Uma sequência didática para o ensino de limite e continuidade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.34019/2594-4673.2023.v7.39325

Palavras-chave:

Educação Matemática, Limite, Continuidade, Cálculo, Sequência Didática

Resumo

O presente artigo trata da análise de uma sequência didática visando o ensino de limite e continuidade de funções de uma variável real a valores reais. A sequência foi realizada por meio remoto com a participação de 20 discentes do curso de Licenciatura em Matemática de uma Universidade pública do Amazonas. Para a elaboração de tal sequência foi utilizada a definição de sequência didática proposta por Zabala (1998). Os dados foram coletados a partir de observações, questionários online, filmagens e registro de interações. Considerando a participação e o desempenho dos discentes e as dificuldades intrínsecas do ensino remoto, especialmente de conceitos não elementares do Cálculo, podemos concluir que a sequência didática proposta neste estudo mostrou indícios de que pode contribuir para o processo de ensino e de aprendizagem de limite e continuidade de funções. Como perspectiva de estudos futuros, vislumbramos a análise da aplicação desta sequência didática no ensino presencial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Roberta dos Santos Rodrigues, Universidade Federal do Amazonas

Graduanda em Licenciatura em Matemática e Bolsista de Iniciação Científica - FAPEAM

Referências

ALMOULOUD, S. A. Fundamentos da didática da matemática. Editora UFPR, 2007.

ANACLETO, G. M. C. Uma investigação sobre a aprendizagem do Teorema Fundamental do Cálculo. Dissertação (Mestrado), Pontifícia Universidade Católica, São Paulo, 2007.

ANTON, H.; DAVIS, S. Cálculo. Tradução: Claus Ivo Doering. Porto Alegre: Bookman. v.1, 1a ed., 2014.

BARBOSA, M. A. O Insucesso no ensino e aprendizagem na disciplina Cálculo Diferencial e Integral. Dissertação (Mestrado), Pontifícia Universidade Católica, Curitiba, 2004.

BROUSSEAU, G. Theory of Didactical Situations in Mathematics: Didactique des mathematiques 1970-1990. In: Balacheff, N.; Cooper, M.; Sutherland, R.; Warfield, V. (trans and eds.). Dordrecht: Kluwer Academic Publishers,. 2002.

CRESWELL, J. W. Projeto de Pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 3. ed. Porto alegre: Artmed, 2010.

DE OLIVEIRA, Maria Cristina Araújo; RAAD, Marcos Ribeiro. A existência de uma cultura escolar de reprovação no ensino de Cálculo. Boletim Gepem, n. 61, p. 125-137, 2012.

ELON, L. Curso de Análise. Rio de Janeiro: Projeto Euclides IMPA, v.2, 2009.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

OLIVEIRA, Maria Marly de. Sequência didática interativa no processo de formação de professores. Petrópolis: Vozes, 2013.

ROBERT, A.; SPEER, N.. Research on the teaching and learning of calculus/elementary analysis. In: The teaching and learning of mathematics at university level. Dordrecht: Springer, 2001. p. 283-299.

STEWART, J.. Cálculo. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, v. 1, 2016.

THIOLLENT, M.. Metodologia da Pesquisa-Ação. São Paulo: Cortez, 1985.

ZABALA, Antoni. A prática educativa como ensinar. Tradução: Ernani F. da F. Rosa. Reimpressão 2010. Porto Alegre: Artmed, 1998.

Downloads

Publicado

2023-05-29

Como Citar

FEITOSA, F. E. da S.; RODRIGUES, R. dos S. Uma sequência didática para o ensino de limite e continuidade. Revista de Investigação e Divulgação em Educação Matemática , [S. l.], v. 7, n. 1, 2023. DOI: 10.34019/2594-4673.2023.v7.39325. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ridema/article/view/39325. Acesso em: 20 jun. 2024.

Edição

Seção

Relatos de Experiência