Andanças por São João do Meriti

Cartografias infantis em espaços urbanos na Baixada Fluminense

Autores

Palavras-chave:

Escola Comunitária. Aprendizagens. Geografia das Infâncias

Resumo

Nesse artigo falaremos sobre a aprendizagem de crianças pequenas de uma escola comunitária marcada por resultados expressivos na alfabetização das crianças no primeiro ano do ensino fundamental. Trazemos o recorte de uma pesquisa realizada entre 2018 e 2020 com crianças da educação infantil e do primeiro ano do ensino fundamental na qual, a partir de análise documental e observação participante, suas práticas foram analisadas. Trazemos para este artigo o evento “Ilustrações do caminho percorrido” para discutir as experiências das crianças sobre a territorialidade, o sentimento de pertencimento e suas subjetividades. Argumentamos pela percepção de os registros sob a forma de desenhos ao mesmo tempo constroem as bases de um pensamento cartográfico e solidificam o pertencimento dos sujeitos ao seu território. Observamos nessa instituição os olhares atentos para produção das crianças, a interação e a manutenção da brincadeira constantes nos fazeres pedagógicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flavia Miller Naethe Motta, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro/UFRRJ

Pesquisadora do Programa de Pós-Graduação em Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Professora Associada do Departamento de Educação e Sociedade. Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Ministra as disciplinas Estágio Supervisionado em Educação Infantil e Didática. Psicóloga Escolar. Coordenadora do GEPELID - Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Linguagem e Diversidade que desenvolve os projetos de pesquisa:"O que dizem as crianças sobre viver no exílio: estudo com crianças refugiadas sobre a experiência de diáspora" e "Em busca de uma heterociência: ética, estética e epistemologia numa perspectiva Bakhtiniana das Ciências Humanas".

Ana Lúcia Gomes de Souza, UERJ

Professora Assistente no Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira - CAp/UERJ. Doutora em Educação pelo PPGEduc da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ. Bolsista do Consórcio CEDERJ como Coordenadora da disciplina Sociologia e Educação do Curso de Pedagogia EaD na UNIRIO. Pesquisadora do Grupo estudos e pesquisa sobre linguagem, Infâncias e diferenças - GEPELID/UFRRJ. Pesquisa concentrada no campo da formação continuada de professores e sua influência no fazer pedagógico (infância, alfabetização, letramento e educação inclusiva), bem como, no estudo das linguagens e narrativas utilizadas pelos sujeitos. Coordenadora do Projeto de Extensão "Dialogia- proposta de interação sobre ideias-força da docência", desenvolvido na UERJ.

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2011.

FERNANDES, Maria Lídia Bueno; LOPES, Jader Janer Moreira. Território, cultura e educação: a configuração da infância em tempo/espaço outro. Revista Em aberto, Brasília, v. 31, n. 101, p. 133-146, 2018.

LARROSA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber da experiência. Revista Brasileira de Educação, n. 19, 2002.

LOPES, Jader Janer Moreira; VASCONCELLOS, Tânia de. Geografia da infância. Reflexões sobre uma área de pesquisa. Juiz de Fora: FEME, 2015.

LOPES, Jader Janer Moreira; FICHTNER, Bernd. O espaço de vida da criança: contribuições dos estudos de Marta Muchov às crianças e suas espacialidades. Revista de Educação Pública, Cuiabá, n. 63, v. 26, p. 755-774, 2017.

MOTTA, Flávia Miller Naethe. De crianças a alunos: a transição da educação infantil para o ensino fundamental. São Paulo: Cortez, 2013.

VIGOTSKI, Lev. Semenovich. A formação social da mente. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

Downloads

Publicado

2022-07-29