A tradução de culturemas no viés funcionalista

The translation of culturemes using the functionalist approach

Autores

Palavras-chave:

estágio de tradução, tradução turística, abordagem funcionalista de tradução

Resumo

O presente artigo tem como objetivo apresentar a experiência do estágio profissional do Bacharelado em Letras - Tradução Espanhol/Português, da Universidade Federal de Pelotas, realizado no segundo semestre de 2019 na Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Inovação da cidade de Pelotas (SDeTI), como também apresentar a tradução dos culturemas encontrados no folheto turístico Pelotas para visitar, morar e investir”. A metodologia de trabalho adotada foi a Abordagem Funcionalista de Nord (2016) e Nord (2009), com apoio do embasamento teórico de Tello (2018), Giracca (2013) e Nadal (2009), enfatizando a tradução dos culturemas, encontrados no folheto turístico. Os resultados apontam a importância do estágio profissional, que propicia ao tradutor em formação vivência de atuação nos organismos institucionais do estado, permitindo que participe no desenvolvimento turístico da cidade, além de enriquecer sua experiência, aproveitando a orientação funcionalista da tradução como aliada à produção turística de Pelotas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ÁVILA, S. R.; PARK, J. S. Traducción de culturemas en textos turísticos: tratamiento em español de las voces que designan la vestimenta tradicional coreana. Mutatis Mutantis. Colômbia, v. 14, n.2, p. 307 – 344, 2021. Disponível em:https://revistas.udea.edu.co/index.php/mutatismutandis/article/view/345117. Acesso em: 14 set. 2021

GIRACCA, Mirella N. Os culturemas presentes nos folhetos turísticos da Região Sul do Brasil: as técnicas utilizadas pelos tradutores. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução) – Estudos da Tradução, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2013.

LONER, Beatriz Ana; GIL, Lorena Almeida; MAGALHÃES, Mario Osorio (org.). Dicionário de história de Pelotas. Pelotas: Editora da UFPel, 2017. E-book. Disponível em: http://guaiaca.ufpel.edu.br/handle/prefix/3735. Acesso em: 20 set. 2021

NADAL, L. L. Los culturemas: ¿unidades lingüísticas, ideológicas o culturales? Language Design. Barcelona, v.11, p.93 - 120, 2009. Disponível em:http://elies.rediris.es/Language_Design/LD11/indice_vol11.html Acesso em: 17 set. 2021

NORD, Christiane. El funcionalismo em la enseñanza de traducción. Mutatis Mutantis. Colômbia, v.2, n.2, p. 209 – 243, 2009. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/ejemplar/233527 Acesso em: 10 set. 2021

NORD, Christiane. Análise textual em tradução: bases teóricas, métodos e aplicação didática. Tradução Meta Elisabeth Zipser. São Paulo: Rafael Copetti Editor, 2016.

PECCINI, Rosana. Galeto AL Primo Canto: tradição gastronômica, prato local e vestígios culturais. V SeminTur, Caxias do Sul, n. 5, p. 1 – 14, 2008. Disponível em: https://www.ucs.br/ucs/eventos/seminarios_semintur/semin_tur_5/trabalhos/gt11.Acesso em: 29 set. 2021

TELLO, Andrea de P. De Madrid a la mesa: Análisis y evaluación funcional de la sección gastronómica de un folleto turístico de Madrid. Monografia (Tradução e Interpretação), Universidad Pontificia Comillas, Madrid, 2018.

VARGAS, Jonas M. Abastecendo plantations: A inserção do charque fabricado em Pelotas (RS) no comércio atlântico das carnes e a sua concorrência com os produtos platinos (século XIX). História (São Paulo), São Paulo, v.33, n.2, p.540 – 566, 2014. Disponível em: https://www.scielo.br/j/his/i/2014.v33n2/ Acesso em: 23 set. 2021

Downloads

Publicado

2022-02-16

Como Citar

JIMÉNEZ AGREDA, D. .; GONÇALVES MEDEIROS, L. A tradução de culturemas no viés funcionalista: The translation of culturemes using the functionalist approach. Rónai – Revista de Estudos Clássicos e Tradutórios, [S. l.], p. 59–75, 2022. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ronai/article/view/35969. Acesso em: 21 maio. 2022.

Edição

Seção

Tradução Funcionalista: múltiplas perspectivas