Infâncias e espacialização da vida na cidade: diálogos com Martha Muchow

Autores

Palavras-chave:

Crianças e infâncias, Espacialização da Vida, Martha Muchow

Resumo

A busca pela compreensão das vivências infantis e suas espacialidades produz inquietações que nos aproximam como autores do presente texto. Nele, tomamos a teoria da espacialização da vida para estabelecermos um diálogo com os escritos de Martha Muchow e com as crianças. Nosso intuito é ampliar as reflexões acerca da produção do espaço pelas crianças na relação com seus pares e com os adultos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Muniz Figueiredo Costa, Colégio de Aplicação João XXIII/Universidade Federal de Juiz de Fora, Minas Gerais, Brasil

Doutor em Geografia Humana pela Universidade de São Paulo. Possui graduação em Geografia pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense. Atua como professor de Geografia - Educação Básica - no Colégio de Aplicação João XXIII/Universidade Federal de Juiz de Fora. É pesquisador associado ao Grupo de Pesquisas e Estudos em Geografia da Infância (GRUPEGI/UFF/CNPQ). Tem experiência na área de Geografia e Educação, Crianças e Infâncias.Trabalha principalmente com os seguintes temas: Geografia Escolar, Geografia da Infância e das Crianças, Cartografia com Crianças.

Carolina Silva Gomes de Sousa, Universidade Federal Fluminense/UFF

Doutoranda e Mestre em Educação pela Universidade Federal Fluminense na Linha de Pesquisa Linguagem, Cultura e Processos Formativos/UFF. Especialista em Educação Infantil pela AVM - Universidade Cândido Mendes. Licenciada e Bacharel em Pedagogia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Bacharel em Letras pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professora de Ensino Básico Técnico e Tecnológico do Colégio Pedro II, no Centro de Centro de Referência em Educação Infantil Realengo (CREIR). Pesquisadora do Grupo de Pesquisas e Estudos em Geografia da Infância (GRUPEGI) e membro do Grupo de estudos Educação Infantil e literatura: crítica e mediação de leitura (GEEIL/CP2)

Referências

COSTA, Bruno Muniz Figueiredo. Por uma geografia escolar com as crianças. RevistAleph, n. 35. dez. 2020. ISSN 1807-6211.

COSTA, Bruno Muniz Figueiredo. Pensando o espaço das crianças. 2022. (no prelo)

COSTA, Bruno Muniz Figueiredo; AMORIM, Cassiano Caon. “A pracinha já foi infância...”: infâncias, geração e espacialidades. 2021. (no prelo)

LEFEBVRE, Henri. O direito à cidade. Itapevi: Nebli, 2016.

LOPES, Jader Janer Moreira. O menino que colecionava lugares. 2. ed. Porto Alegre: Mediação, 2016.

LOPES, Jader Janer Moreira. Terreno baldio. Um livro sobre balbuciar e criançar os espaços para desacostumar Geografias. Por uma Teoria sobre a Espacialização da Vida. São Carlos: Pedro & João Editores, 2021.

LOPES, Jader Janer Moreira; FICHTNER, Bernd. O espaço de vida da criança: contribuições dos estudos de Marta Muchow às crianças e suas espacialidades. Revista de Educação Pública, [S.l.], v. 26, n. 63, p. 755-774, sep. 2017. ISSN 2238-2097. Disponível em: http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/educacaopublica/article/view/5564.

MEIRELES, Cecília. Romanceiro da Inconfidência. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1989.

MEY, Günter; GÜNTHER, Hartmut. The life space of the urban child: perspective on Marta Muchow’s Classic Study. New Jersey: Transaction Publishers: New Brunswick, 2015. 362 p.

MUNDURUKU, Daniel. O homem que roubava horas. São Paulo: Brinque-Book, 2007.

QVORTRUP, Jens. Childhood as a Structural Form. In: QVORTRUP, Jens; CORSARO, William Arnold Corsaro; HONIG, Michael-Sebastian. The Palgrave Handbook of Childhood Studies. London: Palgrave Macmillan, 2009.

QVORTRUP, Jens. The development of childhood: change and continuity in generational relations. In: QVORTRUP, Jens; CORSARO, Willian Arnold; HONIG, Michael-Sebastian. Structural, historical and comparative perspectives. London: Emerald Books, 2009a.

REGO, José Lins do. Doidinho. 41. ed. Rio de Janeiro: José Olympio, 2006.

SOUSA, Carolina Silva Gomes de. Uma piscina que virou bolo: cartografias crianceiras e vivências espaciais na infância. Dissertação (Mestrado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2021.

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. Imaginação e criação na infância. 2. ed. São Paulo: Expressão Popular, 2018.

VIGOTSKI, Lev Semionovitch. Quarta aula: a questão do meio na Pedologia. Psicologia USP, São Paulo, v. 21, n. 4, p. 681-701, 2010.

Downloads

Publicado

2022-07-29