v. 3 n. 1 (2019): Homa Publica - Revista Internacional de Direitos Humanos e Empresas
Artigos regulares

Diferentes formas de valoração do ambiente: conflitos entre camponeses e mineradora na Zona da Mata Mineira

Alice Nogueira Monnerat
Universidade Federal de Juiz de Fora | Juiz de Fora, Minas Gerais - Brasil
Biografia
Julio Cesar Pereira Monerat
Universidade do Estado do Rio de Janeiro | Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Biografia
Publicado January 31, 2019
Palavras-chave
  • Campesinato,
  • Conflito,
  • Economia,
  • Ecologia,
  • Mineração
Como Citar
MONNERAT, A. N.; MONERAT, J. C. P. Diferentes formas de valoração do ambiente: conflitos entre camponeses e mineradora na Zona da Mata Mineira. Homa Publica - Revista Internacional de Direitos Humanos e Empresas, v. 3, n. 1, p. e:041, 31 jan. 2019.

Resumo

O avanço da mineração de bauxita no entorno do Parque Estadual da Serra do Brigadeiro, na Zona da Mata Mineira ameaça a territorialidade camponesa ali desenvolvida ao longo de gerações e coloca em confronto duas maneiras distintas de valorar o ambiente. Enquanto a mineradora estabelece um cálculo meramente econômico para os impactos por ela produzidos, as comunidades camponesas consideram valores culturais, simbólicos, religiosos e históricos incapazes de serem medidos pela escala monetária. O conflito entre as diferentes formas de valoração revela, dessa forma, uma agressão aos direitos humanos dessas comunidades.

Referências

BENSAÏD, Daniel. Os irredutíveis: teoremas da resistência para o tempo presente. São Paulo, Boitempo, 2008.

CARVALHO, Horácio Martins de. Na sombra da imaginação (3) - Reflexão a favor dos camponeses. Curitiba, abril de 2011. Disponível em: http://www.reformaagrariaemdados.org.br/biblioteca/artigo-e-ensaio/na-sombra-da-imagina%C3%A7%C3%A3o-3-o-campon%C3%AAs-esupera%C3%A7%. Acesso em 17/07/2018.

CASTELLS, Manuel. O poder da identidade – volume II. São Paulo: paz e Terra, 1999.

CNBB [Conferência Nacional dos Bispos do Brasil]. A Igreja e a questão agrária no início do Século XXI – Documento 101. São Paulo: CNBB, 2014.

FERREIRA NETO, Paulo Sérgio. O Centro de Tecnologias Alternativas da Zona da Mata e a Serra do Brigadeiro. In: SIMPÓSIO [sobre] Contribuições para Elaboração do Plano de manejo Integrado e Participativo PESB e Entorno. Viçosa: UFV, 2000.

FÓRUM de Defesa da Vida e do Meio Ambiente. Projeto de morte, projeto de vida. Leopoldina: Cáritas Diocesana de Leopoldina, 2012. Vídeo-documentário. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=wl7yuQ8isRc&list=UUHOrWp0sUZhWKextJs8_GGA. Acesso: 01/08/2018.

FÓRUM de Defesa da Vida e do Meio Ambiente. Relatório de atividades 1994-2012: da Comissão dos Atingidos pela Mineração ao Fórum de Defesa da Vida e do Meio Ambiente. Relatório: 2013.

GIRARDI, Eduardo Paulon. Proposição teórico-metodológica de uma cartografia geográfica crítica e sua aplicação no desenvolvimento do atlas da Questão Agrária brasileira. Tese (doutorado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências e Tecnologia. Presidente Prudente: [s.n], 2008.

MARQUES, Luiz. Capitalismo e colapso ambiental. Campinas-SP: Editora da Unicamp, 2015.

MARTÍNEZ ALIER, Joan. O ecologismo dos pobres: conflitos ambientais e linguagens de valoração. São Paulo: Contexto, 2017.

OLIVEIRA, João Carlos Lima de. Apresentações institucionais: Instituto Estadual de Florestas (IE-MG). In: SIMPÓSIO [sobre] Contribuições para Elaboração do Plano de manejo Integrado e Participativo PESB e Entorno. Viçosa: UFV, 2000.

PORTO-GONÇALVES, Carlos Walter. A ecologia política na América Latina: reapropriação social da natureza e reinvenção dos territórios. R. Inter. Interdisc. INTERthesis, Florianópolis, v.9, n.1, p.16-50, Jan./Jul. 2012. (https://periodicos.ufsc.br/index.php/interthesis/article/view/1807-1384.2012v9n1p16).

RAFFESTIN, Claude. Por uma geografia do poder. São Paulo: Ática, 1993.

RAFFESTIN, Claude. Uma concepção de território, territorialidade e paisagem. In: PEREIRA, Sílvia; COSTA, Benhur; SOUZA, Edson. Teorias e práticas territoriais: análises espaço-temporais. São Paulo: Outras Expressões, 2012.

RIBEIRO, Marlene. Movimento camponês, trabalho e educação: liberdade, autonomia, emancipação: princípios/fins da formação. São Paulo: Expressão Popular, 2010.

ROTHMAN, Franklin. A Expansão dos Projetos de Barragens e Mineração na Zona da Mata. In: ZHOURI, Andréa; LASCHEFSKI, Klemens. Desenvolvimento e conflitos ambientais. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.

SANTOS, Milton. A natureza do espaço: técnica, tempo, razão e emoção. São Paulo: EDUSP, 2009.

SAQUET, Marcos Aurélio. Abordagens e concepções de território. São Paulo: Expressão Popular, 2010.

SAQUET, Marcos Aurélio. Por uma geografia das territorialidades e das temporalidades: uma nova concepção multidimensional voltada para a cooperação e para o desenvolvimento territorial. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

SENSATO, Elisa. Entre promessas e contradições: dilemas da ação política na trajetória do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Muriaé. Dissertação de Mestrado em Extensão Rural, Universidade Federal de Viçosa, 2013.

TERRITÓRIO Rural Serra do Brigadeiro. Diferentes visões de desenvolvimento sustentável no entorno da Serra do Brigadeiro – carta aos participantes do Fórum de Desenvolvimento Rural Sustentável (comunicado 02/2011). Miradouro, setembro de 2011.