CONTEMPORÂNEO E ROMÂNTICO: O PRESENTE A PARTIR DA OBRA DE TAIGUARA

Autores

  • Luís Dadalti UFJF

DOI:

https://doi.org/10.34019/1983-8379.2022.v14.36559

Resumo

Partindo da provocação de que o compositor Taiguara, aqui perspectivado como um constante articulador de diversos temas políticos desde os primeiros momentos de sua carreira, foi frequentemente tido por um compositor romântico na acepção amorosa do termo, advoga-se, no presente artigo, que tal adjetivação pode ser estendida também no campo político de luta contra o capitalismo. Para tal, as obras de Lowy, Sayre e Agamben foram essenciais como base de pensamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-03-16

Edição

Seção

Artigos Temática Livre