A Educação Matemática Crítica em uma turma do “Novo” Ensino Médio

Autores

Palavras-chave:

Educação Matemática Crítica, Novo Ensino Médio, Programa de Residência Pedagógica

Resumo

Objetiva-se através deste artigo, relatar o trabalho desenvolvido em uma turma de aprofundamento em Matemática no 2° ano do “Novo” Ensino Médio por meio da Educação Matemática Crítica, que é uma das Tendências em Educação Matemática e tema de pesquisas de estudiosos desta área. Foi desenvolvida em uma escola pública, pelos acadêmicos do Programa de Residência Pedagógica, a elaboração e aplicação de atividades abordando temas diversificados e interdisciplinares tanto em âmbito político quanto social, que estão atualmente em discussão. Essas atividades foram estruturadas a partir de reportagens acerca do assunto e através de questões que tinham como objetivo perceber as disparidades das diversas áreas da sociedade, utilizando conceitos matemáticos para investiga-las. Esta metodologia, pautada na análise estatística de gráficos e tabelas, permite entender como as habilidades matemáticas podem ser aplicadas para interpretar e resolver problemas do mundo real. Os dados afluem para o que defende a Base Nacional Comum Curricular, pois, tanto a Educação Matemática Crítica quanto o documento normativo enfatizam a importância de contextualizar os conteúdos matemáticos, relacionando-os a situações do cotidiano dos alunos. Isso contribui para a compreensão mais profunda e significativa dos conceitos. Enquanto reflexões, os estudantes chegaram à conclusão de que a Matemática versada a temas sociopolíticos são interesses comuns, pois estes são assuntos que eles já estão envolvidos diariamente, sendo capaz de engajá-los em questões sociais e aplicações da Matemática em contextos reais. Foi possível concluir que a Educação Matemática Crítica como tendência de ensino é indispensável para ter estudantes abertos ao mundo, oportunizando momentos de protagonismo, dando ênfase na sua criatividade, dialogicidade, senso crítico e não somente a mera memorização de fórmulas e procedimentos matemáticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Saulo Macedo de Oliveira, Universidade Estadual de Montes Claros - Unimontes

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação, na linha de pesquisa Educação Matemática, da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). Licenciado em Matemática pela Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), Montes Claros, Minas Gerais, Brasil. ORCID: https://orcid.org/0009-0002-8183-149X - Lattes: http://lattes.cnpq.br/3110715527396686 - E-mail: saulomacedo308@gmail.com

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 23 dez. 2023.

CARAÇA, Bento de Jesus. Conceitos fundamentais da matemática. 1951. Disponível em: <https://im.ufrj.br/~nedir/disciplinas-Pagina/Caraca_ConceitosFundamentais.pdf>. Acesso em: 23 dez. 2023.

FERRETTI, C. J. A reforma do Ensino Médio e sua questionável concepção de qualidade da educação. Estudos Avançados, v. 32, n. 93, p. 1-18, 2018. DOI: 10.5935/0103-4014.20180028.

MACHADO, José Nilson. Matemática e língua maternal: análise de uma impregnação mútua. São Paulo: Cortez: Autores Associados. 1990.

MUSSI, R. F. de F.; FLORES, F. F.; ALMEIDA, C. B. de. Pressupostos para a elaboração de relato de experiência como conhecimento científico. Práxis Educacional, Vitória da Conquista, v. 17, n. 48, p. 60-77, 2021. DOI: 10.22481/praxisedu.v17i48.9010.

OLIVEIRA, S. M. de.; BORGES, J. J. O.; LOPES, R. Mapeamento de pesquisas sobre o Teorema de Pick em contextos da Educação Básica no período de 2014 a 2021. Revista de Investigação e Divulgação em Educação Matemática , v. 7, n. 1, 2023. DOI: 10.34019/2594-4673.2023.v7.42519.

OLIVEIRA, S. M. de.; LOPES, R. O Júri Simulado como metodologia ativa no curso de Licenciatura em Matemática. Educação Matemática Debate, Montes Claros, v. 7, n. 13, p. 1–17, 2023. DOI: 10.46551/emd.v7n13a13.

OLIVEIRA, S. M. de; LOPES, R. Os Conjuntos Numéricos na perspectiva da História da Matemática em uma turma da Educação de Jovens e Adultos. Revista Baiana de Educação Matemática, v. 5, n. 1, p. e202403, 2024. DOI: 10.47207/rbem.v5i1.19570.

OLIVEIRA, S. M. de. A Gincana Matemática como metodologia de ensino e aprendizagem: um Relato de Experiência à luz das teorias da Aprendizagem Significativa e Experiencial. Revista Multidisciplinar do Vale do Jequitinhonha - ReviVale, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - Campus Araçuaí, v. 3, n. 2, p. 1–15, 2023. DOI: 10.56386/2764-300x2023224.

SKOVSMOSE, Ole. Educação crítica: Incerteza, Matemática, Responsabilidade. São Paulo: Cortez Editora, 2007.

SKOVSMOSE, Ole. Desafios da reflexão em Educação Matemática Crítica. Campinas, SP: Papirus. 2008.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Rio de Janeiro: Vozes, 2002.

Downloads

Publicado

2024-04-15

Como Citar

OLIVEIRA, S. M. de. A Educação Matemática Crítica em uma turma do “Novo” Ensino Médio. Revista de Investigação e Divulgação em Educação Matemática , [S. l.], v. 8, n. 1, 2024. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ridema/article/view/43811. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Relatos de Experiência