A Experiência Escolar nas Narrativas de Identidade Étnico-Racial: Estudo Retrospectivo de uma Professora Negra do Município de Juiz de Fora, MG

  • Andressa Lima Talma
Palavras-chave: Ensino étnico-racial. Professora negra. Formação docente.

Resumo

Este artigo se baseia em minha dissertação de mestrado, na qual o objetivo foi compreender a trajetória de vida de uma professora negra que tem o trabalho reconhecido da rede municipal de educação de Juiz de Fora por valorizar o ensino étnico-racial. Utilizei-me da pesquisa narrativa para acompanhar a prática pedagógica da professora e sua trajetória. A pesquisa se apoiou na Antropologia do Imaginário, que busca o equilíbrio entre razão e emoção. Nesse sentido, o imaginário busca a compreensão de um segundo sentido das imagens. No decorrer da pesquisa, pude perceber nas narrativas iniciais da professora a valorização do elemento-ponte, que na perspectiva do imaginário faz a ligação dos contrários e é dessa forma que a professora realiza o seu trabalho. Faz uma ponte para que a cultura negra chegue até sua sala de aula. Ela embasa o seu trabalho em histórias de seus antepassados e no saber materno recebido. No entanto, algumas falhas em relação ao seu planejamento nos apontam a falta da formação acadêmica inicial e continuada para um aprimoramento do seu trabalho.

Biografia do Autor

Andressa Lima Talma

Mestra em Educação pelo Programa de PósGraduação em Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (PPGE/UFJF). Especialista em História e Cultura Afrobrasileira e Africana: Educação para as Relações Étnico-raciais, pelo NEAB-UFJF, e em Gestão Escolar Integrada e Práticas Pedagógicas pela Universidade Cândido Mendes. Graduada em Pedagogia pela Faculdade Metodista Granbery. Atua como coordenadora pedagógica da rede municipal de Juiz de Fora. Membro da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros (ABPN). Membro do Grupo de Pesquisas e Estudos em Antropologia, Imaginário e Educação (ANIME).

Publicado
2016-12-12
Seção
Artigos