Criações docentes e o papel do ensino de Ciências no combate ao racismo e a discriminações

  • Douglas Verrangia
Palavras-chave: Ensino de Ciências. Formação Continuada de Professores. Educação das Relações Étnico-Raciais. Combate ao Racismo.

Resumo

Este texto busca identificar concepções e práticas de um grupo de docentes, participantes de um curso de formação continuada, relativas ao combate ao racismo por meio do ensino de Ciências. Dito de outra forma, buscou-se compreender o papel assumido pelas aulas de Ciências na educação de relações étnico-raciais justas entre os/as estudantes. A metodologia utilizada, inspirada na fenomenologia de Merleau-Ponty, contribuiu para identificar que os processos educativos são produzidos nas experiências e no pensar sobre o vivido, em espaços marcados pelas relações sociais: étnico-raciais, de gênero e de classe social. Ao percorrer o caminho trilhado para atingir o objetivo do estudo, foram reveladas formas – conteúdos, posturas, atividades – pelas quais o ensino de Ciências pode contribuir para uma educação mais ética.

Biografia do Autor

Douglas Verrangia
É Bacharel e Licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Carlos (2000), Mestre (2004) em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de São Carlos e Doutor em Educação pelo PPGE-UFSCar com estágio doutoral na City University of New York (CUNY) (2009). Tem experiência na área de Educação e Formação de Professores, com ênfase em Métodos e Técnicas de Ensino e Elaboração de Currículos, atuando principalmente nos seguintes temas: ensinoaprendizagem de conceitos científicos e relações sociais, com ênfase nas relações etnicorraciais. Participou da equipe de coordenação do Programa “São Paulo Educando pela Diferença para a Igualdade”, que ofereceu cursos de formação continuada para mais de 15.000 professores da rede estadual de São Paulo. É consultor da UNESCO na área Relações Etnicorraciais, atualmente, trabalhando no programa “África-Brasil: caminhos cruzados”, que reeditou, no Brasil, a coleção “História Geral da África”. É professor adjunto do Dep. de Metodologia de Ensino (DME) da Universidade Federal de São Carlos.
Publicado
2016-06-17
Seção
Artigos