Traduzir teoria da tradução em uma abordagem funcionalista: o caso das estratégias tradutórias de Memes da Tradução, de Andrew Chesterman

Translating translation theory based on a functionalist approach: the case of translation strategies from Andrew Chesterman's Memes of Translation

Autores

Palavras-chave:

tradução de teoria da tradução, estratégias tradutórias de Chesterman, adaptação do corpus

Resumo

A tradução de Memes of Translation, de Andrew Chesterman, realizada pelo grupo de pesquisa Textos Fundamentais em Tradução da Universidade Federal de Bahia foi orientada pelos preceitos da teoria funcionalista a partir de seu propósito (REIß e VERMEER, 2014) e dos fatores intra e extratextuais de análise (NORD, 2016). Assim, a tradução dos exemplos das trinta estratégias tradutórias elencadas por Chesterman no livro foi adaptada de um corpus alemão-inglês para um corpus português-inglês com a finalidade de aproximação linguística e cultural com um público brasileiro interessado em teorias da tradução. Para isso, foi usado o princípio de lealdade de Nord (2016) para certificar que a adaptação dos exemplos respeitasse o conteúdo informativo, a argumentação de Chesterman e a compreensão do público leitor. Como resultado, os exemplos sofreram adaptações múltiplas, desde uma mudança de classe de palavras até uma de gênero textual, dependendo do caso, mas cumprindo com o propósito da tradução.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simone Maia Evangelista Salles, Universidade Federal da Bahia

Graduanda em Letras Inglês pela Universidade Federal da Bahia e pesquisadora do grupo Textos Fundamentais em Tradução.

Fernanda da Silva Góis Costa, Universidade Federal da Bahia

Graduada em Letras Inglês e mestranda do Programa de Pós-Graduação em Língua e Cultura da Universidade Federal da Bahia. Pesquisadora do grupo Textos Fundamentais em Tradução.

Referências

CHESTERMAN, Andrew. Memes of Translation – the spread of ideas in translation theory. Amsterdam: John Benjamins, 2016.

HERMANS, Theo. The conference of the tongues. Routledge, 2014.

KIRALY, Don. Project-based learning: A case for situated translation. Meta: journal des traducteurs/Meta: Translators' Journal, 2005.

KIRALY, Don. Growing a project-based translation pedagogy: A fractal perspective. Meta: journal des traducteurs/Meta: Translators’ Journal, 2012.

PFAU, Monique. Traduzindo Memes of Translation de Andrew Chesterman para o português brasileiro. Cultura e Tradução. João Pessoa: UFPB, 2020, p. 86-99.

NORD, Christiane. Análise textual em tradução: bases teóricas, métodos e aplicação didática. Tradução de Christiane Nord, Hutan do Céu Almeida, Juliana de Abreu, Meta Elisabeth Zipser, Michelle de Abreu Aio, Silvana Ayub Polchlopek. São Paulo: Rafael Copetti Editor, 2016.

PRADO, Celia Luiza Andrade; ESTEVES, Lenita Maria Rimoli. A tradução “verbivocovisual” de Haroldo de Campos. Tradução & Comunicação, 2009, p. 115-127.

REIß, Katharina; VERMEER, Hans J. Towards a general theory of translational action: Skopos theory explained. Tradução para o inglês de Christiane Nord. New York: Routledge, 2014.

SCHLEIERMACHER, Friedrich Daniel Ernst. Ueber die verschiedenen Methoden des Ueberzens / Sobre os Diferentes Métodos de Tradução. Tradução de Celso R. Braida. In: HEIDERMANN, Werner (org.). Clássicos da teoria da tradução, v. 1, Alemão-Português, 2ª ed. revisada e ampliada. Antologia bilíngue. Florianópolis: UFSC/Núcleo de Pesquisas em Literatura e Tradução, 2010. p. 38-101.

TOURY, Gideon. The nature and role of norms in translation. Descriptive translation studies and beyond. Amsterdam: John Benjamins, 1995.

VERMEER, Hans J. Esboço de uma teoria da tradução. Tradução de Hans Vermeer. Lisboa: ASA, 1986.

Downloads

Publicado

2022-02-16

Como Citar

PFAU, M.; EVANGELISTA SALLES, S. M.; DA SILVA GÓIS COSTA, F. Traduzir teoria da tradução em uma abordagem funcionalista: o caso das estratégias tradutórias de Memes da Tradução, de Andrew Chesterman: Translating translation theory based on a functionalist approach: the case of translation strategies from Andrew Chesterman’s Memes of Translation. Rónai – Revista de Estudos Clássicos e Tradutórios, [S. l.], p. 41–58, 2022. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ronai/article/view/36140. Acesso em: 21 maio. 2022.

Edição

Seção

Tradução Funcionalista: múltiplas perspectivas