Gerenciamento de Resíduos Sólidos no Destino Turístico Fernando de Noronha, Brasil

  • Elisa Guerra Ashton
  • Mary Sandra Guerra Ashton Universidade Feevale
Palavras-chave: Turismo, Sustentabilidade, Resíduos Sólidos, Fernando de Noronha, Brasil

Resumo

Esse estudo tem o objetivo de analisar o gerenciamento dos resíduos sólidos no destino turístico Fernando de Noronha. O Arquipélago de Fernando de Noronha localizado em Pernambuco, no Brasil é considerado santuário ecológico, com áreas de preservação ambiental, que recebe turistas de todas as partes do mundo, sendo necessário o adequado gerenciamento e manejo dos resíduos sólidos gerados no local, como meio de preservação ambiental. Quanto a metodologia, foram empregados os métodos bibliográfico, documental e registros por meio de visita in loco, para posterior análise de conteúdo em relação aos dados coletados e os conteúdos teóricos, com abordagem qualitativa. Entre os resultados, foi identificado que a limitação do fluxo de turistas no arquipélago e a demarcação de áreas de preservação ambiental são formas eficientes de controle da geração de resíduos. Além disso, é adotado o sistema de coleta seletiva e triagem de resíduos sólidos em Fernando de Noronha. Entretanto, apesar da existência de um Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PGIRS), com base na Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), percebe-se a necessidade de melhorias na estrutura física do sistema, além de uma maior eficácia na educação ambiental da população e dos visitantes.

Biografia do Autor

Mary Sandra Guerra Ashton, Universidade Feevale
Doutora em Comunicação Social. Professora Titular, Pesquisadora e Docente no Mestrado em Indústria Criativa na Universidade Feevale.

Referências

ABRELPE Panorama de Resíduos Sólidos no Brasil - 2014. Disponível em: www.abrelpe.org.br/panorama_edicoes.cfm. Acessado em 20 de maio de 2015, 2014.

ACSELRAD, H. Vulnerabilidade ambiental, processos e relações. IBGE, FIBGE, Rio de Janeiro, pp.1-15, 2006.

ADEFN Disponível em: http://www.ilhadenoronha.com.br/?gclid=CJPt_NH_vcgCFYcYHwodJkMI3Q Acessado em 08 de maio de 2015, 2012.

ALMEIDA, F. F M. Ilhas oceânicas Brasileiras e suas relações com a Tectônica Atlântica. Terra e Didática, 2(1):3-18, 2006.

ANDRADE, C. D. P. Relatório Técnico-científico anual das atividades realizadas pelo Instituto Manguemar em 2007, no manguezal do Sueste, Fernando de Noronha/PE. Recife, pp.40-47, 2008.

ANDRADE, L. M.; GOMES V.; DIAS, M. Desafios para o futuro sustentável da Ilha de Fernando de Noronha: A visão ecossistêmica da ocupação urbana. Oculum Ensaios, pp.86-105, 2009.

APPAW-AGBOLA, E.; Freeman, B. Solid waste management in the tourism sector of Ghana. A study of selected hotel in Ho, the regional of Volta region. Journal of Tourism Hospitality and Sports, vol. 10, 2015.

ASHTON, Mary Sandra Guerra Sustentabilidade e Turismo: reflexões e perspectivas para o desenvolvimento. In Zottis, A.; Russo, D.; Araújo, M. P. Sustentabilidade: uma abordagem social. Novo Hamburgo, RS: Feevale. pp.67-84, 2009.

BELTRÃO, R. F.; PEREIRA, S. V. Cruzeiro marítimo no arquipélago de Fernando de Noronha: aspectos e impactos ambientais. V Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental. Belho Horizonte, 2014.

BRASIL Lei nº 12.305, de 2 de Agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12305.htm Acessado em 08 de maio de 2015, 2007.

BRASIL Lei Estadual nº 11.304, de 28 de dezembro de 1995. Institui o Distrito Estadual de Fernando de Noronha. Disponível em: http://legis.alepe.pe.gov.br/arquivoTexto.aspx?tiponorma=1&numero=11304&complemento=0&ano=19 95&tipo=&url= Acessado em 07 de maio de 2015, 2010.

BHAT; et al. Municipal solid waste generation rates and its management at Yusmarg forest ecosystem, a tourist resort in Kashmir. Waste Management & Research, vol. 32, pp.165-169, 2014.

CATALISA Rede de Cooperação para a Sustentabilidade. Disponível em: http://www.catalisa.org.br/content/view/30/59/ Acessado em 03 de junho de 2013, 2003.

CHRISTENSEN, T.; COSSU, R.; STEGMANN, R. (Eds.) Sanitary Landfilling: Process, Technoloy and Environmental Impact. London: Academic Press, 2012.

COLE, M. et al. Microplastics as contaminants in the marine environment: A review. Marine Pollution Bulletin, vol. 62, Issue 12, pp.2588-2597, 2011.

DIAS, R. Turismo sustentável e meio ambiente. São Paulo: Atlas, 2003.

ERIKSEN, M.; et al. Plastic pollution in the South Pacific subtropical gyre. Marine Pollution Bulletin, vol, 62, issue 1-2, pp.71-76, 2013.

ESTIMA, D. C.; MAR’TINS,P. F.; RABINOVICI, A.; VENTURA, M. A. M. A Atuação das Organizações Não-Governamentais ambientalistas no turismo em ilhas: o caso de Fernando de Noronha (PE). Revista Brasileira de Ecoturismo, São Paulo, v.6, n.1, pp.153-170, 2013.

FALCÃO, Mariana C. A sustentabilidade do destino turístico de Fernando de Noronha: uma análise a partir da abordagem do ciclo de vida de áreas turísticas e das dimensões da sustentabilidade. Dissertação de mestrado em Administração. Universidade federal de Pernambuco. Recife, 2010.

FAUZIAH, S. H.; LIYANA, I. A.; AGAMUTHU, P. Plastic debris in the costal environment: the invincible threat? Abundance of buried plastic debris on Malasyan beaches. Waste Management & research, pp.1-10, 2015.

FEITOSA, M. J.; GÓMEZ, C. R. Aplicação do tourism ecological footprint method para avaliação dos impactos ambientais do turismo em ilhas: um estudo em Fernando de Noronha. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo. São Paulo, 7(2), pp. 220-238, 2013.

FERREIRA, B. P.; MAIDA, M. Monitoramento dos recifes de coral do Brasil: situação atual e perspectivas.Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2006.

GASPARINE, J. L., MACIEIRA, R. M. Arquipélago de Fernando de Noronha. In: MEC, SEB. Nossas Ilhas Oceânicas. Brasília: MEX, pp.17-32, 2007.

GIUSTI, L. A review of waste management practices and their impact on human health. Waste Management, 29, 8, 2009.

GUERRERO, L.; Maas, G.; Hogland, W. Solid waste management challenges for cities in developing countries. Waste Management, v. 33, pp.220-232, 2013.

HATJE, V.; Costa, M.; Cunha, L. Oceanografia e química: unindo conhecimentos em prol dos oceanos e da sociedade. Química Nova, vol. 36, nº10, pp.1497-1508, 2013.

IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades@. Disponível em: www.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=260545&search=pernanmbuco/fernando-de-noronha Acessado em 08 de maio de 2015, 2015.

ICHINOSE, D.; Yamamoto, M. On the relationship between the provision of waste management and illegal dumping. Resource and Energy Economics. N. 33, pp.79-93, 2011.

ICMBIO – Instituto Chico Mendes. Grupo Uso Sustentável: APA. Disponível em: www.icmbio.gov.br/portal/biodiversidade/unidadesde-concervacao/categorias. Acessado em maio de 2015, 2012.

JAFARI, Jafar. Encyclopedia of Tourism. London: Routledge, 2000.

KOH, L.; Lee, P. Sensible consumerism for environmental sustainability. Biological Conservation, 151, pp.3-6, 2012.

KOLLIKKATHARA, N. et al. A system dynamic modeling approach for evaluating municipal solid waste generation, landfill capacity and related cost management issues. Waste Management: 30,2010.

KROOK, J. et al. Landfill mining: A critical Rereview of two decades of research. Waste Management: 32, 2012

MARSHAL, R.; FARAHBAKHSH, K. Systems approaches to integrated solid wastemanagement in developing countries. Waste Management, v. 33, issue 4, pp.988-1003, 2013.

MENIKUPURA, S.; SANG-ARUN, J.; BENGTSSON, M.In tegrated solid waste management: an approach for enhancing climate co-benefits trough resource recovery. Journal of Cleaner Production, 58, pp.34-42, 2014.

MIELKE, Eduardo J. C. Comercialização em Turismo: a cooperação no desenvolvimento de destinos turísticos. In Panosso Neto, A. e Ansarah, Marília. Produtos turísticos e novos segmentos de Mercado: planejamento, criação e comercialização. Barueri, SP: Manole. pp.75-90, 2015.

MITRAUD, Sylvia F. Uso recreativo no Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha: um exemplo de planejamento e implementação. Brasília: WWF Brasil, v. 8, 2001.

NETO, F. A new approach to sustainable tourism development: Moving beond environmental protection. Natural Resources Forum, vol. 27, pp.212-222, 2003.

OMT Organização Mundial do Turismo. Tourism and the millenium development goals: sustainable, competitive, responsible. Disponível em http://www.unwto.org/tourism&mdgsezine/ Acessado em maio de 2015, 2013.

ONU Organização das Nações Unidas. Sustentabilidade. Disponível em: http://www.abic.com.br/arquivos/sust_norma_pqcsust_19jun07.pdf. Acessado em14 demaio de 2015, 2007.

PNUMA Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente. Disponível em: http://www.pnuma.org/ Acessado em 16 de maio de 2015, 2013.

PUPPIM de Oliveira, J. A. Governmental responses to tourism development: three Brazilian case studies. Tourism management, vol. 24, pp.97-110, 2003.

ROCHA, José M.; BRASILEIRO, Iara, L. G. Turismo em Fernando de Noronha: uma visão de sustentabilidade, a partir do estruturalismo. Cenário, Brasília. V.1, n.1. pp. 74-92, 2013.

SANTANA, R. C. et al. Coleta seletiva de resíduos sólidos no Arquipélogo de Fernando de Noronha. Anais do Congresso Brasileiro de Gestão Ambiental e Sustenntabilidade, vol. 2, 2014.

SERAFINI, T. Z., FRANÇA. G. B. de e ANDRIGUETTOFILHO, J. M. Ilhas oceânicas brasileiras: biodiversidade conhecida e sua relação com o histórico de uso e ocupação humana. Revista da Gestão Costeira Integrada, 10(3), pp.281-301, 2010.

SHAMSHIRY, E.; et al. Integrated models for solid waste management in tourism regions: Langkawi Island, Malasya. Journal of Environmental and Public Health, 2011.

SILVA, J. M. Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha: uso público, importância econômica e proposta de manejo. Anais: Conservação no Âmbito do Cone Sul. Anais. Universidade Católica de Pelotas. Pelotas, RS, 2003.

SOUZA, G. M. R.; Filho, N. A. Q. V. Impactos socioculturais do turismo em comunidades insulares: Um estudo de caso no arquipélago de Fernando de Noronha – PE. Observatório de Inovação do Turismo, Revista Acadêmica, vol. VI, nº 4, Dez, 2011.

TAMAR Disponível em: http://www.tamar.org.br/interna.php?cod=207 Acessado em 07 de maio de 2015, 2015.

TAMAR Disponível em: http://www.ilhadenoronha.com.br/?gclid=CJb5_P_-vcgCFQ8WHwodoTICTg Acessado em 07 de maio de 2015, 2014.

TEIXEIRA, W., CORDANI, U. G., MENOR, E. A., TEIXEIRA, M. G. e LINSKER, R. Arquipélago Fernando de Noronha: o paraíso do vulcão. São Paulo: Terra Virgem, 2003.

TIAN, H.; et al. Atmospheric pollution problems and control proposals associated with solid waste management in China: A review. Journal of Hazardous Materials, 252-253, pp.142-154, 2013.

UNESCO World Heritage Centre. Convenção para a proteção do patrimônio mundial, cultural e natural, 1972. Disponível em http://whc.unesco.org/en/conventiontext/

UNESCO Disponível em: http://www.unesco.org/new/en/culture/themes/under water-cultural-heritage/2001-convention/ Acessado em 29 de maio de 2015. 2006, 2001.

VALLS, Josep-Francesc. Gestão integral de destinos turísticos sustentáveis. Rio de Janeiro: FGV. 2006

Vignati, Frederico Gestão de destinos turísticos: como atrair pessoas para polos, cidades e países. Rio de Janeiro: SENAC/Rio, 2008.

ZANIRATO, S. H. TOMAZZONI, E. A Sustentabilidade do Turismo em Fernando de Noronha. Revista Turydes, Málaga, ES, Deciembre. pp.01-24, 2014.

WIDMER, G. M. O Título de Patrimônio da Humanidade e seus Efeitos sobre o Turismo em Fernando de Noronha. Tese de Doutorado, USP/SP, 2007.

WILLIAMS, P. Waste Treatment and Disposal. Second Edition. Chincester: John Wiley and Sons, 2005.
Publicado
2016-09-30
Seção
RESULTADOS DE PESQUISA EMPÍRICA / EMPIRICAL RESEARCH RESULTS / RESULTADOS DE INVESTIGACIÓN EMPÍRICA