Usos de um espaço público: um estudo de caso do Parque Halfeld, Juiz de Fora, MG

  • Thaís Oliveira da Dalt Universidade Federal de Juiz de Fora / UFJF
Palavras-chave: Patrimônio Cultural. Lazer. Espaço Público. Parque Halfeld.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo investigar quais as apropriações que os usuários do Parque Halfeld, localizado na cidade de Juiz de Fora – MG, fazem ao se relacionar com ele, quais os atores que o utilizam, como o fazem e como o enxergam. Para tanto recorreu-se a conceitos como os de espaço, identidade e lazer para defender sua argumentação. Após revisão bibliográfica, observação direta e entrevistas, identificou-se a concentração de três grupos distintos de atores e diversos usos do espaço público, sendo o principal deles o lazer. As relações do espaço com a atividade turística também foram descritas e analisadas sob o entendimento de que as percepções que cada indivíduo possui são determinadas em função de um conjunto de sentimentos, vivências, expectativas, gostos e conhecimentos. Entende-se também que as identificações que são produzidas nos indivíduos sobre determinados locais ocasionam seus usos, assim como ocorre no Parque Halfeld. 

Biografia do Autor

Thaís Oliveira da Dalt, Universidade Federal de Juiz de Fora / UFJF
Mestranda em Comunicação pela Universidade Federal de Juiz de Fora e professora substituta do Departamento de Turismo da UFJF.
Publicado
2012-05-08
Seção
RESULTADOS DE PESQUISA EMPÍRICA / EMPIRICAL RESEARCH RESULTS / RESULTADOS DE INVESTIGACIÓN EMPÍRICA