Contributos da supervisão pedagógica para a formação docente em Portugal

  • Elza Mesquita Centro de Investigação em Educação Básica, Instituto Politécnico de Bragança
  • Angelina Sanches Centro de Investigação em Educação Básica, Instituto Politécnico de Bragança
  • Ilda Freire-Ribeiro Instituto Politécnico de Bragança, Portugal
Palavras-chave: supervisão, educação para o desenvolvimento, formação de professores

Resumo

O texto apresentado é de natureza teórica e procura analisar e situar os contributos da supervisão pedagógica para a formação docente em Portugal, desde que o conceito “supervisão” foi pela primeira vez apreciado na legislação nacional, mais especificamente com a publicação do Estatuto da Carreira dos Educadores de Infância e dos Professores dos Ensinos Básico e Secundário (DECRETO-LEI N.º 139-A/90, de 28 de abril de 1990). No campo pedagógico, sabe-se que o conceito de supervisão, numa perspetiva mais tradicionalista, se limitava mais à formação inicial de professores e, por tal, posicinamo-nos face a esta vertente da formação. Decidimos, portanto, elaborar uma análise documental percorrendo 30 anos da formação inicial em Portugal (1990-2020), desde o aparecimento do conceito em documentos normativos portugueses. Ao longo desta análise focar-nos-emos em aspetos que se prendem com a definição do conceito de supervisão, com a sua linha evolutiva no campo pedagógico e com abordagens de natureza teórica, procurando enquadrá-lo na legislação portuguesa, uma vez que visamos clarificar algumas das diretrizes normativas, quanto ao sentido e quanto à sua aplicação na formação inicial de professores. Mas, também procuraremos trazer algumas publicações de referência de autores/as nacionais que muito contribuíram para a reflexão em torno do conceito de supervisão e dignificaram a formação inicial de professores.

Biografia do Autor

Elza Mesquita, Centro de Investigação em Educação Básica, Instituto Politécnico de Bragança

Pós-doutorada em Ciências da Educação, na área de especialização de supervisão pedagógica, pela Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa do Porto, Portugal. Doutorada em Estudos da Criança, na área de especialização em formação de professores, pela Universidade do Minho, Braga, Portugal. Mestre em Ciências da Educação, na área de especialização em formação de professores, pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa, Portugal. É professora adjunta no Departamento de Ciências da Educação e Supervisão e membro integrado (subcoordenadora) do Centro de Investigação em Educação Básica, no Instituto Politécnico de Bragança, Portugal.

Angelina Sanches, Centro de Investigação em Educação Básica, Instituto Politécnico de Bragança

É doutorada em Didática e Formação, mestre em Supervisão, na área de Educação de Infância (Didáctica e Tecnologia Educativa) pela Universidade de Aveiro, Portugal, e Licenciada em Ciências da Educação (Psicologia e Ciências da Educação), pela Universidade do Porto, Portugal. É professora adjunta no Departamento de Ciências da Educação e Supervisão (o qual coordena) e membro integrado do Centro de Investigação em Educação Básica, Instituto Politécnico de Bragança, Portugal. Tem publicações nas áreas da formação de educadores/professores, educação de infância e educação para o desenvolvimento.

Ilda Freire-Ribeiro, Instituto Politécnico de Bragança, Portugal

Doutora em Estudos da Criança, área de especialização em Formação de Professores, pelo Instituto de Educação da Universidade do Minho, Braga, Portugal. Mestre em Educação, área de especialização em Educação de Adultos, pelo Instituto de Educação e Psicologia da Universidade do Minho. Licenciada em Professores do Ensino Básico – 1.º ciclo. Presidente da Comissão Científica e Diretora de Curso do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Bragança. É professora adjunta no Departamento de Ciências da Educação e Supervisão, no Instituto Politécnico de Bragança, Portugal. Os seus atuais interesses de investigação relacionam-se com temas de formação inicial de professores, cidadania global, educação para o desenvolvimento.

Referências

ALARCÃO, Isabel. A supervisão clínica. Um conceito e uma prática ao serviço da formação de professores. Revista Portuguesa de Pedagogia, 16, p. 151-168, 1982.

ALARCÃO, Isabel. Desenvolvimento do pensamento de D. Schön e os programas de formação de professores. Cadernos CIDInE, 1, p. 5-22, 1992.

ALARCÃO, Isabel. Escola reflexiva e supervisão. Uma escola em desenvolvimento e aprendizagem. In: ALARCÃO, Isabel (Org.). Escola reflexiva e supervisão. Uma escola em desenvolvimento e aprendizagem. Porto: Porto Editora, 2009, p. 11-23.

ALARCÃO, Isabel. Desenvolvimento profissional, interação colaborativa e supervisão. In: MACHADO, Joaquim; MATIAS ALVES, José (Coords.). Coordenação, supervisão e liderança. Escolas, projetos e aprendizagens. Porto: Universidade Católica Editora, 2014, p. 22-35. E-book. Disponível em: http://www.uceditora.ucp.pt/resources/Documentos/UCEditora/PDF%20Livros/Porto/Coordena%C3%A7%C3%A3o%20Supervis%C3%A3o%20e%20Lideran%C3%A7a.pdf. Acesso em: 18 fev. 2020.

ALARCÃO, Isabel; CANHA, Bernardo. Supervisão e colaboração: uma relação para o desenvolvimento. Porto: Porto Editora, 2013.

ALARCÃO, Isabel; ROLDÃO, Maria do Céu. Supervisão. Um contexto de desenvolvimento. Mangualde: Edições Pedago, 2008.

ALARCÃO, Isabel; SÁ-CHAVES, Idália. Supervisão de professores e desenvolvimento humano. Uma perspetiva ecológica. In: TAVARES, José (Ed.). Para intervir educação. Contributos dos colóquios CIDInE. Aveiro: Edições CIDInE, 1994, p. 201-232.

ALARCÃO, Isabel; TAVARES, José. Supervisão da prática pedagógica: uma perspetiva de desenvolvimento e aprendizagem. 2. ed. Coimbra: Almedina, 2003.

CAMPOS, Bártolo Paiva. Políticas de formação de profissionais de ensino em escolas autónomas. Porto: Edições Afrontamento, 2002.

DECRETO-LEI N.º 139-A/90. Diário da República n.º 98/1990, 1º Suplemento, Série I de 1990-04-28. Disponível em: https://dre.pt/application/conteudo/411815. Acesso em: 28 abr. 2020.

DECRETO-LEI N.º 95/97. Diário da República n.º 95/1997, I Série–A, de 1997-04-23. Disponível em: https://www.dgae.mec.pt/?wpfb_dl=995. Acesso em: 30 abr. 2020.

DECRETO-LEI N.º 15/2007. Diário da República n.º 14/2007, Série I de 2007-01-19. Disponível em: https://dre.pt/application/conteudo/522638. Acesso em: 30 abr. 2020.

DECRETO-LEI N.º 43/2007. Diário da República, 1.ª série, n.º 38, de 2007-02-22. Disponível em: https://dre.pt/application/conteudo/517819. Acesso em: 05 maio 2020.

DECRETO-LEI N.º 79/2014. Diário da República, 1.ª série, n.º 92, de 2014-05-14. Disponível em: https://dre.pt/application/conteudo/25344769. Acesso em: 05 maio 2020.

ESTRELA, Maria Teresa. Questões de profissionalidade e profissionalismo docente. In TEIXEIRA, Manuela (Org.). Ser professor no limiar do séc. XXI. Braga: ISET, 2001, p. 113-141.

FEDERAÇÃO NACIONAL DA EDUCAÇÃO (FNE). Estatuto da Carreira Docente (Com alterações até à Lei n.º 16/2016, de 17 de Junho) e Diploma da Avaliação do Desempenho (Decreto regulamentar n.º 26/2012, de 21 de Fevereiro). Porto: Federação Nacional da Educação, 2019. Disponível em: https://fne.pt/uploads/documentos/documento_1552058734_1908.pdf. Acesso em: 29 abr. 2020.

FORMOSINHO, João. A formação prática dos professores: da prática docente na instituição de formação à prática pedagógica nas escolas. In: CAMPOS, Bártolo Paiva (Org.), Formação profissional de professores no ensino superior. Porto: Porto Editora, 2001, p. 46-64.

FORMOSINHO, João (Coord.). Formação de Professores. Aprendizagem profissional e acção docente. Porto: Porto Editora, 2009.

GASPAR, Maria Ivone; SEABRA, Filipa; NEVES Cláudia. A supervisão pedagógica: significados e operacionalização. Revista Portuguesa de Investigação Educacional, vol. 12, p. 29-57, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.34632/investigacaoeducacional.2012.3374. Acesso em: 18 mar. 2020.

GONÇALVES, Adorinda; SANCHES, Angelina; GUERREIRO, Carla; MARTINS, Cristina; MESQUITA, Cristina; MESQUITA, Elza; RODRIGUES, Maria José & NOVO, Rosa. Formação inicial de educadores e professores: perceções dos cooperantes sobre o processo de supervisão. In: MESQUITA, Elza; ROLDÃO, Maria do Céu; MACHADO, Joaquim (Orgs.). Prática supervisionada e construção do conhecimento profissional. 1. ed. Vila Nova de Gaia: Fundação Manuel Leão, 2019, p. 93-128.

LEI N.º 46/86. Diário da República n.º 237/1986, Série I de 1986-10-14. Disponível em: https://dre.pt/application/conteudo/222418. Acesso em: 28 abr. 2020.

MARCELO GARCÍA, Carlos. Formação de professores para uma mudança educativa. Porto: Porto Editora, 1999.
MARCHÃO, Amélia; HENRIQUES, Hélder (2019). Formação inicial de educadores e de professores, supervisão e pensamento crítico. In: MESQUITA, Elza; ROLDÃO, Maria do Céu; MACHADO, Joaquim (Orgs.). Prática supervisionada e construção do conhecimento profissional. 1. ed. Vila Nova de Gaia: Fundação Manuel Leão, 2019, p. 73-92.

MESQUITA, Elza. Competências do professor. Representações sobre a formação e a profissão. Lisboa: Edições Sílabo, 2013.

MESQUITA, Elza; MACHADO, Joaquim. Formação e reflexibilidade dos formandos na prática supervisionada. In: MESQUITA, Elza; ROLDÃO, Maria do Céu; MACHADO, Joaquim (Orgs.). Prática supervisionada e construção do conhecimento profissional. 1. ed. Vila Nova de Gaia: Fundação Manuel Leão, 2019, p. 41-72.

MESQUITA, Elza; ROLDÃO, Maria do Céu. Formação inicial de professores: A supervisão pedagógica no âmbito do processo de Bolonha. Lisboa: Edições Sílabo, 2017.

MESQUITA, Elza; ROLDÃO, Maria do Céu (2019). A supervisão como dispositivo de desenvolvimento profissional e transformação de práticas. In: MESQUITA, Elza; ROLDÃO, Maria do Céu; MACHADO, Joaquim (Orgs.). Prática supervisionada e construção do conhecimento profissional. 1. ed. Vila Nova de Gaia: Fundação Manuel Leão, 2019, p. 13-39.

MESQUITA, Elza; FORMOSINHO, João; MACHADO, Joaquim. Supervisão da prática pedagógica e colegialidade docente. A perspetiva dos candidatos a professores. Revista Portuguesa de Investigação Educacional, vol. 12, p. 59-77, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.34632/investigacaoeducacional.2012.3375. Acesso em: 18 mar. 2020.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO [ME]. Educação e formação em Portugal. Lisboa: Ministério da Educação, 2007.

MOREIRA, Maria Alfredo (2015). A supervisão pedagógica como prática de transformação: o lugar das narrativas profissionais. Revista Eletrônica de Educação, v. 9, n.3, p. 48-63. Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/40305. Acesso em: 16 mar. 2020.

OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia. Em direção a um modelo ecológico de formação de educadores de infância. Inovação, 10, 1, p. 89-110, 1997.

OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia. A interacção educativa na supervisão de educadores estagiários. Um estudo longitudinal. In: OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia (Org.). A supervisão na formação de professores I - Da sala à escola. Porto: Porto Editora, 2002a, p. 121-143.

OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia. A supervisão pedagógica da formação inicial de professores no âmbito de uma comunidade de prática. Revista do GEDEI, Infância e Educação: investigação e práticas, n. 4, p. 42-68, 2002b.

ROCHA, João; SÁ-CHAVES, Idália. Entrevista a especialistas na área científica da supervisão: Professora Idália Sá-Chaves. Indagatio Didactica, vol. 4(2), p. 4-39, julho 2012. Aveiro: CIDTFF - Universidade de Aveiro. Disponível em: https://repositorio.ipv.pt/handle/10400.19/4272. Acesso em: 24 mar. 2020.

ROLDÃO, Maria do Céu. Supervisão, conhecimento e melhoria – uma triangulação transformativa nas escolas?. Revista Portuguesa de Investigação Educacional, vol. 12, p. 7-28, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.34632/investigacaoeducacional.2012.3373. Acesso em: 18 mar. 2020.

SÁ-CHAVES, Idália. A construção de conhecimento pela análise reflexiva da práxis. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2002.

SÁ-CHAVES, Idália. Formação, conhecimento e supervisão. Contributos na área de formação de professores e outros profissionais. 3 ed. Aveiro: Universidade de Aveiro/CDITFF, 2011.

SANCHES, Angelina. A supervisão pedagógica enquanto processo colaborativo de formação profissional. In: MESQUITA, Elza; ROLDÃO, Maria do Céu; MACHADO, Joaquim (Orgs.). Prática supervisionada e construção do conhecimento profissional. 1. ed. Vila Nova de Gaia: Fundação Manuel Leão, 2019, p. 147-163.

SCHÖN, Donald. The reflective pactritionner. New York: Bsic Books, 1983.

SCHÖN, Donald. Educating the reflective practitioner. New York: Jossey-Bass, 1987.

TRACY, Saundra. Modelos e abordagens. In: OLIVEIRA-FORMOSINHO, Júlia (Org.). A supervisão na formação de professores I – da sala à escola. Porto: Porto Editora, p. 19-92, 2002.

VASCONCELOS, Teresa. Prática pedagógica sustentada: cruzamento de saberes e de competências. Lisboa: Edições Colibri/Instituto Politécnico de Lisboa, 2009.

VIEIRA, Flávia. Supervisão. Uma prática reflexiva de formação de professores. Rio Tinto: Edições Asa, 1993.

VIEIRA, Flávia. Para uma visão transformadora da supervisão pedagógica. Educação & Sociedade, Campinas, vol. 30, n. 106, p. 197-217, abr. 2009. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0101-73302009000100010. Acesso em: 09 maio 2020.

VIEIRA, Flávia. Formação reflexiva de professores e pedagogia para a autonomia: para a constituição de um quadro ético e conceptual da supervisão pedagógica. In: VIEIRA, Flávia; MOREIRA, Maria Alfredo; BARBOSA, Isabel; PAIVA, Madalena; FERNANDES, Isabel Sandra. No caleidoscópio da supervisão: imagens da formação e da pedagogia. Mangualde: Edições Pedago, 2006, p. 15-44.

VIEIRA, Flávia. Formação reflexiva de professores e pedagogia para a autonomia: para a constituição de um quadro ético e conceptual de supervisão. In: VIEIRA, Flávia; MOREIRA, Maria Alfredo; BARBOSA, Isabel; PAIVA, Madalena & FERNANDES, Isabel Sandra. No caleidoscópio da supervisão: imagens da formação e da pedagogia. 2 ed. Mangualde: Edições Pedago, 2010, p. 15-35.

VIEIRA, Flávia; MOREIRA, Maria Alfredo. Supervisão e avaliação do desempenho docente. Para uma abordagem de orientação transformadora. Lisboa: Ministério da Educação/CCAP, 2011. Disponível em: http://www.ccap.min-edu.pt/docs/Caderno_CCAP_1-Supervisao.pdf. Acesso em: 03 maio 2020.
Publicado
2020-06-30