Uso de vídeos como objetos de aprendizagem no curso de Licenciatura em Computação da UFJF: um relato de experiência

Autores

Palavras-chave:

GAMIFICAÇÃO, EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA, OBJETOS DE APRENDIZAGEM, VIDEOAULAS

Resumo

O curso de Licenciatura em Computação da Universidade Federal de Juiz de Fora é ofertado na modalidade à distância, em consonância com as diretrizes do projeto CAPES/UAB. Nesses dez anos de curso, lecionei diversas disciplinas e apresento aqui o relato da minha experiência enquanto docente, com foco principal nas dinâmicas que envolvem objetos de aprendizagem e vídeos educacionais, chamados de videoaulas. Como destaque desse relato está a diversidade na forma de planejar, produzir, editar e disponibilizar esse tipo de material didático, assim como o feedback dos discentes em relação a esse tipo de mídia. Também são apresentados os aspectos de organização e avaliação das turmas lecionadas.

Referências

ALMEIDA, C.M. e CARVALHO, N.A. Avaliação da duração das videoaulas na perspectiva dos alunos do consórcio CEDERJ RIO DE JANEIRO/RJ, 24° CIAED Congresso Internacional ABED de Educação a Distância, Disponível em: http://www.abed.org.br/congresso2018/anais/trabalhos/4360.pdf, Acessado em 20 de agosto de 2020, 2018.

ALMEIDA, M. A., SOUZA, J.F. e BARRÉRE, E. Learning Style identification and usage in academia: A systematic mapping, XXX Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (Brazilian Symposium on Computers in Education), DOI: 10.5753/cbie.sbie.2019.1341, p. 1341, 2019.

ALVES, D. G.; CABRAL, T. D.; COSTA, R. M. E. M. Ambientes virtuais para educação a distância: uma estrutura de classificação e análise de casos. Cadernos do IME - Skie Informática, Rio de Janeiro, v. 14, p. 2, jun. 2003.

BARRERE, E. Videoaulas: aspectos técnicos, pedagógicos, aplicações e bricolagem. In: Maria Augusta Silveira Netto Nunes, Elizabeth Matos Rocha. (Org.). Anais da Jornada de Atualização em Informática na Educação. 1ed.Dourados: EaD-UFGD, 2014, v. 1, p. 70-105.

BARRÉRE, E., VITOR, M.A. e ALMEIDA, M.A. Ampliação das Possibilidades de Gamificação no Moodle, XXVIII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação SBIE (Brazilian Symposium on Computers in Education), DOI: 10.5753/cbie.sbie.2017.605, Recife, p. 605., 2017.

BARRERE, E.; SCORTEGAGNA, L. ; LELIS, C. A. S. Produção de Videoaulas para o Serviço EDAD da RNP. In: Simpósio Brasileiro de Informática na Educação - SBIE, 2011, Aracajú. 22o Simpósio Brasileiro de Informática na Educação - SBIE. Aracajú, 2011. v. 1.

BARROS, D.M.V. e GUERREIRO,A.M. Novos desafios da educação a distância: programação e uso de Chatbots. Revista Espaço Pedagógico, v. 26, n. 2, p. 410-431, 2019.

BEHAR, P. Competência em Educação a distância. ISBN 978-85-65848-48-0, Editora Penso, 2013.

DETERDING, S. et al. From game design elements to gamefulness: defining gamification, ACM. Proceedings of the 15th international academic MindTrek conference: Envisioning future media environments, p. 9-15, 2011.

FARDO, M.L. A Gamificação Aplicada em Ambientes de Aprendizagem, RENOTE - Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 11, n. 1, 2013.

HANSCH, A., HILLERS, L., McCONACHIE, K., NEWMAN, C., SCHILDHAUER, T. e SCHMIDT, P. Video and online learning: Critical reflections and findingsfrom the field. SSRN eLibrary, 2015.

HAUCK, F. T. ; BARRERE, E. ; SCORTEGAGNA, L. Uso de Anotações em Videoaulas para o Sistema RIO. In: Simpósio Brasileiro de Informática na Educação - SBIE, 2011, Aracajú. 22o Simpósio Brasileiro de Informática na Educação - SBIE. Aracajú, 2011.

KAPP, K.M. The Gamification of Learning and Instruction: Game-based Methods and Strategies for Training and Education, Editora Wiley, ISBN 9781118191989, ed. 1, 2012.

LISTER, M. C. Gamification: The effect on student motivation and performance at the post-secondary level, Issues and Trends in Educational Technology, v. 3, n. , 2015.

MAYER, R.E., FIORELLA, L. e STULL, A. Five ways to increasethe effectiveness of instructional vídeo, Educational Technology Research and Devel-opment, 2020.

MORÁN, J. M. O vídeo na sala de aula. Comunicação & Educação, v. 1, n 2, p. 27-35. 1995.

MORÁN, J.M. Ensino e aprendizagem inovadores com tecnologias. Informática na Educação: teoria & prática, v.3, n.1. p. 137-144. 2000.

NETTO, B.C.M., AZEVEDO, J.A., SILVA, E.A.S. e LEÃO, R.M.M. Servidor Multimídia RIO em Ensino a Distância, 6th International Free Software Fórum, 2005.

O’DONOVAM, S., GAIN, J. e MARAIS, P. A case study in the gamification of a university-level games development course, Proceedings of the South African Institute for Computer Scientists and Information Technologists Conference, (SAICSIT’13), p. 242-251, 2013.

ROCHA, S.S.D., JOYE, C.R. e MOREIRA, M.M. Educação a Distância na era digital: tipologia, variações, uso e possibilidades da educação online. Research, Society and Development, DOI: 10.33448/rsd-v9i6.33901A, v. 9, n. 6, 2020.

SCORTEGAGNA, L. Objetos de Aprendizagem. 1 ed. Juiz de Fora: CEAD, 2016. v. 1. 105p.

SOUZA, C.F.L., FERREIRA, J.M., PEREIRA, A.C. e SILVA, M.A.D. Entendendo o uso de vídeos como ferramenta complementar de Ensino, Journal of Health Informatics, ISSN 2175-4411, Disponível em: http://www.jhi-sbis.saude.ws/ojs-jhi/index.php/jhi-sbis/article/view/600, Acessado em 20 de agosto de 2020, v. 11, n.1, 2019.

TORI, R. Educação sem Distância: As Tecnologias Interativas na Redução de Distâncias em Ensino e Aprendizagem. 2 ed. São Paulo: Artesanato Educacional, 2018. ISBN: 978-85-64803-14-5.

WILEY, D. A. et al. Connecting learning objects to instructional design theory: A definition, a metaphor, and a taxonomy. In: WILEY, D. A. (Org.). The instructional use of learning objects. Bloomington: Association for Educational Communications and Technology, p. 3-23, 2000.

Arquivos adicionais

Publicado

2021-11-11

Como Citar

BARRERE, E. Uso de vídeos como objetos de aprendizagem no curso de Licenciatura em Computação da UFJF: um relato de experiência. Lynx, [S. l.], v. 1, n. 2, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/lynx/article/view/35455. Acesso em: 2 dez. 2021.