Contagem: minha experiência matemática na educação infantil

Autores

Palavras-chave:

Educação Infantil, Matemática, Letramento, Leituras (plausível e positiva), Prática pedagógica

Resumo

Este relato traz como tema um trabalho de matemática desenvolvido na educação infantil, onde com base no propósito de conduzir os alunos no processo de letramento matemático, foram desenvolvida atividades que valorizavam o incentivo ao conhecimento dos números. A experiência vivenciada aconteceu em uma turma de educação infantil I, com crianças de 4 a 5 anos. Tive como tema gerador a Contagem: conhecendo os primeiros números, e para o desenvolvimento das atividades, elencamos como objetivo geral: Mostrar a importância da matemática em nosso dia a dia. Foram realizados 7 encontros totalizando 35 horas de imersão no ambiente escolar. Tive como justificativa para o desenvolvimento das atividades, a importância do conhecimento matemático para a ampliação integral das capacidades e habilidades de raciocínio lógico, alargadas pelas criança por meio de sua curiosidade. Com base nas tarefas foi possível perceber que as crianças trazem a sala de aula seus conhecimentos e vivencias da dinâmica familiar, possibilitando uma análise de como partir com o planejamento das aulas, e nisso utilizando informações do cotidiano deles para proporcionar um conhecimento mais significativo e condizendo com suas realidades. Referente as ações pude perceber o quanto as crianças se envolveram com as atividades e participaram de modo colaborativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Referências

BATISTA, Aline Cleide. A mediação do diálogo e da reflexão na formação continuada na escola: dimensões do trabalho do coordenador pedagógico. In: LIMA, Maria Aldecy Rodrigues de; et al (Org.). Desafios da formação docente: 20 anos de Pedagogia em Cruzeiro do Sul. São Paulo: All Print, 2014.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Proposta preliminar. Segunda versão revista. Brasília: MEC, 2017. Disponível em: http://base nacional comum.mec.gov.br/documentos/bncc.2versao.revista.pdf. Acesso em 4 de mar. 2019.

CARVALHO, Rosita Edler. Removendo Barreiras para a aprendizagem. 4. ed. Porto Alegre: Mediação, 2002.

DANYLUK, O. S. Alfabetização Matemática: a escrita da linguagem matemática no processo de alfabetização. Tese (Doutorado) – Programa de Pós Graduação em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1997.

DORNELES, Beatriz Vargas. Princípios de contagem: uma construção progressiva. In: SEMINÁRIO PESQUISA EM EDUCAÇÃO: Região Sul, 5., 2004, Curitiba. Anais [...]. Curitiba: PUCPR, 2004. p. 1-12. CD-ROM.

GUATHIER, C.etal. Por uma teoria da pedagogia: pesquisas contemporâneas sobre o saber docente. Ijuí: EdUNIJUÍ, 2006.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. Coleção magistério 3° grau: Série formação do professor. Cortez, 1994.

LORENZATO, S. Para aprender Matemática. 2. ed. rev. Campinas: Autores Associados, 2008.Coleção Formação de Professores.

OECD. Sample Tasks from Pisa 2000 Assesment. Reading mathematical and scientific literacy, 2002.

PIAGET, J. Psicologia e Pedagogia. Rio de Janeiro. Forense Universitária, 1976.

Downloads

Publicado

2021-10-31

Como Citar

SOUZA, M. D. de L. . Contagem: minha experiência matemática na educação infantil. Revista de Investigação e Divulgação em Educação Matemática , [S. l.], v. 5, n. 1, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/ridema/article/view/34411. Acesso em: 2 dez. 2021.

Edição

Seção

Ensino e aprendizagem de Matemática para a Educação Infantil