Sobre o lugar da História na formação de Professores de Matemática: um ensaio

  • Antonio Vicente Marafioti Garnica UNESP
Palavras-chave: Formação de professores de Matemática, Educação matemática, História da Educação Matemática, Ideologia

Resumo

O artigo discute o lugar da História da Educação Matemática em cursos de formação de professores de Matemática, propondo parâmetros para a criação de uma disciplina específica, defendendo a possibilidade de outra formas – transversais – de ação e atentando para as ideologias que têm caracterizado os cursos superiores de formação docente.

Referências

CURY, H.N., VIANNA, C.R. (Orgs.). Formação do professor de matemática: reflexões e propostas. Santa Cruz do Sul: IPR, 2012.
CURY, H. N.. Formação de professores de matemática: uma visão multifacetada. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2001.
FERREIRA, A.C., BRITO, A. de J., MIORIM, M.A. (Orgs.). Histórias de Professores que ensinaram Matemática no Brasil. Campinas: Ilion, 2012.
GARNICA, A.V.M, SOUZA, L.A. de. Elementos de História da Educação Matemática. São Paulo: UNESP/Cultura. Acadêmica, 2012.
GARNICA, A.V.M.. (Org.). Pesquisa em História da Educação Matemática no Brasil: sob o signo da pluralidade. São Paulo: Livraria da Física, 2016.
GARNICA, A.V.M. Uma agenda para a História da Educação Matemática no Brasil? Revista de História da Educação Matemática. SBHMat. Ano 01, número 01, p. 104-127, 2015.
GOMES, M.L.M. O ENAPHEM e a História da Educação Matemática no Brasil: comemorar, pertencer, problematizar. In GARNICA, A.V.M.. (Org.). Pesquisa em História da Educação Matemática no Brasil: sob o signo da pluralidade. São Paulo: Livraria da Física, p. 93-103, 2016.
MIORIM, M.A. Introdução à História da Educação Matemática. São Paulo: Atual, 1998.
MIORIM, M.A. e MIGUEL, A. Os logaritmos na cultura escolar brasileira. Campinas: Faculdade de Educação da UNICAMP/SBHMat, 2001.
MIGUEL, A. O que dizem os estudos já elaborados sobre a emergência da História da Educação Matemática no Brasil? In VALENTE, W. R. (Org.). História da Educação Matemática no Brasil: problemáticas de pesquisa, fontes, referências teóricometodológicas e histórias elaboradas. São Paulo: Livraria da Física, p. 28-43, 2014.
RIOS, D.F. Contribuições dos Lugares de Memória para a Formação de Professores de Matemática. Acta Scientiae. ULBRA: Canoas (RS). Edição especial, p. 05-23, 2015.
SILVA, H. da. A História oral como abordagem em espaços formativos formais para professores de Matemática. Revista de História da Educação Matemática. SBHMat. Ano 02, número 03, p. 168-184, 2016.
SOUZA, A.C.C. de., PERES, G., BICUDO, I., BICUDO, M.A.V., SILVA, M.G.P. da, BALDINO, R.R., CABRAL, T.B. Diretrizes para a Licenciatura em Matemática. BOLEMA, Rio Claro – SP, v. 6, n. 7, p. 90-99, 1991.
SOUZA, L.A. Trilhas na construção de versões históricas sobre um Grupo Escolar. Tese de Doutoramento em Educação Matemática. UNESP-Rio Claro, 2011.
THOMPSON, J.B. Ideologia e Cultura Moderna: teoria social crítica na era dos meios de comunicação de massa. Rio de Janeiro: Vozes, 1995.
VALENTE, W.R. Uma história da matemática escolar no Brasil, 1730-1930. São Paulo: AnnaBlume, 1999.
VALENTE, W. R. (Org.). História da Educação Matemática no Brasil: problemáticas de pesquisa, fontes, referências teóricometodológicas e histórias elaboradas. São Paulo: Livraria da Física, 2014.
VIANNA, C.R. Vidas e Circunstâncias na Educação Matemática. Tese de Doutoramento em Educação. FE/USP, 2000.
Publicado
2017-09-29
Seção
Artigos