Demandas Formativas em Matemática de Professores do 5º ano do Ensino Fundamental

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34019/2594-4673.2023.v7.41105

Palavras-chave:

Formação de professores, Anos iniciais, Saberes docentes, Conhecimento matemático

Resumo

O professor pedagogo depara-se com o que ele geralmente considera um aumento de complexidade dos conhecimentos matemáticos, sobretudo no 5º ano, último ano do primeiro ciclo do ensino fundamental. Explorar, em sala de aula, frações e números decimais, conceitos geométricos e estatísticos, dentre outros objetos do conhecimento, presentes na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), torna-se, muitas vezes, um grande desafio ao professor do 5º ano.  Aliada a esse contexto, impera-se, no ambiente escolar, a crença de que a Matemática é uma área para poucos, o que interfere diretamente na predisposição do professor em desejar conhecê-la e ensiná-la por meio de práticas inovadoras. O presente trabalho apresenta um recorte da primeira fase da pesquisa intitulada “Demandas Formativas do(a) Professor(a) do 5º ano do Ensino Fundamental em Matemática: um estudo na Rede Municipal de Ensino de Cuiabá”, desenvolvida no âmbito da Pró-Reitoria de Pesquisa da Universidade Federal de Mato Grosso, com o foco nas necessidades apresentadas pelo professor. O problema, neste recorte da pesquisa, refere-se a uma das perguntas do questionário inicial, a questão 27 - Indique de 1 a 3 (sendo 1 pouco relevante, 2 relevante e 3 muito relevante), suas necessidades formativas quanto aos aspectos dos processos de ensino e de aprendizagem da Matemática, que nos possibilitou identificar parte das necessidades formativas dos professores e definir a dinâmica das ações formativas que foram ofertadas a esses professores no segundo semestre de 2022. Como respostas a essa pergunta, verificou-se que os professores pedagogos da Rede Municipal de Ensino de Cuiabá, que atuam no 5º ano do ensino fundamental, demonstram necessidade de conhecer práticas que tornem o conhecimento mais significativo para as crianças, de saber como os alunos raciocinam sobre as questões matemáticas, compreender e estudar melhor a BNCC e relacionar o conteúdo matemático com situações cotidianas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Fabiana de Castro Silva, Universidade Federal do Mato Grosso

Mestranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Professora de Matemática da educação básica da Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (SEDUC-MT), Cuiabá, MT, Brasil. Endereço para correspondência: Rua 55, 281, apto 07, Cuiabá, Mato Grosso, Brasil, CEP: 78068-720. ORCID iD: https://orcid.org/0000-0001-8449-4877. Lattes: http://lattes.cnpq.br/6316382308428220. E-mail: fabikastro@gmail.com.

Lídia Antonia de Siqueira San Martín de Souza, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Mestranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Professora da educação básica da Secretaria Municipal de Educação de Cuiabá (SME), Cuiabá, MT, Brasil. Endereço para correspondência: Rua Ana Clara de Almeida, 82, Cuiabá, Mato Grosso, Brasil, CEP 78030-245. ORCID iD: https://orcid.org/0009-0006-6144-4088. Lattes: http://lattes.cnpq.br/1760572951080155 . E-mail: lidiasan72@gmail.com

Sueli Fanizzi, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)

Doutora e Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (FEUSP). Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, Mato Grosso, Brasil. Endereço para correspondência: Rua Luiz Antônio de Figueiredo, 112, apto 1303, Jardim Petrópolis, Cuiabá - MT, CEP 78070-090. ORCID iD: https://orcid.org/0000-0001-6436-8742. Lattes: http://lattes.cnpq.br/2276513640050250. E-mail: suelifanizzi@gmail.com.

Referências

ALMEIDA, P. C.; BIAJONE, J. Saberes docentes e formação inicial de professores: implicações e desafios para as propostas de formação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 33, n. 2, p. 281-295, maio/ago. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ep/v33n2/a07v33n2.pdf. Acesso em: 30 abr. 2023.

BRASIL, Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518. Acesso em: 30 abr. 2023.

COUTO, S.; RIBEIRO, M. Conhecimento interpretativo do professor que ensina Matemática: o caso do cubo. Espaço Plural, [S. l.], v. 18, n. 36, p. 174–195, 2018. Disponível em: https://saber.unioeste.br/index.php/espacoplural/article/view/19716. Acesso em: 25 abr. 2023.

CUNHA, D.R. A matemática na formação de professores dos anos iniciais do ensino fundamental: relações entre a formação inicial e a prática pedagógica. Porto Alegre, 2010. Disponível em: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/3394. Acesso em: 25 abr. 2023.

NÓVOA, A. Firmar a posição como professor, afirmar a profissão docente. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, v. 47, n. 166, p. 1106-1133, out./dez. 2017. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cp/a/WYkPDBFzMzrvnbsbYjmvCbd/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 30 mar. 2023.

ORTEGA, E. M. V.; SANTOS, V. de M. A relação dos alunos do Curso de Pedagogia com o conhecimento matemático e seu ensino: um estudo longitudinal. HOLOS, [S.l.], v. 2, p. 207- 224, jun. 2018. DOI: 10.15628/holos.2018.5724. Disponível em: https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/5724. Acesso em: 20 abr. 2023.

RIBEIRO, M. Conhecimento Interpretativo para Ensinar Matemática e História da (Educação) Matemática: contributos para a Formação. Educação & Linguagem (Online), v.20, p.47-72, 2017. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/EL/article/view/8676/6208. Acesso em 30 abr. 2023.

SCHÖN, D. A. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NÓVOA, A. (coord.) Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1995, p. 77-91.

SERRAZINA, M. L. M. A formação para o ensino da Matemática: perspectivas futuras. In: SERRAZINA, M. L. M. (Org.). A formação para o ensino da Matemática na educação pré-escolar e no 1º ciclo do ensino básico. (pp. 9-19). Lisboa: Porto, 2002. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/262002657_A_formacao_para_o_ensino_da_Matema. Acesso em: 20 abr. 2023.

SHULMAN, L. S. Conhecimento e ensino: fundamentos para a nova reforma. Cadernos Cenpec | Nova série, [S.l.], v. 4, n. 2, jun. 2014. ISSN 2237-9983. Disponível em: http://cadernos.cenpec.org.br/cadernos/index.php/cadernos/article/view/293. Acesso em: 20 abr. 2023.

Downloads

Publicado

2023-08-14

Como Citar

SILVA, F. de C.; SOUZA, L. A. de S. S. M. de .; FANIZZI, S. Demandas Formativas em Matemática de Professores do 5º ano do Ensino Fundamental. Revista de Investigação e Divulgação em Educação Matemática , [S. l.], v. 7, n. 1, 2023. DOI: 10.34019/2594-4673.2023.v7.41105. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ridema/article/view/41105. Acesso em: 19 jun. 2024.

Edição

Seção

GT 19 - Educação Matemática - Trabalhos das Reuniões Regionais da Anped – 2022