LETRAMENTOS HIPERMIDIÁTICOS E PRODUÇÃO DE APPS NA FORMAÇÃO DOCENTE

Resumo

Este estudo tem como objetivo analisar, no contexto da formação continuada de professores dos anos finais do Ensino Fundamental, a possibilidade de se desenvolver práticas multiletradas na sala de aula, a partir de aplicativos pedagógicos. Trata-se de uma pesquisa colaborativa, que propõe reflexões sobre multiletramentos, ampliados pelas tecnologias digitais, e a formação docente, com foco na autoria, constituída a partir da leitura e da produção de textos multimodais e multissemióticos em aplicativos pedagógicos, no contexto da Educação Básica. Os resultados permitiram concluir que os professores são capazes de criar aplicativos, de modo colaborativo e autoral, com vistas a potencializar ações pedagógicas na sala de aula.

Biografia do Autor

Obdália Santana Ferraz Silva, Universidade do Estado da Bahia

Doutora em Educação pela Universidade Federal da Bahia. Mestre em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia. Professora adjunta do Departamento de Educação da Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Docente dos Programas de Pós-graduação Educação e Diversidade (MPED/UNEB) e Educação e Contemporaneidade (PPGEDUC/UNEB)

Publicado
2020-05-03
Seção
Artigos