A ORGANIZAÇÃO DO ENSINO DE MATEMÁTICA E O JOGO DE BOLICHE: (RE)PENSANDO POSSIBILIDADES EDUCATIVAS

Autores

  • Edilson de Araújo dos Santos Universidade Estadual de Maringá - UEM
  • Luciana Figueiredo Lacanallo Arrais Universidade Estadual de Maringá - UEM/PR
  • Silvia Pereira Gonzaga de Moraes Universidade Estadual de Maringá - UEM/PR

Resumo

Neste artigo apresentamos os resultados de uma pesquisa de iniciação científica que teve como objetivo investigar o jogo de boliche como recurso didático para o ensino de matemática nos anos iniciais do ensino fundamental, a fim de ampliarmos as possibilidades de trabalho para além da maneira convencional de emprego desse jogo. Apoiados nos pressupostos da Teoria Histórico-Cultural e da Atividade Orientadora de Ensino, apresentamos as concepções de matemática e de jogo, articuladas ao processo de aprendizagem e desenvolvimento do psiquismo humano. Por fim, expomos a elaboração de uma Situação Desencadeadora de Aprendizagem, relacionando o boliche com diferentes conceitos matemáticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edilson de Araújo dos Santos, Universidade Estadual de Maringá - UEM

Tem graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Cursando Mestrado em Educação na Universidade Estadual de Maringá (UEM). Fez parte do PIBID projeto Pedagogia, Foco Matemática. É membro do Grupo de Pesquisa e Ensino "Trabalho Educativo e Escolarização" (OPM/GENTEE-UEM). Presidiu nos anos de 2016 e 2017 o Centro Acadêmico do Curso de Pedagogia da Universidade Estadual de Maringá - UEM do qual foi membro desde 2014 como vice presidente. Tem como área de pesquisa a organização do Ensino de Matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental. Atuou como Educador Infantil na rede municipal de educação de Maringá-PR.

Luciana Figueiredo Lacanallo Arrais, Universidade Estadual de Maringá - UEM/PR

Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Maringá (2011). Atualmente é professor adjunto da Universidade Estadual de Maringá. Coordenação da comissão de reestruturação do estágio da Universidade Estadual de Maringá. Participa do Grupo de Pesquisa e Ensino Trabalho Educativo e Escolarização" (GENTEE-UEM). Coordenadora do PIBID projeto Pedagogia Foco Matemática. Coordenadora do Laboratório de Apoio Pedagógico - LAP/UEM. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Avaliação da Aprendizagem, atuando principalmente nos seguintes temas: aprendizagem, conhecimento matemático, atendimento psicopedagógico, educação e ensino de matemática.

Silvia Pereira Gonzaga de Moraes, Universidade Estadual de Maringá - UEM/PR

Docente da Universidade Estadual de Maringá. Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (2008). Líder do Grupo de Pesquisa e Ensino Trabalho Educativo e Escolarização (GENTEE-UEM), membro do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre a Atividade Pedagógica (GEPAPe-USP). Atua no ensino, extensão e pesquisa para a formação pedagógica de professores com ênfase na organização do ensino. Os subtemas de maior concentração são: Desenvolvimento Humano e Educação Escolar, Educação Matemática e Formação de Professores.

Downloads

Publicado

2021-08-04

Edição

Seção

Artigos