A Revista Gatilho empenha-se em promover a integração de alunos de graduação e pós-graduação, visando a um intercâmbio de conhecimentos e experiências. É com este intuito que a Revista, outrora impressa, ora se tornou virtual: a fim de que sua divulgação seja facilitada a um maior número de leitores.

Como uma mira armada pronta a atirar, a Revista GATILHO aponta especialmente, neste primeiro número, para dois contos que se destacam pela qualidade da narrativa e que foram reconhecidos com premiação; e três artigos que, julga, apresentam relevância no cenário contemporâneo.

“O processo de escrever é feito de erros – a maioria essenciais – de coragem e preguiça, desespero e esperança, de vegetativa atenção, de sentimento constante (não pensamento) que não conduz a nada, não conduz a nada, e de repente aquilo que se pensou que era ‘nada’ era o próprio assustador contato com a tessitura de viver – e esse instante de reconhecimento, esse mergulhar anônimo na tessitura anônima, esse instante de reconhecimento (igual a uma revelação) precisa ser recebido com a maior inocência, com a inocência de que se é feito. O processo de escrever é difícil? mas é como chamar de difícil o modo extremamente caprichoso e natural como uma flor é feita.”

Clarice Lispector

“Para não esquecer”

Publicado: 2019-06-07

Edição completa