PERFIS DESVIANTES NA NARRATIVA POLICIAL: O BANDIDO E O MALANDRO NA OBRA DE LUIZ ALFREDO GARCIA-ROZA

Autores

Resumo

Ao analisar a narrativa O silêncio da chuva (1996), de Luiz Alfredo Garcia-Roza [1936-2020], busca-se pensar papéis sociais (GOFFMAN, 2008), a questão do desvio (VELHO, 2013) e a linha tênue entre a figura do bandido (RODRIGUES, 2015), e a do malandro (DAMATTA, 1979), através de dois personagens: a secretária e o assaltante. O objetivo é analisar como são construídos estes tipos na narrativa policial na discussão social da representação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Valmir Moratelli, PUC-Rio

Doutorando do PPGCOM da PUC-Rio. Integrante do Grupo de Pesquisa “Narrativas da vida moderna na cultura midiática – dos folhetins às séries audiovisuais”. Email: vmoratelli@gmail.com / Orcid: https://orcid.org/0000-0002-6071-1360

Tatiana Helich, PUC-Rio

Doutoranda do PPGCOM da PUC-Rio. Integrante do Grupo de Pesquisa “Narrativas da vida moderna na cultura midiática – dos folhetins às séries audiovisuais”. Email: tatihelich@gmail.com/ Orcid: https://orcid.org/0000-0002-1078-6225

Downloads

Publicado

2022-03-16

Edição

Seção

Artigos Temática Livre