Compromisso e amor como elementos centrais das representações do ser professora de educação infantil

  • Laêda Bezerra Machado Universidade Federal de Pernambuco
  • Idélia Manassés de Barros Silva Faculdade Metropolitana do Grande Recife (FMGR) e da Universidade Estadual do Vale do Acaraú (UVA)
Palavras-chave: Professora, Educação Infantil, Representações Sociais

Resumo

Este artigo identifica a estrutura das representações sociais que professoras de Educação Infantil construíram da própria profissão, enfatizando o componente mais forte dessa estrutura: o núcleo central. O referencial orientador da pesquisa foi a abordagem estrutural das representações sociais. Representações funcionam como guias para as ações, constituem um sistema de pré-decodificação da realidade A pesquisa tomou como campo empírico o município de Jaboatão dos Guararapes-PE. Participaram do estudo 134 professoras de creches e pré-escolas vinculadas a instituições públicas e privadas. O procedimento de coleta utilizado foi a associação livre de palavras. Para análise das evocações utilizou-se software EVOC. Os resultados indicaram como elementos centrais dessa estrutura representacional os termos comprometimento, amor, dedicada, dinamismo, carinhosa, alegria e criatividade. Esses elementos constituem o núcleo estruturador dessa representação. Pode-se inferir que as professoras tem uma representação profissionalizada de si e procuram assumir a função com compromisso.

Biografia do Autor

Laêda Bezerra Machado, Universidade Federal de Pernambuco
Doutora em Educação, professora Associado II, vinculada ao Departamento de Administração Escolar e Planejamento Educacional e Programa de Pós-graduação em Educação - Núcleo de Formação de Professores e Prática Pedagógica da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Recife, Pernambuco, Brasil. Bolsista em produtividade de Pesquisa do CNPq
Idélia Manassés de Barros Silva, Faculdade Metropolitana do Grande Recife (FMGR) e da Universidade Estadual do Vale do Acaraú (UVA)
Mestre em Educação pela UFPE, professora nos cursos de Licenciaturas em Pedagogia da Faculdade Guararapes (FG), Faculdade Metropolitana do Grande Recife (FMGR) e da Universidade Estadual do Vale do Acaraú (UVA)
Publicado
2016-02-21
Seção
Artigos