ALUNOS COM NECESSIDADES EDUCATIVAS ESPECIAIS: O OLHAR DA AVALIAÇÃO EXTERNA DE ESCOLAS

  • Raquel Batista de Oliveira Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.
  • Maria Piedade Vaz Rebelo Universidade de Coimbra
  • Maria da Graça Amaro Bidarra Universidade de Coimbra
Palavras-chave: Inclusão, Avaliação Externa das Escolas. Diferenciação pedagógica. Apoios educativos

Resumo

Este artigo insere-se na temática da educação inclusiva de alunos com Necessidades Educativas Especiais (NEE) em turmas regulares do ensino público em Portugal, tendo como base a atual legislação sobre a inclusão de alunos com NEE, mais concretamente o Decreto 3/2008 e o quadro de referência da Avaliação Externa das Escolas (AEE) levada a cabo pela IGEC, procura-se conhecer as práticas de diferenciação e apoios que se desenrolam nas escolas. Dado que estas práticas não são objeto de classificação no âmbito do segundo ciclo avaliativo que se iniciou em 2011/2012, interessa proceder ao seu mapeamento nos campos de análise que integram a Prestação do Serviço Educativo, bem como nos Pontos fortes e Áreas de melhoria das escolas. Para efeito, recorre-se à análise de conteúdo dos relatórios da Zona Centro de Portugal Continental, tomando como corpus o domínio Prestação do Serviço Educativo e as asserções relativas aos Pontos fortes e Áreas de melhoria. Os resultados evidenciam que as práticas de diferenciação e apoios são mais frequentes nos Pontos fortes do que nas Áreas de melhoria das escolas, e que são mais referidas nas Práticas de ensino comparativamente ao Planeamento e articulação e Monitorização e avaliação das aprendizagens.

Biografia do Autor

Raquel Batista de Oliveira, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra.
Estudante de Doutorado em Ciênccias da Educação pela Universidade de Coimbra, trabalhando na área das práticas inclusivas nas escolas da região centro de Portugal e atitudes e perceção da autoeficácia docente face à inclusão de alunos com Necessidades Educativas Especiais.
Publicado
2019-04-30
Seção
Artigos