As Contribuições do Sistema Gastronômico Galeto Al Primo Canto para o Patrimônio Cultural e para o Desenvolvimento Turístico de Caxias do Sul (Brasil)

  • Rosana Peccini Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, SENAC, Brasil.
  • Edegar Luis Tomazzoni Universidade de São Paulo/USP
Palavras-chave: Turismo Gastronômico, Galeto al Primo Canto, Patrimônio Cultural, Caxias do Sul,

Resumo

O presente artigo estuda o caso da Galeteria Peccini, constituída pelo conjunto hotel e restaurante, localizada em Caxias do Sul, que se destacou no campo gastronômico. Essa galeteria desenvolveu-se como especialização de uma empresa familiar que já atuava com comida caseira. Nasceu, em 1950, como pioneira na cidade a introduzir o galeto al primo canto no seu cardápio comercial, representando o espírito empreendedor e a realização de uma visão inovadora da família. O objetivo geral da pesquisa é compreender os processos cultural, histórico e turístico de Caxias do Sul, que possibilitaram desenvolver o galeto al primo canto como sistema gastronômico. A pesquisa foi realizada por meio de fontes primárias, com técnicas da história oral e bibliogra a pertinente. Com base na investigação, constatou-se a importância do galeto al primo canto como sistema alimentar e como patrimônio cultural, além de motivador de passeios de lazer e de turismo.

Biografia do Autor

Rosana Peccini, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, SENAC, Brasil.

Professora de História, mestre em Turismo e pesquisadora do setor de Patrimônio Imaterial da Secretaria da Cultura de Caxias do Sul. Possui graduação em Licenciatura Plena em História pela Universidade de Caxias do Sul ( 1988 ) , MBA com ênfase em Recusos Humanos pela FACCAT (Faculdades de Taquara) ( dez/2007) Mestre em Turismo pela Universidade de Caxias do Sul (mai/2010).

Edegar Luis Tomazzoni, Universidade de São Paulo/USP
Docente da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH), da Universidade de São Paulo (USP). Doutor em Ciências da Comunicação  com Ênfase em  Turismo e Desenvolvimento Regional pelo Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação, ECA-USP – Universidade de São Paulo.

Referências

ANSARAH, M. Turismo e segmentação de mercados:
novos segmentos. In: TRIGO, Luiz G. (Ed.).
Análises regionais e globais do turismo brasileiro.
São Paulo: Roca, 2005.
BATISTA, C. M. Memória e identidade: aspectos
relevantes para o desenvolvimento do turismo
cultural, In: Caderno Virtual de Turismo, 17. set.
de 2005.
BENI, M. C.. Análise Estrutural do Turismo. São
Paulo: Editora SENAC, 2002.
BLOCH, M. Apologia da história, ou o ofício de
historiador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.
BONI, L. A. de; COSTA, Rovílio. Far la Mérica:
a presença italiana no Rio Grande do Sul. [S.1.].
Riocell,1991. V.3.
CAXIAS DO SUL, Prefeitura Municipal. Secretaria
Municipal da Cultura. Revista Memória de Caxias
do Sul pelo viés do patrimônio tombado. Caxias do
Sul: Gra lme, 2008.
CORÇÃO, M.. Memória gustativa e identidades: de
Proust à cozinha contemporânea. Curitiba,2006.
Disponível em: ufpr.br.> Acesso em 10 dez. 2011.
COSTA, R.; COSTELLA, I.; SALAME, P. A.;
SALAME, P. J. (Orgs). Imigração italiana no Rio
Grande do Sul: vida, costumes e tradições. Porto
Alegre: Sulina, 1974.
COSTA, R. et al. (Orgs.) Imigração italiana no Rio
Grande do Sul: vida, costumes e tradições. Porto
Alegre: Sulina, 1974.
CSERGO, J. A emergência das cozinhas regionais. In:
FLANDRIN, J. L; MONTANAR, M. História da
alimentação. São Paulo: Estação Liberdade, 1998.
DOLABELA, F. O segredo de Luíza. São Paulo:
Cultura, 2006.
DRUCKER, P. Inovação e espírito empreendedor.
São Paulo: omson/Pioneira, 2001.
23
FILION, L. J. Empreendedorismo: empreendedores
e proprietários-gerentes de pequenos negócios.
Revista de Administração, São Paulo v. 34, n. 2,
p.05-28, abril/junho 1999.
FINEP – Agência Brasileira de Inovação.
Disponivel em . Acesso em 10
de Dezembro de 2012.
GIMENES, M. H. S. G. Cozinhando a tradição:
festa, cultura e história no Paraná – 1970/2003.
Tese (Doutorado em História) – Curso de Pós-
Graduação em História, Universidade Federal do
Paraná, Curitiba, 2008.
GIRON, L. S. (Org.). Colonos e fazendeiros:
imigrantes italianos nos campos de Vacaria. Porto
Alegre: Edições Est., 2001.
_______L. S.; BERGAMASCHI, H. E. Casas
de negócios: 125 anos de imigração italiana e o
comércio regional. Caxias do Sul: Educs, 2001.
_______L. S.; BERGAMASCHI, H. E. Colônia:
um conceito controverso. Caxias do Sul: Educs,
1996.
_______L. S.; BERGAMASCHI, H. E. Terra e
homens: colônias e colonos no Brasil. Caxias do Sul:
Educs, 2004.
_______L. S. Dominação e subordinação: mulher
trabalho na pequena propriedade. Porto Alegre:
Edições Est., 2008.
HERÉDIA, V. B. M. Processo de industrialização da
zona colonial italiana. Caxias do Sul: Educs, 1997.
HUGON, P. História das doutrinas econômicas. São
Paulo: Atlas, 1984.
HUNT, E. K. História do pensamento econômico:
uma perspectiva crítica. Rio de Janeiro: Elsevier,
2005.
LE GOFF, J. História e memória. Campinas: Editora
da Unicamp, 2003.
LOHMANN, G; PANOSSO NETTO, A. Teoria
do turismo: conceitos, modelos e sistemas. São
Paulo: Aleph, 2008.
LOUREIRO, H.; GONÇALVES, A.. Receitas com
tradição. Lisboa: Quetzal Editores: Bertrand do
Brasil, 2004.
MONTANARI, M.; FLANDRIN, J. L. (Orgs).
História da alimentação. São Paulo: Estação
Liberdade, 1998.
MONTANARI, M. Comida como cultura. São
Paulo: Editora Senac, 2008.
_______. A fome e a abundância: história da
alimentação na Europa. Bauru: EDUSC, 2003.
PECCINI, R.. A invenção da galeteria: o galeto al
primo canto e o patrimônio cultural de Caxias do
Sul. Caxias do Sul: Educs, 2011.
PECCINI, R.; POSSAMAI, A. M. De P. Turismo,
História e Gastronomia: uma viagem pelos sabores.
Caxias do Sul: Educs, 2011.
PESAVENTO, S. J. História & História Cultural.
Belo Horizonte: Autêntica, 2008.
PITTE, J. R. Nascimento e expansão dos
restaurantes. In: FLANDRIN, J. L; MONTANARI,
M. História da alimentação. São Paulo: Estação
Liberdade, 1998.
POZENATO, K. M. M.; GIRON, L. S. Identidade:
cultura e sociedade. In: Métis: história & cultura.
Caxias do Sul: Educs, 2007.
REBORA, G.. La civiltà della forchetta: storie di
cibi e di cucina. Roma-Bari: Laterza & Figli Spa,
2009.
SANDRI, A. La polenta nella cucina veneta. Padova:
Franco Muzzio Editore, 1980.
SANTOS, C. R. A. A Alimentação e Seu Lugar
Na História: Os Tempos da Memória Gustativa.
História. Questões e Debates. Curitiba: n. 42 jan/
jun, 2005. v. 1, p. 11-31.
_______O lugar da alimentação na história. In:
Gastronomia: cortes & recortes. 2. ed. Brasília:
Editora Senac, 2007.
24
_______ História da alimentação do Paraná.
Curitiba: Juruá, 2007.
_______ Vida material e econômica. Curitiba:
SEED, 2001.
SARTI, R.. Abitare, Mangiare, Vestire: nell’Europa
moderna.Bari (Italy) Laterza & Figli Spa, 2008.
SAVARIN, B. A siologia do gosto. São Paulo:
Companhia das Letras, 1995.
SORCINELLI, P. Alimentação e saúde. In:
FLANDRIN, J. L; MONTANARI, M. História da
alimentação. São Paulo: Estação Liberdade, 1998.
SPANG, R. L. A invenção do restaurante. Rio de
Janeiro: Record, 2001.
TOMAZZONI, E. L. Turismo e desenvolvimento
regional: dimensões, elementos e indicadores.
Caxias do Sul: Educs, 2009.
URRY, J. O olhar do turista: lazer e viagens nas
sociedades contemporâneas. São Paulo: Studio
Nobel - SESC, 1996.
Publicado
2013-08-12
Seção
RESULTADOS DE PESQUISA EMPÍRICA / EMPIRICAL RESEARCH RESULTS / RESULTADOS DE INVESTIGACIÓN EMPÍRICA