Uma abordagem histórica do uso do ábaco de Gerbert para o ensino de multiplicação tendo como foco o Traité de Gerbert (1843)

Autores

  • Suziê de Albuquerque Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Ana Carolina Costa Pereira Universidade Estadual do Ceará https://orcid.org/0000-0002-3819-2381

Palavras-chave:

Ábaco de Gerbert., Operação da Multiplicação., História e ensino de Matemática.

Resumo

O presente artigo  trata de um estudo que articula história e ensino de matemática, com o objetivo de identificar elementos do uso do ábaco de Gerbert nos casos da multiplicação dos números inteiros que podem colaborar na elaboração de atividades para a educação básica. Para tanto, realizou-se uma pesquisa documental a partir do texto histórico Traité de Gerbert, na versão de 1843. Diante dos achados históricos, evidenciou-se que os procedimentos de cálculos medievais contidos nessa fonte poderiam favorecer a compreensão das características do sistema de numeração decimal, bem como o desenvolvimento de diferentes algoritmos para a operação da multiplicação dos números, sendo estas habilidades indicadas nos documentos curriculares brasileiros.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Suziê de Albuquerque, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Doutoranda em Ensino de Ciências e Matemática pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Mestra em Ensino de Ciências e Matemática pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PGECM - IFCE) no ano de 2019, possui graduação em MATEMÁTICA pela Universidade Estadual do Ceará (2007), pós graduação em Coordenação Pedagógica pelo Instituto UFC Virtual (2015). Tem experiência na área do Ensino de Matemática, com ênfase na articulação entre a história e o ensino da matemática. É professora de matemática efetiva da Secretaria da Educação do Estado do Ceará. Faz parte da equipe de formadores dos professores de matemática do Programa Foco na Aprendizagem da Secretaria da Educação do Estado do Ceará (CREDE 1). É membro do Grupo de Pesquisa em Educação e História da Matemática (GPEHM - UECE) e faz parte da Diretoria da Sociedade Brasileira de Educação Matemática da Regional CE (SBEM CE, 2019-2022). Além de desenvolver trabalhos que trazem a pesquisa como princípio educativo, por meio do acompanhamento pedagógico junto a professores e estudantes de matemática da Educação Básica.

Referências

ALBUQUERQUE, Suziê Maria de. Um estudo sobre a articulação contida no Traité de Gerbert (1843) e o ensino na formação de professores de matemática. Dissertação (Mestrado) - Curso de Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática, Instituto Federação de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará, Fortaleza, 2019.

ANONYMI TRACTATUS DE ABACO ET DE MUSICA. 1001-1100. Disponível em: <http://archivesetmanuscrits.bnf.fr/ark:/12148/cc67965q>. Acesso em: 29 mai. 2019.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Brasília: MEC, 2017. Disponível em:<http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_20dez_site.pdf>. Acesso em: 18 jan. 2021.

CHASLES, Michael. Règles de l’Abacus (traductionlittérale). In Académie des sciences (France). Comptesrendushebdomadairesdesséances de l'Académiedessciences / publiés... par MM. lessecrétaires. Gauthier-Villars: Paris, 1843, p. 218 - 246. Disponível em: <https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k2976b?rk=21459;2#>. Acesso em: 16 jan. 2021.

GERBERT. Traité de Gerbert. In: Académiedessciences(France). Comptesrendushebdomadairesdesséances de l'Académiedessciences / publiés... par MM. lessecrétaires. Gauthier-Villars: Paris, 1843, p. 281 - 295. Tradução por Michael Chasles. Disponível em: <https://gallica.bnf.fr/ark:/12148/bpt6k2976b?rk=21459;2#>. Acesso em: 16jan. 2021.

LE GOFF, Jacques. A Civilização do Ocidente Medieval. Petrópolis: Editora Vozes, 2016.

MILLES, Polcino César. Contar, calcular, compreender: a aritmética na Idade Média. In: FRANÇA, Amâncio et al. Trivium & Quadrivium: as artes liberais na Idade Média. Cotia: Íbis, 1999.

PEREIRA, Ana Carolina Costa; SAITO, Fumikazu. Os instrumentos matemáticos na interface entre história e ensino de matemática: compreendendo o cenário nacional nos últimos 10 anos. In: SEMINÁRIO CEARENSE DE HISTÓRIA DA MATEMÁTICA, 3., 2018, Fortaleza. Anais. Fortaleza: Eduece, 2018, p. 1 - 12.

SAITO, Fumikazu. História da matemática e suas (re)construções contextuais. São Paulo: Livraria da Física, 2015.

SAITO, Fumikazu. Construindo interfaces entre a história e o ensino da matemática. Ensino da Matemática em Debate, São Paulo, v. 3, n. 1, p. 3-19, 2016. Disponível em: <https://revistas.pucsp.br/emd/article/view/29002/20273>. Acesso em: 26 dez. 2020.

SAITO, Fumikazu; DIAS, Marisa. Interface entre história da matemática e ensino: uma atividade desenvolvida com base num documento do século XVI. Ciência & Educação, São Paulo, v. 19, n. 1, p.89-111, 2013.

SILVA, Isabelle Coelho da. Um estudo da incorporação de textos originais para a educação matemática: buscando critérios na articulação entre história e ensino. 2018. 93f. Dissertação (Mestrado) – Curso de Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática, Instituto Federal de Educação,

Downloads

Publicado

2023-06-20

Como Citar

ALBUQUERQUE, S. de; PEREIRA, A. C. C. Uma abordagem histórica do uso do ábaco de Gerbert para o ensino de multiplicação tendo como foco o Traité de Gerbert (1843). Revista de Investigação e Divulgação em Educação Matemática , [S. l.], v. 7, n. 1, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ridema/article/view/40035. Acesso em: 26 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos