O ESTUDO DAS TRAJETÓRIAS DE VIDA COMO MÉTODO DE COMPREENSÃO DA FORMAÇÃO DE IDENTIDADES PROFISSIONAIS DOCENTES

  • maria da conceicao silva lima UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
  • Maria da Conceição Carrilho de Aguiar Universidade de Pernambuco (UFPE)
Palavras-chave: Docência. Identidade profissional. História de vida

Resumo

A partir de uma retrospectiva histórica, o presente artigo foca a apresentação do método de História de Vida como via alternativa aos estudos sobre Formação Inicial e Identidade Profissional Docente, delineando suas perspectivas e restrições. Por fio condutor, o panorama apresentado por Josso (2004) e pelo Movimento Pedagógico que elege o estudo das narrativas  de vida como elemento ímpar na compreensão do processo de identificação, aproximação/afastamento com o magistério e de configuração da identidade profissional docente. Como resultado, a valorização do professor e a possibilidade de se estudar a docência e a identidade profissional docente considerando as experiências pessoais e coletivas vivenciadas dentro e fora da escola, que possibilitaram a escolha e ratificação do magistério, bem como, a práxis em sala de aula.

Biografia do Autor

maria da conceicao silva lima, UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
Formada em Pedagogia- UFPE e Licenciada em História- UPE Mestrado em Educação -UFPE Doutora em Educação -UFPE Professora substituta do Depto de Administração Escolar-Centro de Educação UFPE
Publicado
2019-04-30
Seção
Artigos