em 1964. Na PUCSP, apresentou seu doutorado, defendendo tese sobre o personalismo de Emmamuel Mounier, em 1972. Prestou concurso de Livre Docência em Filosofia da Educação, na Universidade de São Paulo, em 2000. Em 2003, prestou concurso de titularidade. Dentre suas publicações, destacam-se Metodologia do trabalho científico (Cortez, 1975; 23. ed. 2007); Educação, ideologia e contraideologia. (EPU, 1986); Filosofia (Cortez, 1992; 3ed 2009); Filosofia da Educação (FTD, 1995; 2. ed. 1998); A filosofia contemporânea no Brasil: conhecimento, política e educação (Vozes, 1999); Educação, sujeito e história (Olho d´Água, 2002); Como ler textos filosóficos (Paulus, 2008); Filosofia na formação universitária (Arte Livros, 2010); Ensinar e aprender com pesquisa no ensino médio (Cortez, 2011) e vários artigos sobre temas de filosofia da educação. Seus estudos e pesquisas atuais situam-se no âmbito da filosofia e da filosofia da educação, com destaque para as questões relacionadas com a epistemologia da educação e para as temáticas concernentes à educação brasileira e ao pensamento filosófico e sua expressão na cultura latino-americana e brasileira.
Publicado
2016-04-29
Seção
Artigos