Situações de análise combinatória discutidas à luz da Teoria dos Campos Conceituais

Autores

Palavras-chave:

Combinatória; Campo Conceitual; Invariantes Operatórios; Adição; Multiplicação.

Resumo

O conhecimento matemático é construído mediante as interações do sujeito em situações. Este trabalho de natureza qualitativa tem como objetivo analisar os invariantes operatórios evocados por alunos matriculados no 3º ano do ensino fundamental de uma escola particular do município de Santarém-PA, quando submetidos a situações do campo combinatório. As análises visam mostrar ao professor a possibilidade de redirecionamento do processo de ensino e aprendizagem, baseada nos conceitos e teoremas-em-ação evocados pelos alunos em ação. Os dados foram coletados durante um encontro na modalidade híbrida, onde foi realizada a aplicação de uma lista de situações problemas e posteriormente foi feita uma entrevista semiestruturada com o docente da turma. Para sustentar a discussão, a pesquisa faz o uso da Teoria dos Campos Conceituais de Gérard Vergnaud, que tem a conceitualização como o epicentro do processo de ensino e aprendizagem. A pesquisa aponta os possíveis conceitos-em-ação e teoremas-em-ação apresentados ao longo da execução da atividade, além de evidenciar a necessidade por parte dos estudantes de continuidade das operações de adição em contextos que envolvem a multiplicação. Os resultados mostraram que os estudantes dominam a tabuada, fazem uso da propriedade comutativa e conseguem detectar os dados na situação, sejam eles explícitos ou não, além disso, apresentaram competência em propor outras possibilidades de solução para as situações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Referências

FLICK, Uwe. Introdução à pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed. Links, 2009.

GITIRANA, Verônica; CAMPOS, Tânia Maria Mendonça; MAGINA, Sandra e SPINILLO, Alina. Repensando Multiplicação e Divisão. Contribuições da Teoria dos Campos Conceituais. São Paulo: PROEM, 2014.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

MONTENEGRO, Juliana Azevedo. Identificação, conversão e tratamento de registros de representações semióticas auxiliando a aprendizagem de situações combinatórias. 2018. 448 f. Tese (Doutorado em Educação Matemática e Tecnológica) – Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2018.

MOREIRA, Marco Antonio. A teoria dos campos conceituais de Vergnaud, o ensino de ciências e a pesquisa nesta área. Investigações em ensino de ciências. Porto Alegre. Vol. 7, n. 1 (jan./mar. 2002), p. 7-29, 2002.

SEVERINO, Antônio Joaquim. Metodologia do trabalho científico. Cortez editora, 2017.

Vergnaud, G. (1993). Teoria dos campos conceituais. In Nasser, L. (Ed.) Anais do 1º Seminário Internacional de Educação Matemática do Rio de Janeiro. p. 1-26.

VERGNAUD, G. A criança, a matemática e a realidade: problemas do ensino da matemática na escola elementar. Tradução Maria Lucia Faria Moro; revisão técnica Maria Tereza Carneiro Soares. Curitiba: Editora da UFPR, 2009.

VERGNAUD, Gerárd. A Teoria dos Campos Conceptuais. In. BRUM, Jean, (org.) Didáctica das Matemáticas. Horizontes Pedagógicos, Lisboa, 1996.

ZANELLA, Marli Schmitt; BARROS, RM de O. Teoria dos campos conceituais: situações problemas da estrutura aditiva e multiplicativa de naturais. Curitiba: CRV, 2014.

Downloads

Publicado

2023-04-03

Como Citar

LEÃO, A. da S.; SANTOS, R. A. dos .; PORTELA, L. N. dos R. . Situações de análise combinatória discutidas à luz da Teoria dos Campos Conceituais. Revista de Investigação e Divulgação em Educação Matemática , [S. l.], v. 7, n. 1, 2023. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ridema/article/view/38654. Acesso em: 4 dez. 2023.

Edição

Seção

Artigos