SABERES DISCENTES SOBRE MEIO AMBIENTE NA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAPÁ-AP

Autores

  • Raimunda Kelly Silva Gomes Universidade do Estado do Amapá
  • Maria do Carmo Lobato da Silva Universidade Federal do Amapá
  • Vitor Sousa Cunha Nery Universidade do Estado do Amapá
  • Luiza Nakayama Universidade Federal do Amapá

Resumo

Este artigo aborda os saberes e percepções dos acadêmicos dos cursos de licenciatura da Universidade do Estado do Amapá (UEAP) sobre a educação ambiental no processo de formação de professores. A metodologia pautou-se em entrevistas semiestruturadas e seminário de integração. Os resultados apontam que a UEAP, pouco tem contribuído para a inserção das questões socioambientais no processo de formação inicial dos professores, prevalecendo uma visão Romântica/Naturalista da relação homem-natureza. Logo, os autores consideram a necessidade de discussões críticas sobre as questões socioambientais, tendo em vista os diversos sentidos que a temática permite, tanto no ambiente formal ou não formal da educação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raimunda Kelly Silva Gomes, Universidade do Estado do Amapá

Doutora em educação, pela universidade Federal do Pará. Tem experiência na área de Educação Ambiental, Gestão escolar, educação do campo, zoneamento ecológico econômico e de Ecologia de Ecossistemas Costeiros e Estuarino, atuando na Zona Costeira Amazônica. Atualmente é docente da Universidade do Estado do Amapá, curso de licenciatura em Pedagogia, onde vem desenvolvendo atividades de pesquisa e extensão universitária, como líder do grupo de integração socioambiental e educacional (GISAE). Além disso, orienta iniciação cientifica, com estudos voltados as questões socioambientais e educacionais no Estado do Amapá

Maria do Carmo Lobato da Silva, Universidade Federal do Amapá

Doutoranda em Educação Especial pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Especial na Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR/2017). Mestre em Desenvolvimento Regional pelo Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP/2011); Licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal do Amapá (2008). Professora efetiva em regime de tempo integral com dedicação exclusiva junto ao Curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade Federal do Amapá (UNIFAP). Pesquisadora no Grupo de Formação de Recursos Humanos em Educação Especial (GP- FOREESP). Participante do Grupo de Estudo e Pesquisa Interdisciplinar em Educação e Saberes da Amazônia Amapaense (GEPIESA). É participante do grupo de pesquisa do Núcleo de Educação e Cultura da UNIFAP. Foi professora assistente, dedicação exclusiva, do curso de Licenciatura em Pedagogia da Universidade do Estado do Amapá (UEAP) (2014-2015). Atuou como professora da Educação Básica na prefeitura Municipal de Santana/AP (2008-2013). Atua na área da Educação com ênfase na Educação Inclusiva. Realiza pesquisa na linhas que discutem 1) Formação de Recursos Humanos em Educação Especial, 2) Construção do conhecimento por alunos com deficiência intelectual nas Escolas da Amazônia Amapaense

Vitor Sousa Cunha Nery, Universidade do Estado do Amapá

Doutorando em EDUCAÇÃO na Linha de Educação, Cultura e Sociedade (UFPA, 2016), Mestre em EDUCAÇÃO na modalidade sanduíche (UEPA/PUC-Rio, 2013), Especialista em GESTÃO ESTRATÉGICA DO CONHECIMENTO (UEPA, 2011), Graduado em Licenciatura Plena em PEDAGOGIA (UEPA, 2010) e Tecnologia em GESTÃO PÚBLICA (UNAMA, 2009). Atualmente atua como Professor efetivo da Universidade do Estado do Amapá (UEAP). Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação na Amazônia Amapaense (GEPEA-UEAP), Integrante do Núcleo de Estudos e Documentação em História da Educação e das Práticas Leitoras no Maranhão (NEDHEL). Membro da Cátedra Paulo Freire da Amazônia. Representante docente no Conselho Universitário-CONSU da UEAP. Associado a ANPEd (Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação) e a SBHE (Sociedade Brasileira de História da Educação). Pesquisa os temas: História da Educação na Amazônia, Ensino de História e Educomunicação

Luiza Nakayama, Universidade Federal do Amapá

Sou Professora Titular da Universidade Federal do Pará e Coordenadora Adjunta do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID, com bolsa da CAPES). Membro da ANPEd - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação. Chefe do Laboratório de Biologia de Organismos Aquáticos (LABIO). Fundei e coordeno a Sala Verde POROROCA Espaço Interativo Socioambiental Paulo Freire, convênio MMA/UFPA, registrado na UFPA (Portaria 16/2007/CCB) e no CNPq, como Grupo de Pesquisa e na PROEX-UFPA, como Programa Sala Verde Pororoca, com quatro subprojetos em andamento, dentre eles o EACINE (eacine.webnode.com/sobre-nos/). Possuo, no presente momento: 2 Navega Saberes, além de alunos de graduação (Biologia, Pedagogia, Oceanografia, Licenciatura Interdisciplinar e Engenharia Sanitária e Ambiental) em estágio rotatório e iniciação científica da UFPA, 1 TCC e 1 doutorado como co-orientação na pós-graduação em Antropologia -UFPA. Tenho a seguinte produção científica: 1) 60 artigos em revista regionais, nacionais e internacionais indexadas; 2) 2 artigos publicados em magazine (Revista Científica do Clube de Ciências da UFPA); 1 artigo no The Field Museum, guide 633; 3) e 3 organizações de livro; 4) 7 capítulos de livro; 5) 3 artigo aceitos para ser publicado em 2018; 6) 308 trabalhos em eventos científicos regionais, nacionais e internacionais; 7) orientação/defesa de 4 monografia de especialização, de 18 dissertações de mestrado e de 6 tese de doutorado e 8) orientação e conclusão de trabalhos de 173 alunos de iniciação científica (estágios: voluntário e rotatório I, II e III e supervisionado; TCC I, bolsistas: PIBIC UFPA, PIBIC FADESPA, PIBIC CNPq, PIBEX, Navega Saberes/INFOCENTRO, Eixo Transversal, Programa Jovens Talentos para a Ciência e Sem Fronteiras, TCC e PIBIC JR

Downloads

Publicado

2021-08-04

Edição

Seção

Artigos