Os espaços que nos habitam

as múltiplas concepções no pensamento ocidental

Autores

Palavras-chave:

Espaco, Concepções, Filosofia

Resumo

Este texto tem como objetivo apresentar as concepções de espaços elaboradas pelos pensadores na história do pensamento ocidental, pelo fato de ser uma das categorias básicas fundamentais de orientação, localização e amparo da existência humana. Por isso, torna-se pertinente resgatar os conceitos do termo espaço que se tornaram matrizes teóricas de reflexões para os diversos campos acadêmicos que trabalham com a temática espaço.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

MARCOS SUEL ZANETTE, UniAcademia e Secretaria de Educação/Juiz de Fora

Professor da Pós-Graduação em Psicanálise: Clínica e Cultura, na UniAcademia, e de Filosofia na Educação Básica, Juiz de Fora/MG, Brasil.

Referências

BALMES, Jaime. Obras completas. Tomo II. Filosofia fundamental. Madri: La Editorial Católica S.A., 1948.

BÍBLIA. Português. 1985. A Bíblia de Jerusalém. São Paulo: Edições Paulinas, 1985.

BRASIL, Luciano de Faria. A espacialidade do dasein: um estudo sobre o § 24 de Ser e Tempo. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Faculdade de Filosofia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, 2005.

COSBISIER, Roland. Enciclopédia filosófica. Petrópolis, RJ: Vozes, 1974.

CHAUÍ, Marilena. Introdução à história da filosofia: dos pré-socráticos a Aristóteles. v. I. São Paulo: Brasiliense, 1994.

DESCARTES, René. Discurso sobre o método; As paixões da alma; Meditações. São Paulo: Nova Cultural, 1999.

DERRIDA, Jacques. Khôra. Campinas, SP: Papirus, 1995.

ELIADE, Mircea. O sagrado e o profano. A essência das religiões. Edição Livros do Brasil: Lisboa, s/d.

GOMIDE, Walter. Sobre o conceito de Khora: um diálogo entre Platão e Einstein. In. O que nos faz pensar, n. 21, 2007, p. 187-201. Disponível em:

http://www.oquenosfazpensar.com/adm/uploads/artigo/um_dialogo_entre_platao_e_einstein/artigos187201.pdf. Acesso em: 22 mai. 2012.

HAVEY, David. Condição pós-moderna. Uma pesquisa sobre as origens da mudança cultural. 4. ed. São Paulo: Loyola, 1994.

HEIDEGGER, Martin. Ser e tempo. v. I e II. Petrópolis, RJ: Vozes, 1989.

HEIDEGGER, Martin. Construir, habitar e pensar. In. Ensaios e conferências. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001a. p. 125-142.

HEIDEGGER, Martin. Logos (Heráclito, fragmento 50). In. Ensaios e conferências. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001a. p. 183-204.

HEIDEGGER, Martin. Seminário de Zollikon. São Paulo: EDUC. Petrópolis, RJ: Vozes, 2001b.

HEGEL, Georg Wilhelm Friedrich. Fenomenologia do espírito. Parte I. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 1992.

HESSEN, Johannes. Teoria do conhecimento. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

JOLIVET, Régis. Introdução geral lógica-cosmologia. Rio de Janeiro: Livraria Agir Editora, 1989.

KANT, Immanuel. Crítica da razão pura. 5. ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2001.

KONDER, Leandro. O que é dialética. 3. ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 1981.

LEAKEY, Richard. A origem da espécie humana. Rio de Janeiro: Rocco, 1995.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. São Paulo, SP: Martins Fontes, 1999.

MORA, José Ferrater. Dicionário de filosofia. Tomo II. Verbete: Espaço. São Paulo: Ed. Loyola, 2001. p. 871-879.

REALE, Giovanni. História da filosofia antiga: II Platão e Aristóteles. São Paulo: Loyola, 1994.

SELVAGGI, Filippo. Filosofia do mundo: cosmologia filosófica. São Paulo: Loyola, 1988.

SOJA, Edward Willian. Geografia pós-moderna. A reafirmação do espaço na teoria social crítica. São Paulo: Jorge Zahar Editor, 1993.

TARNAS, Richard. A epopeia do pensamento ocidental: ideias que moldaram nossa visão de mundo. Rio de Janeiro: Bertrand do Brasil, 2005.

Downloads

Publicado

2022-07-29