TRABALHO DOCENTE MEDIADO POR TECNOLOGIAS: ECOS E REPERCUSSÕES

  • Adda Daniela Lima Figueiredo Echalar Universidade Federal de Goiás https://orcid.org/0000-0003-3026-8860
  • Neuvani Ana do Nascimento Secretaria Municipal de Goiânia
  • Rose Mary Almas Carvalho Pontifícia Universidade Católica de Goiás
  • Arianny Grasielly Baião Malaquias Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás-Campus Anápolis
  • Joana Peixoto Instituto Federal de Educação, Cência e Tecnologia de Goiás
Palavras-chave: Alienação. Racionalidade da práxis. Tecnologias e educação.

Resumo

Este artigo buscou compreender as práticas docentes mediadas por tecnologias à luz do materialismo histórico-dialético. Foram entrevistados 76 professores de 23 escolas públicas em dez municípios do estado de Goiás. As entrevistas coletivas pautaram-se em três temáticas: as ferramentas utilizadas, as formas de uso das tecnologias e as condições estruturais e pedagógicas nas quais tais práticas se realizam. Os dados revelam que há uma multiplicidade de relações, saberes, angústias e problemáticas decorrentes das tentativas de desenvolvimento das práticas pedagógicas com uso de tecnologias. Bem como há indícios de uma racionalidade docente como movimento de superação da alienação comum ao modo trabalho executado.

Biografia do Autor

Adda Daniela Lima Figueiredo Echalar, Universidade Federal de Goiás
Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás), na linha de pesquisa de Teorias Pedagógicas e Processos Educacionais. Mestre em Biologia pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Cursou especialização em Formação de Professores, com foco em Educação Ambiental, pela PUC Goiás. Graduou-se em Ciências Biológicas, licenciatura e bacharelado, pela PUC Goiás. Professora do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Educação em Ciências e Matemática (PPGECM) e do Departamento de Educação em Ciências (DEC) no Instituto de Ciências Biológicas (ICB) - UFG. É integrante dos grupos de pesquisa KADJÓT (Grupo Interinstitucional de Estudos e Pesquisas sobre as relações entre as Tecnologias e a Educação) e COLLIGAT - [(Re)pensando a formação de professores de Ciências e Biologia]. Vice-coordenadora do Fórum de Licenciatura, regional Goiânia, da UFG (2016-2018). 
Neuvani Ana do Nascimento, Secretaria Municipal de Goiânia
Mestre em Educação pela PUC-Goias, na linha de teorias e processo pedagógicos. Possui graduação em pedagogia pela Universidade Federal de Goiás (1993). Atualmente é professora da Secretaria Municipal de Goiânia. Pesquisadora do grupo de pesquisa KADJÓT (Grupo de Estudos e Pesquisas sobre as relações entre as Tecnologias e a Educação).
Rose Mary Almas Carvalho, Pontifícia Universidade Católica de Goiás
Graduada em Pedagogia pela Universidade Gama Filho e Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás. É professora da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC Goiás), atuando na formação inicial e continuada de professores. Nos cursos de licenciatura, leciona a disciplina Educação e Comunicação e Mídia. Exerce, nesta Instituição, a função de coordenação de Educação a Distância, sendo responsável pela gestão do processo educacional na modalidade de EAD a fim de inovar as propostas e as formas de operacionalização do currículo com a utilização das tecnologias. Integra como vice-líder o grupo de pesquisa Grupo Interinstitucional de Estudos e Pesquisas sobre as relações entre as tecnologias e a educação, certificado pelo Instituto Federal de Goiás.
Arianny Grasielly Baião Malaquias, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás-Campus Anápolis
Possui graduação em Matemática pela Universidade Federal de Goiás (2007) e mestrado em Matemática também pela Universidade Federal de Goiás (2010). Atualmente é professora efetiva do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás-Campus Anápolis e doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica de Goiás. É integrante do grupo de pesquisa KADJÓT (Grupo de Estudos e Pesquisas sobre as relações entre as Tecnologias e a Educação).
Joana Peixoto, Instituto Federal de Educação, Cência e Tecnologia de Goiás
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Goiás (1982), especialização em Informática e Educação pela Unicamp (1989), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Goiás (1991), DEA - Approches Plurielles en Sciences de l'Éducation (2002) e doutorado em Ciências da Educação pela Universidade Paris 8 (2005). Atualmente é professora colaboradora no Mestrado Profissional em Educação Para Ciências e Matemática no Instituto Federal de Educação, Cência e Tecnologia de Goiás e no Programa de Pós-Graduação Strictu Sensu em Educação da PUC GOIÁS. É líder do Kadjót - Grupo Interinstitucional de Estudos e Pesquisas sobre as relações entre as tecnologias e a educação. 
Publicado
2018-07-24
Seção
Outras Contribuições