Desempenho de Futuros Professores dos Primeiros Anos Escolares numa Tarefa Envolvendo Relações não Proporcionais

Autores

Palavras-chave:

Desempenho; Relações não proporcionais; Futuros professores; Primeiros anos escolares.

Resumo

Neste artigo estuda-se o desempenho de futuros professores dos primeiros anos escolares numa tarefa envolvendo relações não proporcionais. Pretende-se ainda comparar o desempenho verificado neste estudo com o desempenho dos mesmos estudantes em estudos anteriores envolvendo tarefas de proporcionalidade. Participaram no estudo 72 estudantes do 1.º ano do curso de Licenciatura em Educação Básica de uma universidade do norte de Portugal. Os dados foram obtidos através da aplicação de um questionário envolvendo razões, proporções, proporcionalidade e não proporcionalidade. Aqui, neste estudo, explora-se uma tarefa envolvendo relações não proporcionais. Dos resultados obtidos, salienta-se um desempenho variável dos estudantes nos itens da tarefa, revelando-se mais difíceis aqueles que envolvem mais do que uma operação aritmética, e a prevalência de estratégias baseadas em operações aritméticas. Comparativamente com as tarefas envolvendo relações de proporcionalidade, na presente tarefa, envolvendo relações não proporcionais, os estudantes tiveram um pior desempenho e poucos deles adotaram a estratégia regra de três simples e aderiram à “ilusão de linearidade”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Referências

AUSUBEL, D.; NOVAK, J.; HANESIAN, H. Psicologia educacional. Rio de Janeiro: Interamericana, 1980.

DE BOCK, D.; DOOREN, W. V.; VERSCHAFFEL, L.; JANSSENS, D. Improper use of linear reasoning: An in-depth study of the nature and the irresistibility of secondary school students’ errors. Educational Studies in Mathematics, Dordrecht, v. 50, p. 311-314, 2002.

DE BOCK, D.; VERSCHAFFEL, L.; JANSSENS, D. The predominance of the linear model in secondary school students' solutions of word problems involving length and area of similar plane figures. Educational Studies in Mathematics, Dordrecht, v. 35, p. 65-85, 1998.

DOOREN, W. V. The linear imperative: A search for the roots and an evaluation of the impact of the overuse of linearity. Tese (Doutoramento), Universidade de Leuven, Leuven, 2005.

DOOREN, W. V.; DE BOCK, D.; HESSELS, A.; JANSSENS, D.; VERSCHAFFEL, L. Remedying secondary school students’ illusion of linearity: a teaching experiment aiming at conceptual change. Learning and Instruction, Oxford, v. 14, p. 485-501, 2004.

DOOREN, W. V.; DE BOCK, D.; HESSELS, A.; JANSSENS, D.; VERSCHAFFEL, L. Not everything is proportional: Effects of age and problem type on propensities for overgeneralization. Cognition and Instruction, Abingdon v. 23, n. 1, p. 57-86, 2005.

DOOREN, W. V.; DE BOCK, D.; JANSSENS, D.; VERSCHAFFEL, L. The linear imperative: An inventory and conceptual analysis of students’ overuse of linearity. Journal for Research in Mathematics Education, Reston, v. 39, p. 311-342, 2008.

DOOREN, W.; DE BOCK, D.; WEYERS, D.; VERSCHAFFEL, L. The predictive power of intuitive rules: A critical analysis of the impact of 'more a-more b' and 'same a-same b'. Educational Studies in Mathematics, Dordrecht, v. 56, n. 3, p. 179-207, 2004.

FERNANDES, J. A. Aplicação da proporcionalidade direta à resolução de uma situação do quotidiano por futuros professores dos primeiros anos. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v. 23, n. 2, p. 76-98, 2021.

FERNANDES, J. A. Desempenho de futuros professores numa tarefa de proporcionalidade envolvendo quantidades de uma grandeza. Perspectivas da Educação Matemática, Campo Grande, v. 15, n. 37, p. 1-20, 2022.

FERNANDES, J. A. Intuições e aprendizagem de probabilidades: uma proposta de ensino de probabilidades no 9º ano de escolaridade. Tese (Doutoramento em Educação – Metodologia do Ensino da Matemática), Universidade do Minho, Braga, 2000.

FREUDENTHAL, H. Didactical Phenomenology of Mathematical Structures. Dordrecht: Reidel, 1983.

GALL, M. D.; GALL, J. P.; BORG, W. R. Educational research: An introduction. 7. ed. Boston: A & B Publications, 2003.

LAMON, S. J. Rational numbers and proportional reasoning: Toward a theoretical framework for research. In: Lester, F. K. (Ed.). Second handbook of research on mathematics teaching and learning. Charlotte: Information Age Publishing, 2007. p. 629-667.

MARTINS, I. A.; FERNANDES, J. A. A prevalência da linearidade nas relações entre os conceitos de perímetro, área e volume. In: LIBRO DE ACTAS DO XI CONGRESO INTERNACIONAL GALEGO-PORTUGUÉS DE PSICOPEDAGOXÍA. A Coruña, 2011. Proceedings… A Coruña: Revista Galego-Portuguesa de Psicopedagoxía, 2011. p. 1299-1310.

MARTINS, I. A.; FERNANDES, J. A. Estratégias usadas por alunos do ensino básico em tarefas envolvendo relações entre os conceitos de perímetro, área e volume. In: Gomes, A. (Ed.). ELEMENTARY MATHEMATICS EDUCATION. Braga, 2008. Proceedings… Universidade do Minho e Associação para a Educação Matemática Elementar, 2009. p. 303-312.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CIÊNCIA. Programa de matemática para o ensino básico. Lisboa: Autor, 2013.

MODESTOU, M.; GAGATSIS, A. Students’ improper proportional reasoning: A result of the epistemological obstacle of “linearity”. Educational Psychology, v. 27, n. 1, p.75-92, 2007.

MODESTOU, M.; GAGATSIS, A.; PITTA-PANTAZI, D. Students’ improper proportional reasoning: the case of area and volume of rectangular figures. In: Hoines, M. J.; Fuglestad, A. B. (Eds.). Conference of the International Group for the Psychology of Mathematics Education, 3, Bergen, 2004. Proceedings… Bergen, 2004. p. 345-352.

NCTM. Normas para o Currículo e a Avaliação em Matemática Escolar. Lisboa: APM e IIE, 1991.

ROUCHE, N. Prouver: amener à l’évidence ou contrôler des implications?. In: COMMISSION INTER-IREM HISTOIRE ET EPISTÉMOLOGIE DES MATHÉMATIQUES (Ed.). La demonstration dans l’histoire. Lyon: IREM, 1989. p. 8-38.

STAVY, R.; TIROSH, D. How students (mis-)understand science and mathematics: Intuitive rules. New York: Teachers College Press, 2000.

TIROSH, D.; STAVY, R. Intuitive rules: a way to explain and predict student’s reasoning. Educational Studies in Mathematics, Dordrecht, v. 1, n. 3, p. 79-194, 1999.

Downloads

Publicado

2022-06-14

Como Citar

FERNANDES, J. A. Desempenho de Futuros Professores dos Primeiros Anos Escolares numa Tarefa Envolvendo Relações não Proporcionais. Revista de Investigação e Divulgação em Educação Matemática , [S. l.], v. 6, n. 1, 2022. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ridema/article/view/37941. Acesso em: 6 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos