Conhecimentos, atitudes e práticas acerca de exames ginecológicos preventivos por trabalhadoras do terceiro setor.

Autores

  • Vivianne Weil Afonso Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Luiz Cláudio Ribeiro Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Fernanda Martins Bertocchi Universidade Federal de Juiz de Fora
  • André Luiz Lima Diniz Prefeitura de Ouro Preto
  • Carolina Sertã Passos Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Elaine Amaral de Paula Centro Hiperdia de Atenção Secundária em Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus

Palavras-chave:

Ciencias da saude.

Resumo

Os rastreamentos do câncer de mama e de colo de útero são feitos através de exames clínicos, laboratoriais e de imagem. Entretanto, o acesso a esses exames depende de fatores relacionados ao sistema de saúde, capacitação dos profissionais de saúde e iniciativa das mulheres para comparecer ao serviço de saúde. O presente estudo teve como objetivo levantar os conhecimentos, atitudes e práticas referentes aos exames ginecológicos em trabalhadoras de um instituto de organização social pública não-estatal. Para tal, foi realizada uma pesquisa descritiva, transversal, de campo com 34 funcionárias. Concluiu-se com o estudo que, o exame clínico das mamas foi o menos conhecido entre as participantes da pesquisa e que apenas 57% das entrevistadas, foram submetidas ao exame referido pelo profissional durante a consulta ginecológica. Assim, sugerem-se estudos mais aprofundados sobre as razões pelas quais os profissionais de saúde – médicos e enfermeiros – não avaliarem as mamas das mulheres que comparecem à consulta ginecológica, o que pode acarretar em prejuízos à saúde da mulher.   

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vivianne Weil Afonso, Universidade Federal de Juiz de Fora

Docente da Faculdade de Medicina, departamento materno-infantil, área de atuação puericultura/pediatria.

Luiz Cláudio Ribeiro, Universidade Federal de Juiz de Fora

Departamento de Estatística

Fernanda Martins Bertocchi, Universidade Federal de Juiz de Fora

Estagiária do 8º período do curso de enfermagem, bolsista do projeto de extensão "Momento materno:uma perspectiva de atuação interdisciplinar"; integrante do projeto "A brinquedoteca: o direito de brincar", membro da Liga Acadêmica de Medicina da Família e Comunidade (LAMFAC/UFJF).

André Luiz Lima Diniz, Prefeitura de Ouro Preto

Médico do Programa Saúde da Família.

Carolina Sertã Passos, Universidade Federal de Juiz de Fora

Mestrado em Psicologia.

Elaine Amaral de Paula, Centro Hiperdia de Atenção Secundária em Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus

Enfermeira do Centro Hiperdia de Atenção Secundária em Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus.

Downloads

Publicado

2012-08-30

Como Citar

1.
Afonso VW, Ribeiro LC, Bertocchi FM, Diniz ALL, Passos CS, de Paula EA. Conhecimentos, atitudes e práticas acerca de exames ginecológicos preventivos por trabalhadoras do terceiro setor. hu rev [Internet]. 30º de agosto de 2012 [citado 12º de agosto de 2022];37(4). Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/hurevista/article/view/1753

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)