A LEITURA NA ESCOLA: DISCUTINDO CONCEPÇÕES E PRÁTICAS DE PROFESSORES

  • Cláudia Beatriz de Castro Nascimento Ometto Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
  • Renata Cristina Oliveira Barrichelo Cunha Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP
Palavras-chave: Leitura, Formação de Professores, Compreensão ativa e responsiva.

Resumo

O artigo discute concepções de leitura de professores e suas práticas em sala de aula a fim de compreender como o trabalho com a linguagem é compreendido nas diversas disciplinas do Ensino Fundamental II. Analisamos transcrições de ATPC (2013-2015) e problematizamos enunciados que evidenciavam as escolhas relativas aos modos de organização e de circulação das práticas de leitura pelos professores e as réplicas de seus alunos.  É possível afirmar que as ATPC foram formativas na medida em que a temática foi refletida coletivamente pelo grupo deflagrando compreensões, pelos professores. Essas compreensões, por sua vez, possibilitaram que os docentes elaborassem diferentes modos de leitura a favor da produção de réplicas ao texto, pelos alunos.

Biografia do Autor

Cláudia Beatriz de Castro Nascimento Ometto, Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Metodista de Piracicaba, mestrado em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação PPGE/UNIMEP e doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é professora na Faculdade de Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), no Departamento de Educação, Conhecimento, Linguagem e Arte (DELART) e vinculada ao Grupo de Pesquisa Alfabetização, Leitura e Escrita/Trabalho Docente na Formação Inicial - ALLE/AULA, cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa no Brasil - Lattes. De 2011 a 2014 foi professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP). Foi Coordenadora do Curso de Pedagogia da Faculdade Salesiana Dom Bosco de Piracicaba no período de 2007 a 2012. Atuou na escola básica durante vinte anos em escolas públicas e particular. Na Diretoria de Ensino de Piracicaba, atuou como Assistente Técnico Pedagógico (ATP) de Alfabetização, Língua Portuguesa e Habilitação Específica para o Magistério (HEM) assessorando professores participantes dos programas de formação continuada durante quatro anos. Tem experiência na área de Educação atuando principalmente nos seguintes temas: alfabetização, letramento, leitura, produção de textos e em cursos de formação inicial e continuada de professores nas áreas de linguagem, avaliação, didática e prática de ensino.
Renata Cristina Oliveira Barrichelo Cunha, Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP
É graduada em Pedagogia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1990) e possui Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas (2006). Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação e Coordenadora de Pesquisa e Pós-Graduação da Reitoria da Universidade Metodista de Piracicaba - UNIMEP. Seus trabalhos enfatizam a formação de professores, atuando principalmente nos seguintes temas: formação inicial e continuada de professores, professor-pesquisador, formação centrada na escola, coordenação pedagógica, cotidiano escolar e trabalho docente coletivo.
Publicado
2017-12-28
Seção
Artigos