Diferença, emancipação e conservação na educação ambiental

  • Miriam Leite
  • Jacqueline Lima
Palavras-chave: Diferença, Emancipação, Educação ambiental.

Resumo

Em tempos de certezas deslizantes e identidades instáveis, chama a atenção a persistência da dicotomização das abordagens mais frequentes da educação ambiental, que tendem a se apresentar divididas entre tendências críticas/ emancipatórias e conservadoras/comportamentalistas. Tal demarcação se constitui em relação às diferentes filiações políticas e epistemológicas desse campo, que abriga uma ampla multiplicidade de entendimentos sobre sociedade, ambiente e natureza. No entanto, a pesquisa sobre a EA escolar vem apontando o caráter reducionista dessa classificação, na medida em que expõe o hibridismo que, com frequência, marca os discursos docentes. Neste artigo, que se constrói na interseção de duas pesquisas sobre a educação escolar, exploramos possibilidades de desestabilização de tal binarismo, por proposições do pensamento da diferença, com destaque para a perspectiva pós-marxista da teoria do discurso, conforme desenvolvida pelos cientistas políticos Ernesto Laclau e Chantal Mouffe. Interessam particularmente suas discussões acerca das noções de diferença, articulação e emancipação, pelas questões que trazem ao paradigma epistemológico fundacionalista que sustenta as abordagens que pretendemos problematizar.

Biografia do Autor

Miriam Leite
Graduada em História pela Universidade Federal Fluminense (1992), mestre em Educação, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2004), e doutora em Educação, também pela PUC-Rio (2008). Foi professora de História no ensino fundamental da rede pública e privada da cidade do Rio de Janeiro e atualmente é professora adjunta do Departamento de Estudos Aplicados ao Ensino e do Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação/ProPEd da UERJ, lecionando e pesquisando sobre os seguintes temas: diferença, desigualdade, adolescência e juventude na escola, currículo e didática geral. Coordena, no ProPEd, a pesquisa Performatividade, diferença e desigualdade na educação escolar do jovem adolescente, com financiamento CNPq e FAPERJ. E-mail: miriamsleite@yahoo.com.br
Jacqueline Lima
Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1986), especialista em Ensino de Ciências pela Universidade Federal Fluminense (2000), mestre em Educação pela UFF (2002) e doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011). Foi professora de Ciências Biológicas no ensino fundamental da rede pública e fundamental e médio da rede privada da cidade do Rio de Janeiro. Atualmente é professora adjunta do Departamento de Didática da Faculdade de Educação da UFRJ, onde desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão relacionadas ao ensino de Ciências, educação ambiental na escola e currículo. É membro do Laboratório de Investigações em Educação, Ambiente e Sociedade e coordena a linha de pesquisa Educação Ambiental nos contextos formais e não formais: políticas e formação. E-mail: jaclima@centroin.com.br
Publicado
2016-04-29
Seção
Outras Contribuições