Um estudo sobre as contribuições das situações argumentativas para construção e estabilização dos conhecimentos na perspectiva da aprendizagem significativa crítica

  • Kátia Aparecida da Silva Aquino Universidade Federal de Pernambuco
  • Rayssa Suane de Araújo Lima Instituto Federal de Ipojuca
  • Alice Sabrina Ferreira da Silva Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: Aprendizagem Significativa, Ensino de Química, Argumentação

Resumo

O desafio de promovermos uma aprendizagem significativa crítica no ensino de ciências está relacionado à utilização de estratégias que contribuam para a negociação de significados e que sejam capazes de promover uma Aprendizagem Significativa. Com base nisso, buscamos avaliar como a utilização da argumentação pode potencializar a construção e estabilização do conhecimento para ser utilizado de forma crítica, mediante análises de mapas conceituais produzidos antes e após a vivência de situações argumentativas. O objetivo consiste em apontar possíveis contribuições decorrentes dessas intervenções para o processo de assimilação e retenção dos conhecimentos sobre a temática “conservantes alimentares”. Os resultados indicaram que novos significados foram incorporados aos conhecimentos prévios, contribuindo para estabilização destes conhecimentos após um provável período de obliteração, indicando possíveis evidências de uma aprendizagem significativa crítica em curso.

Biografia do Autor

Kátia Aparecida da Silva Aquino, Universidade Federal de Pernambuco

Professora Titular do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Pernambuco, tem formação na área de Química e desenvolve pesquisas na área de ensino à luz da Teoria da Aprendizagem Significativa. É líder do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Aprendizagem Signficativa-GEPAS que é consolidado no CNPq.

Rayssa Suane de Araújo Lima, Instituto Federal de Ipojuca

Graduada em Licenciatura em Química e mestre em Ensino de Ciências pela Universidade Federal Rural de Pernambuco. Atua como técnica educacional no Instituto Federal, campus Ipojuca, em Pernambuco.

Alice Sabrina Ferreira da Silva , Universidade Federal de Pernambuco

Graduada em Licenciatura Plena em Química e atualmente é doutoranda em Tecnologias Energéticas e Nucleares pela Universidade Federal de Pernambuco.

Referências

AQUINO, Kátia Aparecida da Silva., OLIVEIRA, Natalia Alexandre Barros, NOGUEIRA, Raquel Cordeiro, DE CHIARO, Sylvia. Construção e análise de material instrucional potencialmente significativo para a educação química no ensino médio. Aprendizagem Significativa em Revista, v. 7, n.3, p. 43-59, 2017.
AQUINO, Kátia Aparecida da Silva., DE CHIARO, Sylvia. Uso de Mapas Conceituais: percepções sobre a construção de conhecimentos de estudantes do ensino médio a respeito do tema radioatividade. Ciências & Cognição, v.18, n. 2, p.158-171, 2013.
AUSUBEL, David Paul. Aquisição e retenção de conhecimentos: Uma perspectiva cognitiva. Lisboa: Editora Plátano, 2003.
BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME, 2017.
BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Brasília, MEC, 1996.
LEITÃO, Selma. O trabalho com argumentação em ambientes de ensino-aprendizagem: um desafio persistente. Uni-pluri/versidad, vol. 12, n. 3, p. 23-37, 2012.
LEITÃO, Selma.; DAMIANOVIC, Maria Cristina. Argumentação na Escola: o Conhecimento em Construção. Campinas: Pontes, 2011.
LIMA, Rayssa Suane Araújo.; AQUINO, Kátia Aparecida da Silva., OLIVEIRA, Natália. Alexandre Barros; NOGUEIRA, Raquel Cordeiro; DE CHIARO, Sylvia. A construção da Aprendizagem Significativa crítica através do uso da argumentação. In: 6 Encontro Nacional de Aprendizagem Significativa, 2016, São Paulo/SP. 6 Encontro Nacional de Aprendizagem Significativa. Rio de Janeiro: apsignficiativa/IOC/FIOCRUZ, v. 6. p. 102-111, 2016.
MONTEIRO, Silvana Drumond; CARELLI, Ana Esmeralda; PICKLER, Maria Elisa Valentin. Ciência da informação, memória e esquecimento. Revista de Ciências da Informação. v.9, n.6, p.1-12, 2008.
MOREIRA, Marcos Antônio. Mapas Conceituais e Aprendizagem Significativa. Revista Chilena de Educação Científica, v. 4, n. 2, p. 38-44, 2012.
MOREIRA, Marcos Antônio. Negociação De Significados E Aprendizagem Significativa. Ensino, Saúde e Ambiente, v.1, n.2, p 2-13, dez. 2008.
MOREIRA, Marcos Antônio. Aprendizagem significativa crítica. Porto Alegre: Instituto de Física da UFRGS, 2010.
NOVAK, Joseph. Learning, creating, and using knowledge: concept maps as facilitative tools in schools and corporations. Nova Iorque: Routledge, 2010.
ÖSTERLUNND, Lise Lotte. e EKBORG, Margareta. Students’ understanding of redox reactions in three situation. Nordina, v.5, n.2, 2009.
Publicado
2019-12-21