Das Raízes ao Turismo: um breve estudo sobre a trajetória histórica de Conceição do Ibitipoca, Minas Gerais

  • Lilian Souza Universidade Federal de Juiz de Fora / UFJF
Palavras-chave: Turismo. Apropriação do espaço. Conceição do Ibitipoca (MG).

Resumo

O turismo é uma prática social capitalista capaz de provocar profundas transformações no espaço, produzindo novas configurações que nele se materializam de formas contraditórias. Por isso, conhecer a participação da atividade turística no processo de mercantilização do espaço requer o desvelamento de sua natureza, sua complexidade e seus conflitos. Foi para entender os desdobramentos engendrados por essa atividade em pequenas comunidades que se traçou a trajetória histórica do arraial de Nossa Senhora de Conceição do Ibitipoca, tendo em vista as particularidades que permeiam o processo de produção do espaço, a partir de sua apropriação pelo turismo e, para tanto, utilizou-se pesquisa bibliográfica. Os resultados revelam que a chegada da atividade turística naquele local resultou na transformação da estrutura produtiva, que antes era baseada preponderantemente na ligação do homem com a terra e agora é, principalmente, no turismo, que determina o tempo de trabalho. Por isso, a partir das pesquisas realizadas, pode-se afirmar que Conceição do Ibitipoca é dependente socioeconomicamente dessa atividade. 

Biografia do Autor

Lilian Souza, Universidade Federal de Juiz de Fora / UFJF
Bacharel em Turismo pela Universidade Federal de Juiz de Fora. E- mail: lilian.levi@yahoo.
Publicado
2012-05-07
Seção
RESULTADOS DE PESQUISA EMPÍRICA / EMPIRICAL RESEARCH RESULTS / RESULTADOS DE INVESTIGACIÓN EMPÍRICA