Origem, dilemas e caminhos para a formação continuada de professores em nível stricto sensu profissional e uma nova fronteira

Palavras-chave: Pós-graduação profissional, Possibilidade, Internvenção, Identidade, Nova fronteira

Resumo

Neste artigo, objetiva-se sintetizar discussões que ocorreram durante uma palestra proferida no III Encontro de Mestrados e Doutorados Profissionais em Educação e Ensino de Minas Gerais, em 2019, na Universidade Federal de Juiz de Fora, em relação a origens, dilemas e caminhos para a formação continuada de professores em cursos profissionais de pós-graduação. O texto apresenta os primeiros passos dados para os estudos de pós-graduação no Brasil, no século passado. Optou-se pela análise documental em levantamento inicial da origem da pós-graduação institucionalizada no Brasil, de modo a trazer luz à contemporaneidade. Propõe-se ainda pensar a pesquisa e o produto educacional sobre a prática pedagógica, sob perspectiva da construção de identidade de projetos, para a incessante consolidação desses cursos de pós-graduação stricto sensu profissional neste país. Por fim, o manuscrito ancora-se na experiência vivenciada e em bases teóricas para chegar à concepção que atualmente estamos a estabelecer: o Doutorado Profissional como a mais nova fronteira de pós-graduação.

Referências

BRASIL. MEC. Parecer nº 977/65. Câmara de Educação Superior. Brasília, 1965.
BRASIL. CAPES. Portaria nº 389. Institui o Doutorado Profissional. 2017.
BRASIL. CAPES. Documento de Área – Ensino, 2019. Disponível em: https://capes.gov.br/images/Criterios_apcn_2019/ensino.pdf Acesso: 20 maio 2020.
CASTELLS, Manuel. O Poder da Identidade. Trad.: Klauss Brandini Gerhardt. v. 2, 6. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2008.
GATTI, Bernadete Angelina et. al. Professores do Brasil: novos cenários de formação. UNESCO, Brasília, 2019.
LOPES, Alice Casemiro; BORGES, Verônica Formação Docente, Um Projeto Impossível. Cadernos de Pesquisa. v. 45, n.157 p. 486-507. 2015.
MOREIRA, M. A., NARDI, R. O Mestrado Profissional na Área de Ensino de Ciências e Matemática: alguns apontamentos. RBECT. v. 2, n. 3. 2009.
VERHINE, R. E. Pós-graduação no Brasil e nos Estados Unidos: Uma análise comparativa. Educação, Porto Alegre, v. 31, n. 2, p. 166-172, maio/ago. 2008.
Publicado
2020-08-05
Seção
Programas Profissionais